TRADUTOR

English French German Spain Italian Dutch
Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
By Ferramentas Blog

quarta-feira, 7 de setembro de 2011

MISSÕES 7 - DEUS E O MUNDO

DEUS E O MUNDO
              Para que possamos compreender a relação Deus e o mundo se faz necessário compreendermos o sentido da palavra kosmos (mundo no grego) na Bíblia. Essa palavra aparece com vários sentidos, portanto é necessário que consigamos distinguir cada um desses sentidos a fim de que tenhamos a compreensão verdadeira da relação Deus e o mundo.
Sem essa compreensão a Palavra de Deus se torna confusa para nós. Deus ama ou não o mundo? Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu seu filho unigênito... Não ameis o mundo nem as cousas que há no mundo. Se alguém amar o mundo, o amor do Pai não está nele (Jo 3:16; 1 Jo 2:15).
O termo Kosmos pode se referir apenas à criação. O mundo foi criado por meio do Logos (Jo 1:10). O mundo é compreendido como a soma total da criação, o universo, “os céus e a terra”. Temos o costume de traduzir muitas vezes criação como seres humanos, o que nos leva muitas vezes a compreensão de que Deus veio apenas para salvar homens e mulheres deixando de lado os demais seres criados.
Num sentido mais limitado, o mundo é a presente ordem de existência humana, o contexto espaço-temporal da vida do homem. Este é o mundo dos bens materiais, onde os homens se preocupam com “coisas” que são necessárias, mas que são temporárias e que muitas vezes se convertem em um fim em si (Lc 12:30). Anunciar o evangelho é proclamar a mensagem de um reino que não é deste mundo (Jo 18:36) e que, portanto, não ajusta sua política à dos reinos da terra.
Kosmos pode também significar a humanidade reclamada pelo evangelho, mas hostil a Deus e escravizada pelos poderes das trevas.
Contudo pode se referir também ao sistema organizado por Satanás (1 Jo 2:15). Este sistema é hostil a Deus. O mundo age de forma a levar a humanidade a se tornar inimigos de Deus. A quebra desse ciclo vicioso se dá na aceitação de Jesus Cristo como Senhor.
Com esses dados em mente passamos a analisar a relação Deus e o Mundo.

1 – DEUS CRIADOR DO MUNDO
No princípio criou Deus os céus e a terra (Gn 1:1). Essas são as palavras iniciais da Bíblia, o livro mais vendido do mundo.
Antes da criação da terra e dos céus há mistérios dos quais Deus não nos revelou. Como Deus criou os céus e a terra, também não foi revelado com profundidade. Pode Deus ter feito os céus e a terra com uma só palavra como muitos imaginam e do nada simplesmente ter aparecido a terra e tudo o que nela há. Poderia Deus também ao declarar haja... ter feito com que partículas minúsculas aos olhos humanos se movessem em direção umas as outras e desta forma ter desencadeado o processo da vida. Quem sabe poderia ter feito com que células evoluíssem. Quem sabe como Deus criou? Tantas são as teorias, mas quem estava lá?
O Livro de Gênesis descreve para nós o surgimento da vida na terra. Deus por meio de Sua palavra vai trazendo a existência o que não existia em nosso planeta. Entretanto não podemos deixar de observar que Deus em determinado momento faz com que a Terra trabalhe no processo da criação. E disse: Produza a terra[1] relva, ervas que dêem semente, e árvores frutíferas que dêem fruto segundo a sua espécie, cuja semente esteja nele, sobre a terra. E assim se fez.A terra, pois, produziu relva, ervas... (Gn 1:11-12).  Disse também Deus: Produza a terra[2] seres viventes, conforme a sua espécie: animais domésticos, répteis e animais selváticos, segundo a sua espécie. E assim se fez. E fez Deus os animais selváticos, segundo a sua espécie, e os animais domésticos, conforme a sua espécie, e todos os répteis da terra, conforme a sua espécie.  (Gn 1:24-25).
A Bíblia não é um livro cientifico, não é um livro de respostas às perguntas da humanidade. A Palavra de Deus é um livro escrito debaixo da inspiração divina com a finalidade de mostrar ao homem a salvação.
Contudo este livro é claro em afirmar que Deus criou e se não fosse por Ele nada existiria (Ef 3:9; Ap 4:11). Como cristãos precisamos ter esta certeza de que nada existe por acaso, mas tudo foi obra de uma mente inteligente, que tudo foi planejado cuidadosamente. Sim Deus é o criador do mundo, de todo universo.

