TRADUTOR

English French German Spain Italian Dutch
Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
By Ferramentas Blog

quinta-feira, 20 de julho de 2017

SERMÕES 11 - HOMENS FORTES EM TEMPOS DE CRISE

HOMENS FORTES EM TEMPOS DE CRISE
Juízes – Gideão

O que significa o termo “homens fortes”? R.: Homens fortes são àqueles que mesmo ao experimentarem crises permanecem firmes na Palavra do Deus Criador.
Hebreus 11 descreve uma lista de homens fortes, estes são chamados de heróis da fé. Contudo quase todos possuem relatos de falhas em suas biografias, entretanto podemos dizer que são homens fortes, porque ser forte é permanecer firme na fé, firme em Deus até o fim.
Hoje iremos aprender através da vida de Gideão, um dos juízes de Israel, que homens fortes são forjados na crise. Deus transforma Gideão, um jovem inseguro em um homem forte.

Contexto Histórico
Quem são os juízes? R.: Homens e mulheres chamados por Deus para intervir em momentos de crises e adversidades que caracterizaram o período entre a morte de Josué (sucessor de Moisés) e o primeiro rei de Israel (Saul).

“...E a terra teve paz durante quarenta anos”. Juízes 5:31
·         Tempo de prosperidade são tempos propensos de nos distanciarmos de Deus.

“De novo os israelitas fizeram o que o Senhor reprova, e durante sete anos ele os entregou nas mãos dos midianitas”. Juízes 6:1
·         Israel, assim como nós hoje, vivia uma crise sócio-política-econômica.
·         Toda crise está sempre ligada com o distanciamento do homem de seu Criador. (...fizeram o que o Senhor reprova).

3 Sempre que os israelitas faziam as suas plantações, os midianitas, os amalequitas e outros povos da região a leste deles as invadiam.
 4 Acampavam na terra e destruíam as plantações ao longo de todo o caminho, até Gaza, e não deixavam nada vivo em Israel, nem ovelhas nem gado nem jumentos.
 5 Eles subiam trazendo os seus animais e suas tendas, e vinham como enxames de gafanhotos; era impossível contar os homens e os seus camelos. Invadiam a terra para devastá-la”. Juízes 6:3-5
·         O verso um, diz que durante sete anos os midianitas oprimiram os israelitas. Imagine você indo ao banco receber seu salário e ao sair dele é roubado. Imagine isso durante sete anos. Era assim com os israelitas.
·         Os midianitas são como nossos governantes, destroem todo o sistema político e econômico de nossa nação. Eles são como gafanhotos que devoram toda riqueza de nosso país, pulverizam as empresas privadas e públicas e como vampiros sugam nossas riquezas não deixando nada vivo em nossos sistemas.


Qual é sua crise?
·         Sua crise pode estar ligada diretamente a crise sócio-política-econômica que vivemos em nosso país. Sua empresa não consegue ter lucro, está trabalhando no negativo.
·         Talvez você esteja vivendo uma crise em seu casamento, uma crise no seu orçamento familiar, ou ainda está em crise devido uma doença que o atingiu ou a alguém de sua família.
·         Todas estas crises são na verdade frutos do mundo caótico que vivemos como consequência do pecado, gerando em nosso meio doenças físicas, emocionais, catástrofes naturais, pode ser uma prova de Deus testando sua fé, ou ainda uma disciplina de Deus visando corrigir seu caminho e prover amadurecimento em sua fé, não podemos descartar que sua crise pode ser fruto de uma batalha espiritual ou consequência de suas escolhas erradas.
·         Seja qual for sua crise a vitória começa com uma insatisfação que deve ser direcionada a uma busca por Deus.

1 – Homens Fortes Reconhecem a Necessidade de Orar (vs. 6)
“Por causa de Midiã, Israel empobreceu tanto que os israelitas clamaram por socorro ao Senhor”. Juízes 6:6
·         Israel empobreceu tanto... que orou à Isso implica dizer que já não oravam mais. Confiavam em suas próprias forças e em outros deuses. Prestavam culto a Baal.
·         Será que o Brasil ainda não empobreceu o suficiente para buscar a Deus? Quando o Brasil irá se despertar para orar?
·         Quando você irá se despertar para orar? Você está em crise? Ore ao Senhor.
·         As pessoas só oram quando reconhecem que não são capazes de fazer nada diante a crise que estão vivendo. Diante disso deveríamos orar sempre porque não temos controle de nossas vidas.

