TRADUTOR

English French German Spain Italian Dutch
Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
By Ferramentas Blog

quarta-feira, 18 de julho de 2018

MENSAGEM EM VÍDEO 920 - SOMOS SERES ÍMPARES (2)


REFLEXÃO 394 - NOSSO RELACIONAMENTO COM DEUS

Nosso relacionamento com Deus

“Portanto, também nós, uma vez que estamos rodeados por tão grande nuvem de testemunhas, livremo-nos de tudo o que nos atrapalha e do pecado que nos envolve e corramos com perseverança a corrida que nos é proposta,”
Hebreus 12:1
Quando um motorista está dirigindo, é necessário que ele fique sempre atento. Ele quer chegar a algum lugar, e, para fazer isso, não pode ficar se distraindo com as coisas em seu entorno, por mais atrativas que elas possam ser. Ao se distrair, o risco de errar e se desviar é muito maior. É preciso deixar de lado tudo o que pode atrapalhá-lo na missão de chegar a seu destino.
É exatamente assim no nosso relacionamento com Deus.

terça-feira, 17 de julho de 2018

MENSAGEM EM VÍDEO 919 - SUICÍDIO UM ATO DE DESESPERO OU DE ESPERANÇA?



MENSAGEM EM VÍDEO 918 - SEJA UMA PESSOA VERDADEIRAMENTE RICA (2)


SERMÕES 35 - SUICÍDIO UM ATO DE DESESPERO OU DE ESPERANÇA?


SUICÍDIO UM ATO DE DESESPERO OU DE ESPERANÇA?

Objetivo: Apresentar o que a Bíblia diz sobre este tema. Esta não é uma tarefa fácil, uma vez que a Bíblia não diz muito sobre este assunto.
O suicídio é um assunto extremamente delicado, cercado por tantos tabus que raramente encontramos alguém falando a respeito. Nunca levamos este assunto aos nossos púlpitos e não temos literatura evangélica que fale profundamente sobre este tema tão polêmico.

1 – O que é suicídio?
Suicídio é o ato intencional de matar a si mesmo.
Nenhuma teoria seria capaz de explicar suficientemente e desvendar os motivos que levam uma pessoa a tirar a própria vida. Para alguns filósofos existencialistas contemporâneos, o suicídio é o maior problema filosófico.
A decisão de por fim a própria vida pode ser vista como um ato de desespero ou de esperança. Uma pessoa que sofre bullyng, reprimida por seus amigos, tratada com desprezo, pode ver no suicídio a esperança de encontrar uma vida melhor no além, ou ela pode optar em por fim a vida num ato de desespero por não conseguir ver uma luz no fim do túnel. O mesmo poderíamos dizer de uma mulher que apanha constantemente do marido, ou de uma jovem que é estuprada constantemente por seu padrasto ou mesmo por seu próprio pai. Como definiríamos este suicídio? Um ato de desespero ou esperança?

quarta-feira, 11 de julho de 2018

SERMÕES 34 - NOVOS LÍDERES PARA A VELHA MISSÃO

NOVOS LÍDERES PARA A VELHA MISSÃO
Neste sermão você irá ser desafiado a pensar no tema:  Novos líderes para a velha missão e repensar o seu ministério de colaborar na expansão do reino de Deus.
Tu, portanto, meu filho, fortalece-te na graça que há em Cristo Jesus. O que ouviste de mim diante de muitas testemunhas, transmite a homens fiéis e capacitados a fim de que possam igualmente discipular a outros (1Tm2.1-2).

OBJETIVO GERAL:
Compreender que sem um entendimento apropriado da missão de Deus os novos líderes serão sempre velhos e assim impedindo o avanço do reino de Deus.

Introdução
É lugar comum falar de liderança e liderança na igreja nos congressos realizados pelas mais diversas organizações cristãs no mundo e no Brasil.
Já se falou muito sobre o tema que em alguns lugares já não se acha pessoas dispostas a ouvir mais uma palestra ou seminário que enfatiza o papel do líder na igreja.
As novidades sobre o tema são as mesmas e velhas palestras. Essa, inclusive, incorre nesse perigo. É um risco que assumimos ao falar sobre o tema.
Procurarei dividir meu tema em duas etapas e farei um desafio na conclusão.