2 – O MUNDO SE TORNOU HOSTIL A DEUS
O livro de Gênesis descreve a queda do homem (Gn 3). A desobediência do homem, que implica em querer ser independente de Deus, fez com que toda a criação se tornasse hostil a Deus.
Deus havia entregado ao homem o domínio sobre toda criação, mas com sua queda toda criação foi afetada.
Satanás passou a ter um poder sobre o mundo que não lhe foi conferido por Deus, mas da qual ele conquistou com a queda do homem se tornando por ordem divina inimigo para sempre do homem (Gn 3:15).
O caos foi instaurado com a desobediência. Os animais que conviviam em paz se tornaram inimigos. O mundo dos homens foi afetado pelo pecado (1 Jo 5:19).
Quando os evangelhos mencionam esta hostilidade, seus autores estão pensando no mundo como um sistema dominado pela injustiça, maldade, iniqüidade, idolatria, pensa-se em um sistema de sedução, de tentação, de perversão que induz o homem a caminhos contrários ao de Deus.
A este mundo somos chamado a odiar e a desprezá-lo. Entretanto muitos de nós desprezamos a criação em vez do sistema maligno que domina nosso mundo. Nos tornamos tão santos que não podemos parar para conversarmos com nosso vizinho, cumprimentarmos o guarda-noturno, estendermos a mão ao pobre e necessitado, curtirmos um dia ensolarado na praia, tudo que Deus criou transformamos em impuro; e, aquilo que deveríamos desprezar abraçamos. Brigamos por status e posições sociais dentro e fora da Igreja, não nos sentimos mal por sonegar, por mentir, por adulterar, por trapacear a fim de alcançarmos o sucesso que sonhamos. Buscamos a glória e sucesso deste mundo, desejamos ser reconhecidos por nossa sociedade como vencedores, mas não nos preocupamos com o parecer de Deus.

3 – DEUS AMA O MUNDO
Neste aspecto podemos entender que o mundo é o objeto do amor de Deus (Mt 6:26-30). Deus cuida de sua criação. O mundo não foi descartado por Deus como muitos pensam. O sistema que governa o mundo foi rejeitado, mas não o mundo criado. Deus não desistiu de sua criação e essa verdade não se refere apenas ao homem (Is 65:17; Jo 3:16; Rm 8:18-22). Deus criou o mundo e tudo que nele existe e tem planejado para sua criação um novo sistema de governo. O mundo vive no caos desde a queda do homem, contudo Deus não desistiu de seu projeto e o homem faz parte deste projeto.
A Terra foi criada por Deus e o homem foi criado por Deus para governá-la. Diante disso podemos afirmar que o homem é a criação principal de Deus. Por isso fez Deus o homem a sua imagem e semelhança (Gn 1:26-27). Entretanto isto não significa que o homem não precisa dos demais seres viventes e nem dá ao homem o direito de destruí-los por bel prazer.
Jesus disse que o Pai se preocupa até com os corvos (Lc 12:24). Deveríamos também nos preocuparmos com as demais espécies, pois foram criadas por Deus para a Sua glória.
O verdadeiro cristão ama toda criação e luta contra o sistema maligno que governa sobre a criação.

PERGUNTAS PARA REFLEXÃO:
1)      Qual o propósito de Deus para com o mundo criado?
2)      O que significa na Palavra de Deus a expressão: “não ameis o mundo”?










BIBLIOGRAFIA
PADILLA, C. René. MISSÃO INTEGRAL: ensaios sobre o Reino e a Igreja. São Paulo: FTL e Temática Publicações, 1992.



[1] Grifo meu.
[2] Grifo meu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Translate

NOTÍCIAS