2 – Homens Fortes Dão Ouvidos a Palavra de Deus (vs. 7-10)
7 Quando os israelitas clamaram ao Senhor por causa de Midiã,
8 ele lhes enviou um profeta, que disse: "Assim diz o Senhor, o Deus de Israel: ‘Tirei vocês do Egito, da terra da escravidão.
9 Eu os livrei do poder do Egito e das mãos de todos os seus opressores. Expulsei-os e dei a vocês a terra deles.
10 E também disse a vocês: Eu sou o Senhor, o seu Deus; não adorem os deuses dos amorreus, em cuja terra vivem, mas vocês não me deram ouvidos’". Juízes 6:7-10
·         O profeta é aquele que fala em nome de Deus. É um homem levantado por Deus para corrigir e dar direção ao povo.
·         Uma vez que clamamos a Deus, reconhecemos que necessitamos Dele, reconhecemos nossos erros; Deus nos responde e nos aponta uma nova caminhada. Cristo Jesus é o início de uma nova vida.

1 Há muito tempo Deus falou muitas vezes e de várias maneiras aos nossos antepassados por meio dos profetas, 2 mas nestes últimos dias falou-nos por meio do Filho, a quem constituiu herdeiro de todas as coisas e por meio de quem fez o universo. Hebreus 1:1-2
·         As palavras de Jesus estão registradas na Bíblia. Precisamos dar ouvido as suas palavras se desejamos vencer as crises que vivenciamos.

3 – Homens Fortes na Crise São Criativos e Persistentes (vs. 11b-12)
“Gideão, filho de Joás, estava malhando o trigo num tanque de prensar uvas, para escondê-lo dos midianitas”. Juízes 6:11
·         Gideão estava malhando trigo numa prensa de uva, escondido para que os midianitas não o roubassem.
·         Estava trabalhando em condições inapropriadas para defender o seu. Gideão estava sendo criativo dentro das possibilidades que a crise lhe permitia.
·         Na crise trabalhamos com excelência com o que temos; nos submetemos, se necessário a baixos salários; nos abrimos as oportunidades que nos são oferecidas, não rejeitamos oportunidades.
·         Na crise precisamos ser estratégicos. Gideão estava sendo estratégico e não medroso. Malhar o trigo em um espaço visível aos olhos dos midianitas seria burrice, era pedir para ser roubado.
·         Diante a crise Gideão estava trabalhando, lutando, não havia desistido da vida. Gideão continuava fazendo o que lhe era possível fazer.
·         A fé se manifesta em obras, neste caso, a não desistência de continuar trabalhando mesmo diante a crise causada pelos midianitas.

4 – Em Meio a Crise Deus Nos Faz Fortes Para Romper a Crise (vs. 12-16)
12 Então o anjo do Senhor apareceu a Gideão e lhe disse: "O Senhor está com você, poderoso guerreiro".
13 "Ah, Senhor", Gideão respondeu, "se o Senhor está conosco, por que aconteceu tudo isso? Onde estão todas as suas maravilhas que os nossos pais nos contam quando dizem: ‘Não foi o Senhor que nos tirou do Egito? ’ Mas agora o Senhor nos abandonou e nos entregou nas mãos de Midiã".
14 O Senhor se voltou para ele e disse: "Com a força que você tem, vá libertar Israel das mãos de Midiã. Não sou eu quem o está enviando?"
15 "Ah, Senhor", respondeu Gideão, "como posso libertar Israel? Meu clã é o menos importante de Manassés, e eu sou o menor da minha família".
16 "Eu estarei com você", respondeu o Senhor, "e você derrotará todos os midianitas como se fossem um só homem". Juízes 6:12-16
·         Deus entra na história e desafia Gideão a confiar Nele. Para vencermos a crise precisamos confiar em Deus, precisamos por em prática Sua Palavra. Quem confia em Deus vive a Palavra de Deus.
·         Você precisa confiar em Deus para vencer a crise de seu casamento, do relacionamento com seus filhos, de sua vida financeira, etc.
·         Lembra do que dissemos no início: O homem forte é o que permanece firme em sua fé, isso é, àquele que põe em prática os ensinos de Jesus. 