MENSAGEM EM VÍDEO 916 - RESPONSABILIDADES DE SER MEMBRO DO CORPO DE CRISTO (2)


MENSAGEM EM VÍDEO 915 - A PENA DE MORTE E A BÍBLIA


terça-feira, 10 de julho de 2018

MENSAGEM EM VÍDEO 914 - QUEM ESTÁ NO CONTROLE? (2)


SERMÕES 33 - A PENA DE MORTE E A BÍBLIA


PENA DE MORTE

Objetivo: Esclarecer a posição bíblica sobre a pena de morte.

Se hoje houvesse um plebiscito sobre a pena de morte, com certeza eu me colocaria contrário a pena de morte, mas vou procurar apresentar nesta reflexão unicamente a posição bíblica sobre este tema.

1 – O que é pena de morte?
Pena de morte ou pena capital é um processo legal pelo qual uma pessoa é morta pelo Estado como punição por um crime cometido. A decisão judicial que condena alguém à morte é denominada sentença de morte, enquanto que o processo que leva à morte é denominado execução.

terça-feira, 3 de julho de 2018

MENSAGEM EM VÍDEO 909 - QUAL A RESPOSTA QUE DEVEMOS DAR ÀQUELES QUE ATACAM A NOSSA FÉ? (2)


SERMÕES 32 - RACISMO


RACISMO

Objetivo: Conscientizar a igreja que todos os seres humanos, independente de sua raça, classe social, cultura e mesmo religião são a imagem de Deus e amados por Deus, portanto o racismo é inaceitável e incoerente a vida cristã.

Primeiramente quero definir o que é racismo. A partir desta definição responderemos algumas perguntas sobre este tema.
Racismo é a discriminação social baseada no conceito de que existem diferentes raças humanas e que uma é superior às outras. Esta noção tem base em diferentes motivações, em especial as características físicas e outros traços do comportamento humano.
O racismo tem assumido formas muito diferentes ao longo da história. Por exemplo:
·    Eugenia (significa bem nascido) – No século XIX, houve uma tentativa científica para explicar a superioridade racial através da obra do conde de Gobineau intitulada “Ensaio sobre a desigualdade das raças humanas”. Nesta obra, o autor sustentou que, da raça ariana, nasceu à aristocracia que dominou a civilização europeia e cujos descendentes eram os senhores naturais das outras raças inferiores.
·   Xenofobia (do grego ξένος, transliterado xénos: "estranho"; e φόβος, transliterado phóbos: "medo") – É o medo, aversão ou a profunda antipatia em relação aos estrangeiros.
·  Disgenia – Uma forma de racismo menos conhecida consiste na crença de que a miscigenação gera indivíduos inferiores aos de "raça pura" (degeneração). Estes podem prejudicar o patrimônio genético das futuras gerações.
·       Misoginia (do grego μισέω, transliterado miseó, “ódio”; e γυνὴ, transliterado gyné, “mulher”) – É a repulsa, desprezo ou ódio contra as mulheres. O preconceito contra a mulher sempre foi tão incutido na sociedade, que gerou nelas mesmas uma visão autodepreciativa de sua posição nas relações sociais e como tal no mercado de trabalho.

quinta-feira, 28 de junho de 2018

MENSAGEM EM VÍDEO 905 - OS QUATROS "R" QUE FAZEM A DIFERENÇA (2)


SERMÕES 31 - INTEGRANDO TRABALHO E VOCAÇÃO


INTEGRANDO TRABALHO E VOCAÇÃO

Objetivo: Mostrar que todo trabalho é um instrumento para glorificar a Deus.

