TRADUTOR

English French German Spain Italian Dutch
Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
By Ferramentas Blog

quinta-feira, 22 de setembro de 2011

MISSÕES 15 - DIMENSÕES DA MISSÃO DA IGREJA

DIMENSÕES DA MISSÃO DA IGREJA

A missão da Igreja possui três dimensões essências para a continuidade de sua missão.
Primeira dimensão: Soteriológica – Esta dimensão visa primeiramente à salvação espiritual do indivíduo. Esta visão é primordial na obra missionária. De nada valeria o trabalho da Igreja para que os homens alcançassem uma vida melhor neste mundo e, entretanto na vida vindoura serem condenadas ao lago de fogo (Ap 20:15).
Temos ciência de que o Deus Triúno é o autor da salvação. O Pai enviou o Filho. O Filho executou o plano. O Espírito Santo aplica a salvação aos pecadores, dando-lhes a graça salvadora. O plano foi elaborado na eternidade e executado no tempo pelo Deus Triúno.

Quanto a Igreja foi lhe dada à tarefa da proclamação desta salvação mediante a fé em Jesus Cristo. Jesus ordena: “Ide por todo o mundo e pregai o evangelho a toda criatura. Quem crer (...) será salvo” (Mc 16:15,16).
Ao dizer que a salvação da alma e/ou espírito do indivíduo é primeira na obra missionária, não estou querendo diminuir a importância da salvação social do indivíduo. Muitos homens e mulheres estão escravizados pelo sistema corrupto que impera em nosso país. Homens e mulheres morrem por falta de cuidado e amor de nossa pátria para com eles. Cidadãos são constantemente roubados em seus direitos.
A pregação do Evangelho exige da Igreja cuidado com o ser humano integral. A Igreja deve lutar pela vida em seu todo. Bem-aventurados os que têm sede e fome de justiça, porque serão fartos. Bem-aventurados os misericordiosos, porque alcançarão misericórdia. (...) Bem-aventurados os perseguidos por causa da justiça, porque deles é o reino dos céus (Mt 5:6,7,10).
Igreja missionária deve trabalhar de forma que leve o ser humano a ter vida e vida em abundância (Jo 10:10). A vida só pode ser reconhecida como abundante quando o ser humano tem sua casa própria, tem trabalho, tem alimento, saúde.
A Igreja deve se preocupar primeiramente com o estado espiritual do ser humano, mas não pode se calar diante a crueldade dos que governam nosso país, matando os filhos de nossa pátria. O que significa amar o nosso próximo como a nós mesmos? Podemos como Igreja denunciar o mal que está sobre o mundo (1 Jo 5:19) e o juízo de Deus sobre os que permaneceram na prática deste mal. Somente agindo assim seremos uma Igreja profética. Por outro lado podemos trabalhar ativamente na vida social, buscarmos fazer o que o Estado deveria fazer, demonstrando o amor de Deus por meio de ações e não somente palavras, mas se não evangelizarmos todo trabalho será perdido, pois o homem estará condenado eternamente.
A missão da Igreja se concretiza na salvação integral do ser humano.
Segunda dimensão: Pedagógica. (...) ensinando-os a guardar todas as coisas que vos tenho ordenado (Mt 28:20). Na primeira parte da mensagem, Jesus recomenda: fazei discípulos; e na segunda parte ele conclui: ensinando-os. A palavra discípulo vem de um verbo latino que significa aprender. Discípulo é aquele que aprende. É mais do que aluno, porque o aluno nem sempre pratica os ensinos do seu mestre. O discípulo segue o seu mestre, vive como seu mestre, ele imita seu mestre. Só se faz discípulo mediante o ensino. Só podemos fazer discípulos de Jesus mediante o ensino da Palavra de Deus.
Terceira dimensão: Escatológica. “Deus abriu um parêntese na eternidade para criar ‘os céus e a terra e tudo o que neles há’, começando, assim a contar o tempo que deixará de ser contado quando sua obra estiver totalmente realizada”[1].
Esta dimensão escatológica nos remete a uma realidade de tempo que os teólogos chama do “já” e “ainda não”. Vivemos o período transitório. Jesus conquistou de fato a vida eterna para nós, nos livrou do pecado e de suas conseqüências (Cl 2:13-14), a morte já não tem poder sobre nós (Ef 2:5), estamos assentados nas regiões celestiais em Cristo Jesus (Ef 2:6). Sua obra foi consumada, o inimigo de nossas almas foi despojado na cruz, humilhado publicamente (Cl 2:15). Embora objetivamente Cristo nos conquistou todas estas vitórias, subjetivamente nem todas são realidades vividas por nós.
A dimensão escatológica também nos remete ao tempo final, ao tempo da consumação do século. Este tempo compreende, além da parousia (segunda vinda de Cristo), a ressurreição, o juízo final e a criação de novos céus e nova terra. Aguardamos o fim dos séculos e o início do novo aeon eterno.
“Vem Senhor...”.




PERGUNTAS PARA REFLEXÃO:
1)      Quais são as três dimensões da missão da Igreja?
2)      Explique em suas palavras como as três dimensões da missão da Igreja abrangem todo o projeto da salvação.



[1] MACEDO, Aproniano Wilson de. Teologia de Missões. São Paulo: Editora Cultura Cristã, 1998.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Translate

NOTÍCIAS