5 – Homens Fortes Rompem Com a Crise Rompendo Com os Falsos Deuses (vs. 25-27)
25 Naquela mesma noite o Senhor lhe disse: "Separe o segundo novilho do rebanho de seu pai, aquele de sete anos de idade. Despedace o altar de Baal, que pertence a seu pai, e corte o poste sagrado que está ao lado do altar.
26 Depois faça um altar para o Senhor, para o seu Deus, no topo desta elevação. Ofereça o segundo novilho em holocausto com a madeira do poste sagrado que você irá cortar".
27 Assim Gideão chamou dez dos seus servos e fez como o Senhor lhe ordenara. Mas, com medo da sua família e dos homens da cidade, fez tudo de noite, e não durante o dia. Juízes 6:25-27
·         Lembra do que dissemos no início: Toda crise se dá pelo distanciamento do homem de Deus. Então quando o homem rompe com as coisas que o distancia de Deus e se aproxima de Deus o seu mundo começa a entrar em ordem.
·         Gideão precisava romper com a idolatria a Baal para que pudesse romper com a crise sobre sua casa e sobre seu povo. Precisamos romper com a idolatria como nação, mas precisamos começar em nossa própria casa. Antes de julgarmos e desejarmos mudanças dos políticos precisamos olhar para nós mesmos e destruirmos os altares que nos fazem tropeçar.
·         Gideão precisa romper com a idolatria a seu pai para que pudesse romper com a crise de sua vida. Gideão era um jovem inseguro. Sete anos de sua vida foram aterrorizadas pelos midianitas. Gideão não aprendeu a viver experiências próprias, vivia escondido a sombra de seu pai. Gideão destruiu os altares a noite, pois teve medo de enfrentar o seu pai.
·         Quais são os ídolos que você precisa destruir hoje de sua vida? Baal se apresenta hoje de diversas formas, com novos nomes e uma nova roupagem. Vou tentar te ajudar a identificar alguns possíveis ídolos em sua vida.
o   Seu pai, seu pastor, sua mãe, seu filho à Sabe àquela pessoa que você vive com medo de desapontá-la. Faz de tudo para não ser rejeitada por ela. Toma decisões para agradá-la, ainda que não sejam as melhores decisões. Esta pessoa é um ídolo em sua vida. Está tomando o lugar de Deus em sua vida, pois existimos para Deus.
o   Seu corpo (Afrodite - beleza) à Muitas pessoas começam a fazer ginastica em busca de uma melhor saúde, mas com o passar do tempo se tornam obsessivas em busca de um corpo perfeito. Muitas colocam sua própria vida em risco na busca do corpo perfeito. Se sujeitam aos mais diversos tipos de cirurgias e remédios; se colocam nas mãos de homens gananciosos e pouco éticos para alcançarem o sonho do corpo perfeito. Idolatram o corpo ou a Afrodite numa nova roupagem.
o   O dinheiro (Mamom - riqueza) à Muitos abrem mão da família em busca da realização profissional. Casamentos se acabam e filhos se perdem no mundo das drogas e da depressão. O trabalho deveria ser para manutenção da família, entretanto o trabalho se torna o fim de suas vidas. Em nome do bem-estar da família, a busca pelo sucesso profissional e por altos salários se tornam a prioridade da vida. Isso é idolatria a Mamom.
o   Sacrifício dos filhos (Moloque) à Nos rituais de adoração a Moloque, havia atos sexuais e sacrifícios de crianças. Estas eram jogadas em uma cavidade da estátua de Moloque, onde havia fogo que consumia a criança viva. Hoje pais jogam seus filhos no fogo ao abandoná-los nas mãos da escola, da baba e mesmo de seus avós. Não é errado seus filhos frequentarem uma escola, terem uma baba ou mesmo serem cuidados pelos avós, mas quando pais fogem do seu papel de educador, formador de seus filhos, estão sacrificando os mesmos para viverem em busca da realização profissional ou pessoal. Abandonam seus lares em busca de serem felizes e desta forma entregam seus filhos a Moloque não assumindo suas responsabilidades diante de Deus como pais. Essa é uma nova forma de adoração a Moloque.
o   Auto-imagem à Pessoas que realizam ou deixam de realizar algo preocupados tão somente com sua imagem. Se movem de forma a serem sempre aceitas pelos outros, sem se preocupar com o que Deus pensa de si. A busca por ser amado e o medo da rejeição as fazem prisioneiras de sua própria imagem. Este é um ídolo que precisa ser destruído. Vivemos para a glória de Deus e não para nossa própria gloria.

Conclusão
“Assim Midiã foi subjugado pelos israelitas, e não tornou a erguer a cabeça. Durante a vida de Gideão a terra desfrutou paz quarenta anos”. Juízes 8:28
Deus quer que confiemos Nele inteiramente. Ele nos dará estratégias para vencermos a crise que enfrentamos quando orarmos, dermos ouvido as Suas Palavras e rompermos com os falsos deuses que governam este mundo tenebroso.
Gideão se tornou um grande líder porque aprendeu a confiar em Deus e não em sua alma insegura.
Ao olharmos para nós mesmos perceberemos o quanto somos covardes, pequenos, mas quando olhamos para Jesus perceberemos que Nele somos mais que vencedores, que Nele podemos todas as coisas, que Nele as crises se tornarão possibilidades de reencontros, de cura e de um relacionamento profundo com Deus.

Pr. Cornélio Póvoa de Oliveira
19/07/2017


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Translate

NOTÍCIAS