Ø  Vídeo de abertura: Marcos Botelho

Existem dois grandes equívocos nesse assunto trabalho e vocação:

Primeiro Equívoco: Trabalho é compreendido por muitos como maldição.
De onde vem este pensamento?
A)    Fruto do pensamento grego. Para os gregos o trabalho não é era visto como algo bom. Os deuses, assim como a elite da sociedade, entregavam esta tarefa para os homens mais simples, por não considerá-la honrosa.
B)    A religião cristã medieval, influenciada pelo pensamento grego, ampliou esta concepção separando o trabalho em secular e sagrado. Os clérigos, os religiosos, compreendiam que o trabalho era uma maldição dada por Deus aos homens e destinada aos não vocacionados, isto é, àqueles que não viviam exclusivamente para a igreja.
C)    Na cultura brasileira, fortemente influenciada pelo catolicismo medieval, o trabalho não é algo desejado, é visto como penoso. O brasileiro inicia a carreira profissional pensando na aposentadoria. Muitos brasileiros optam hoje por concurso público pensando na aposentadoria. Iniciam a carreira profissional pensando no fim. 

quarta-feira, 27 de junho de 2018

MENSAGEM EM VÍDEO 904 - O SENHOR GUARDA O PEREGRINO (2)


SERMÕES 30 - A RELAÇÃO TRABALHO E FAMÍLIA


A RELAÇÃO TRABALHO E FAMÍLIA

Objetivo: Mostrar que o trabalho existe para o sustento da família e não a família para o sustento do trabalho.

10Quando ainda estávamos com vocês, nós lhes ordenamos isto: se alguém não quiser trabalhar, também não coma.
11Pois ouvimos que alguns de vocês estão ociosos; não trabalham, mas andam se intrometendo na vida alheia.
12A tais pessoas ordenamos e exortamos no Senhor Jesus Cristo que trabalhem tranquilamente e comam o seu próprio pão. (2 Tessalonicenses 3.10-12)
Alguns tessalonicenses, talvez usando como pretexto a iminente volta do Senhor, se recusavam a trabalhar e esperavam que outras pessoas da igreja os alimentassem. Em sua carta anterior, Paulo já os havia exortado a trabalhar (1 Ts 4.11,12). É óbvio que não haviam dado ouvidos à instrução de Paulo. Como um exemplo para todos, Paulo estava trabalhando noite e dia quando pregou entre eles. Seu objetivo era evitar ser um fardo para alguém. Tanto os gregos como os romanos detestavam trabalho manual; normalmente usavam escravos para todas as tarefas do tipo. Em contrapartida, os judeus consideravam o trabalho como uma prova de bom caráter e instruíam seus filhos a trabalharem em um ofício. Paulo fazia tendas para suprir suas necessidades toda vez que isso se fazia necessário em suas viagens missionárias (At 18.1-3).

terça-feira, 26 de junho de 2018

MENSAGEM EM VÍDEO 903 - O QUE AGUARDA AOS HOMENS? (2)


SERMÕES 29 - LIBERTANDO-SE DO CICLO DA AMARGURA


LIBERTANDO-SE DO CICLO DA AMARGURA

Série: Vivendo Sob Nova Direção.
Objetivo: Levar os ouvintes a perdoarem a todos que lhe ofenderam.

Contexto: Antes de entrarmos nos versos de nossa reflexão, gostaria de apresentar o contexto em que eles estão inseridos na carta de Paulo escrita aos irmãos de Éfeso.
Paulo inicia o capítulo quatro de sua carta convocando os irmãos de Éfeso a viverem de forma digna da vocação que receberam em Cristo Jesus e descreve como é viver de forma digna da vocação que recebemos.

1Como prisioneiro no Senhor, rogo-lhes que vivam de maneira digna da vocação que receberam.
2Sejam completamente humildes e dóceis, e sejam pacientes, suportando uns aos outros com amor.
3Façam todo o esforço para conservar a unidade do Espírito pelo vínculo da paz (Efésios 4.1-3).

terça-feira, 19 de junho de 2018

MENSAGEM EM VÍDEO 899 - MEU LUGAR DE ORAÇÃO


MENSAGEM EM VÍDEO 898 - A LÓGICA DA ECONOMIA CELESTIAL


MENSAGEM EM VÍDEO 897 - O AMOR QUE NÃO FALHA (2)


REFLEXÃO 393 - DEUS NOS CHAMA PARA UM COMPROMISSO SÉRIO COM ELE

Deus nos chama para um compromisso sério com ele.
“Então Jesus disse aos seus discípulos: “Se alguém quiser acompanhar-me, negue-se a si mesmo, tome a sua cruz e siga-me. Pois quem quiser salvar a sua vida, a perderá, mas quem perder a sua vida por minha causa, a encontrará.”
Mateus 16:24-25
Nossa tendência é sempre escolher o local mais confortável possível. A zona de conforto, contudo, é um lugar perigoso na nossa caminhada com Jesus. É muito fácil viver apenas esperando as bênçãos e os milagres de Deus. É fácil falar com ele dia sim, dia não. É extremamente cômoda a posição de filho que sempre só quer receber, que tem um amor por Deus baseado nas atitudes dele, no receber ou no não receber a benção, e não baseado naquilo que ele É. “Se estou abençoado, estou bem com Deus. Se as coisas não vão bem, eu me revolto”.

terça-feira, 12 de junho de 2018

SERMÕES 28 - MEU LUGAR DE ORAÇÃO


MEU LUGAR DE ORAÇÃO

Objetivo: Conscientizar a igreja da importância de se ter tempo para falar com Deus.

Vídeo de abertura: Para não perder de 7x1 tenha uma vida de oração

7Moisés costumava montar uma tenda do lado de fora do acampamento; ele a chamava Tenda do Encontro. Quem quisesse consultar a Deus ia à tenda, fora do acampamento.
8Sempre que Moisés ia até lá, todo o povo se levantava e ficava de pé à entrada de suas tendas, observando-o, até que ele entrasse na tenda.
9Assim que Moisés entrava, a coluna de nuvem descia e ficava à entrada da tenda, enquanto o Senhor falava com Moisés.
10Quando o povo via a coluna de nuvem parada à entrada da tenda, todos prestavam adoração de pé, cada qual na entrada de sua própria tenda.
11O Senhor falava com Moisés face a face, como quem fala com seu amigo. Depois Moisés voltava ao acampamento; mas Josué, filho de Num, que lhe servia como auxiliar, não se afastava da tenda. (Êxodo 33.7-11)

Contexto: O povo de Israel tinha saído da terra do Egito. Eles se encontravam no caminho para a terra prometida, Canaã.
Durante a peregrinação do povo de Israel para a terra de Canaã, Deus os fazia andar e descansar através de uma coluna de fogo durante a noite e uma coluna de nuvem durante o dia. Quando a coluna se movia, eles tinham que desmontar suas tendas e seguir viagem. Quando a coluna parava, eles montavam novamente suas tendas e ficavam ali, até que ela voltasse a se mover. E cada vez que o acampamento era montado Moisés montava sua Tenda do Encontro.

MENSAGEM EM VÍDEO 893 - MANTENHA O CURSO (2)


REFLEXÃO 392 - A OBEDIÊNCIA A DEUS É O MELHOR CAMINHO

A obediência a Deus é o melhor caminho.
“Você, porém, fará uma arca de madeira de cipreste; divida-a em compartimentos e revista-a de piche por dentro e por fora. Faça-a com cento e trinta e cinco metros de comprimento, vinte e dois metros e meio de largura e treze metros e meio de altura. Faça-lhe um teto com um vão de quarenta e cinco centímetros entre o teto e o corpo da arca. Coloque uma porta lateral na arca e faça um andar superior, um médio e um inferior.” Gênesis 6:14-16 .
Ao longo desse capítulo 6 de Gênesis, Deus dá instruções específicas a Noé acerca de como ele deveria construir a arca.
Pode parecer algo simples, mas essa passagem nos revela algo incrível, que se confirma com o versículo 22: “Noé fez tudo exatamente como Deus lhe tinha ordenado.”
Estamos falando de um tempo extremamente primitivo em relação a ferramentas, materiais e conhecimentos técnicos. Certamente, construir a arca deu MUITO trabalho para Noé. Só de pensar em como ele deve ter feito para medir tudo exatamente de acordo com as ordens de Deus, ficamos fascinados em perceber o quanto ele era um servo fiel, que fez tudo como Deus lhe tinha ordenado. E, tudo isso, sem falar nas pessoas que zombavam de Noé, chamando-o de louco por estar construindo a arca, o que também não deve ter sido nada fácil para ele.

quarta-feira, 6 de junho de 2018

MENSAGEM EM VÍDEO 890 - JESUS CRISTO A ÚNICA RELIGIÃO (2)


MENSAGEM EM VÍDEO 889 - QUEM VAI LAVAR A LOUÇA?


MENSAGEM EM VÍDEO 888 - DIVÓRCIO: A SOLUÇÃO INDESEJADA PARA O OPRIMIDO


MENSAGEM EM VÍDEO 887 - NOVOS MODELOS DE GERAÇÕES


MENSAGEM EM VÍDEO 886 - FAMÍLIA: COMO DEFINI-LA?


terça-feira, 5 de junho de 2018

MENSAGEM EM VÍDEO 885 - A MINHA RESPONSABILIDADE NA VIDA COLETIVA DA IGREJA


MENSAGEM EM VÍDEO 884 - A MISSÃO DA IGREJA


SERMÕES 27 - DIVÓRCIO A SOLUÇÃO INDESEJADA PARA O OPRIMIDO


DIVÓRCIO A SOLUÇÃO INDESEJADA PARA O OPRIMIDO

Objetivo: Apresentar o conceito de divórcio no contexto bíblico.

Quando vamos tratar de divórcio dois textos são extremamentes importantes na bíblia para esta conversa. E não podemos ler um sem o outro, uma vez que ambos estão amarrados um no outro. Isso se deve porque quando Jesus foi indagado sobre o divórcio, ele respondeu aos seus questionadores baseado na decisão de Moisés de conceder carta de divórcio. Portanto quero convidá-los a junto comigo olharmos para estes dois textos em busca do que Jesus realmente estava dizendo sobre o divórcio. Vamos partir da fala de Jesus e buscarmos compreender o que ele estava dizendo aos seus questionadores.
1Tendo acabado de dizer essas coisas, Jesus saiu da Galiléia e foi para a região da Judéia, no outro lado do Jordão.
2Grandes multidões o seguiam, e ele as curou ali.
3Alguns fariseus aproximaram-se dele para pô-lo à prova. E perguntaram-lhe: "É permitido ao homem divorciar-se (apolyō - repúdio) de sua mulher por qualquer motivo?” (Mateus 19.1-3 – Marcos 10.1-12)

SERMÕES 26 - A LÓGICA DA ECONOMIA CELESTIAL

A LÓGICA DA ECONOMIA CELESTIAL
Mateus 6.19-34

Série: Vivendo Sob Nova Direção
Objetivo: Apresentar o poder do dinheiro

Estamos iniciando uma nova série, Vivendo Sob Nova Direção. Nós cristãos cremos que o ser humano, no início de sua existência, rompeu com Deus, fazendo-se deus de sua própria história, tomando a direção de sua existência. O ser humano desde então, construiu uma estrutura social dirigida por valores e princípios regidos por seus interesses pessoais e por sua leitura distorcida da vida. Ao longo dos anos o ser humano tem se distanciado mais do seu criador, e a estrutura social criada por ele tem lhe aprisionado a uma vida sem Deus.
Nosso desafio nessa nova série é leva-lo a devolver a direção de sua história ao Criador, se sujeitando a nova direção de Cristo Jesus, que foi enviado ao mundo para nos salvar. Somente em Cristo nossa vida em caos e desordem encontrará ordem novamente.
Nós abordaremos alguns aspectos da vida que precisamos entregar sob a nova direção de Cristo Jesus. Iniciaremos essa série abordando o tema dinheiro. Ler (Mateus 6.19-34).
19"Não acumulem para vocês tesouros na terra, onde a traça e a ferrugem destroem, e onde os ladrões arrombam e furtam.
20Mas acumulem para vocês tesouros no céu, onde a traça e a ferrugem não destroem, e onde os ladrões não arrombam nem furtam.
21Pois onde estiver o seu tesouro, aí também estará o seu coração.
22"Os olhos são a candeia do corpo. Se os seus olhos forem bons, todo o seu corpo será cheio de luz.
23Mas se os seus olhos forem maus, todo o seu corpo será cheio de trevas. Portanto, se a luz que está dentro de você são trevas, que tremendas trevas são!
24"Ninguém pode servir a dois senhores; pois odiará a um e amará o outro, ou se dedicará a um e desprezará o outro. Vocês não podem servir a Deus e ao Dinheiro".
25"Portanto eu lhes digo: não se preocupem com suas próprias vidas, quanto ao que comer ou beber; nem com seus próprios corpos, quanto ao que vestir. Não é a vida mais importante do que a comida, e o corpo mais importante do que a roupa?
26Observem as aves do céu: não semeiam nem colhem nem armazenam em celeiros; contudo, o Pai celestial as alimenta. Não têm vocês muito mais valor do que elas?
27Quem de vocês, por mais que se preocupe, pode acrescentar uma hora que seja à sua vida?
28"Por que vocês se preocupam com roupas? Vejam como crescem os lírios do campo. Eles não trabalham nem tecem.
29Contudo, eu lhes digo que nem Salomão, em todo o seu esplendor, vestiu-se como um deles.
30Se Deus veste assim a erva do campo, que hoje existe e amanhã é lançada ao fogo, não vestirá muito mais a vocês, homens de pequena fé?
31Portanto, não se preocupem, dizendo: ‘Que vamos comer? ’ ou ‘que vamos beber? ’ ou ‘que vamos vestir? ’
32Pois os pagãos é que correm atrás dessas coisas; mas o Pai celestial sabe que vocês precisam delas.
33Busquem, pois, em primeiro lugar o Reino de Deus e a sua justiça, e todas essas coisas lhes serão acrescentadas.
34Portanto, não se preocupem com o amanhã, pois o amanhã se preocupará consigo mesmo. Basta a cada dia o seu próprio mal". (Mateus 6.19-34)
Acredito que o centro dessa mensagem de Jesus sobre o dinheiro que inicia no verso 19 e termina no verso 34, se encontra no verso 24.

MENSAGEM EM VÍDEO 883 - IGREJA: PROJETO DE DEUS


MENSAGEM EM VÍDEO 882 - JESUS A LUZ DO MUNDO (2)


REFLEXÃO 391 - ADORAÇÃO COMO ESTILO DE VIDA


Adoração como estilo de vida
“O Senhor diz: “Esse povo se aproxima de mim com a boca e me honra com os lábios, mas o seu coração está longe de mim. A adoração que me prestam é feita só de regras ensinadas por homens.” Isaías 29:13
Olhando para um texto como esse, somos levados a pensar o seguinte: como tem sido a nossa adoração?
Ela é algo relativamente negligenciado pela maioria das pessoas. Existem muitos e muitos cristãos que apenas têm aquela relação “pedidos/agradecimentos/reconhecimentos” com Deus em seu dia a dia, e deixam a adoração se resumir a músicas em um culto, a momentos em célula, a situações que se tornam um tanto quanto raras no período de uma semana, e isso não pode acontecer.

quinta-feira, 24 de maio de 2018

MENSAGEM EM VÍDEO 880 - HÁ PREGADORES E “PREGADORES” (2)


REFLEXÃO 390 - CORAÇÕES QUE RECONHECEM SEUS ERROS

Corações que reconhecem seus erros.
Somos seres que têm dificuldade em perdoar e em pedir perdão, isso é fato. É bem fácil ver isso no nosso relacionamento com as pessoas à nossa volta.
Contudo, no que se refere ao nosso relacionamento com Deus, é impressionante como pedimos perdão com mais facilidade. É aquela coisa de “pequei, fui perdoado”, de “amanhã vou ali pecar rapidinho, mas Deus me perdoa”, e estamos constantemente pedindo perdão pelo que sabemos que fizemos de errado, mesmo não havendo um real arrependimento nos nossos corações.

terça-feira, 22 de maio de 2018

MENSAGEM EM VÍDEO 878 - FÉ E OBRAS (2)


SERMÕES 25 - QUEM VAI LAVAR A LOUÇA?


QUEM VAI LAVAR A LOUÇA?

Propósito: Apresentar o papel do homem e da mulher idealizado por Deus na criação.

A brincadeira com este tema é simplesmente com o fim de levantarmos a questão qual é o papel do homem e da mulher no casamento? Por muitos anos, nossa cultura patriarcal, impôs à mulher uma diversidade de tarefas no lar, visto que esta não ingressava no mercado de trabalho. Cabia à esposa lavar a louça, varrer a casa, lavar o banheiro, lavar e passar as roupas da família, preparar café, almoço e jantar, cuidar das crianças, acompanhar os filhos na escola, etc. Ao homem cabia a tarefa de prover sustento da casa e ajudar em algumas tarefas no lar, como: cortar a grama, fazer concertos necessários na casa e levar o lixo para fora. Desta forma se definia o papel do homem e da mulher por meio de suas tarefas.

quinta-feira, 17 de maio de 2018

MENSAGEM EM VÍDEO 876 - APRENDENDO A ORAR (1): A BOA PARTE


REFLEXÃO 389 - A IMPORTANTE LIÇÃO DO SILÊNCIO

A importante lição do silêncio.

Um fazendeiro descobriu que tinha perdido o relógio no celeiro, muito valioso e de grande valor sentimental.
Após extensa procura em vão, ele recorreu à ajuda de um grupo de crianças e prometeu uma valiosa recompensa para quem encontrasse o seu relógio.
Quando o fazendeiro estava prestes a desistir, um menino lhe pediu uma chance para tentar, já que todos os outros não conseguiram.
Por quê não? Seria uma tentativa a mais.
Então, o fazendeiro autorizou o menino a entrar no celeiro.
Depois de um tempo, o menino saiu com o relógio em sua mão!
Todos ficaram espantados. Então o fazendeiro perguntou:- “Como conseguiu encontrar?”O menino respondeu:- “Eu não fiz nada a não ser ficar sentado no chão.
No silêncio, eu escutei o tique-taque do relógio e apenas olhei para a direção certa.”Uma mente em *paz* pode pensar melhor do que uma mente confusa.
Dê alguns minutos de silêncio à sua mente todos os dias, pois assim você ouvirá a voz de Deus que te conduzirá na direção certa e lhe ajudará a definir a sua vida!

Que nós possamos silenciar, porque só no silêncio, podemos ouvir a voz de DEUS …
A lição de hoje…
Bom silêncio pra você.

terça-feira, 15 de maio de 2018

MENSAGEM EM VÍDEO 874 - DEUS ESTÁ SEMPRE PRONTO PARA RECOMEÇAR CONOSCO (2)


SERMÕES 24 - NOVOS MODELOS DE “GERAÇÕES”


NOVOS MODELOS DE “GERAÇÕES”

Objetivo: Apresentarem aos pais e filhos caminhos para viverem acima da pressão exercida pela sociedade.

Em nosso último encontro apresentamos o conceito bíblico de família e vimos que família é uma instituição divina, isto é, idealizada e criada pelo próprio Deus. Também discorremos sobre alguns fatores que tem exercido uma forte pressão sobre a família. São eles:
·      Os novos valores éticos e morais construídos pela sociedade emergente.
·      As mudanças no mercado de trabalho com a chegada das mulheres.
·      As mudanças nos direitos individuais.
Sem dúvida estes fatores têm exercido mudanças significativas na vida familiar. Hoje veremos o quanto estas mudanças têm afetado a relação entre pais e filhos. Buscaremos nessa reflexão olhar para a bíblia mais uma vez e buscar respostas para que nossas famílias possam viver acima da pressão exercida pela sociedade contemporânea. Nosso desejo é sermos uma família sob a nova direção de Cristo e não na direção imposta pela sociedade.
Nos últimos anos o mercado de trabalho tem exigido dos pais maior tempo de dedicação e esforço. A concorrência do mercado não permite que os pais relaxem no conhecimento já adquirido. Sempre é preciso aprender mais. E o que dizer do trânsito das grandes metrópoles que também tomam um bom tempo dos pais no caminho entre o trabalho e sua casa. Diante disso temos cada vez mais pais ausentes na educação dos filhos.
Os pais de alguma forma tentam compensar suas ausências, presenteando seus filhos ou realizando seus desejos, assim os fazem algumas vezes mais na busca de tranquilizarem sua própria consciência, como quem diz “eu cuido do meu filho”, e por outras vezes por não terem realmente a coragem de dizer “não” aos filhos, acreditando que desta forma estão conquistando seu amor.
Essa realidade tem gerado um grande número de filhos problemáticos, de forma que se tornou tão perceptível que várias revistas publicaram artigos sobre este assunto.  

Translate