TRADUTOR

English French German Spain Italian Dutch
Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
By Ferramentas Blog

quinta-feira, 2 de agosto de 2012

REFLEXÃO 57 - É TEMPO DE MEDALHAS


É TEMPO DE MEDALHAS

Medalhas olímpicas valem mais do que a família para alguns atletas. A família é deixada de lado em busca da medalha de ouro. Isso é humanidade?
O que esperar de uma nação que não tem o seu atleta como ser humano que carece de amor e cuidados?
Que mundo estamos construindo? Competir, competir, competir... O que estamos tentando provar? Quem é o melhor?
O melhor é aquele que serve, que corre para ser o segundo e se alegra em ver o primeiro feliz. O melhor é o que se humilha e não se exalta. Quem sabe o que deseja e o que é não precisa provar para ninguém que é o melhor.
"Onde está o seu tesouro está o seu coração".
Escrevo estas palavras pelo que li hoje em um site. Segue abaixo o texto na íntegra.



""O pai de Wu Minxia, campeã chinesa dos saltos ornamentais, admitiu ter escondido notícias sobre a mãe dela, que se trata de um câncer, para que a filha pudesse se concentrar na Olimpíada, o que gerou diversas críticas no país.

Wu Minxia, de 26 anos, levou a medalha de ouro no sincronizado de trampolim de 3m se tornando a primeira na história da modalidade a conquistar ouros em três Jogos consecutivos.

Os pais da atleta sempre foram extramamente rígidos para garantir o sucesso esportivo da filha, incluindo o fato de esconder as notícias da mãe que luta há oito anos contra um câncer no seio, noticiou o Shanghai Morning Post.

A família também manteve em segredo atá a informação da morte de um parente. "Wu nos ligou depois da avómorrer, e eu disse que tudo estava bem, sem problemas", revelou o pai da campeã. "Nunca falamos coisas sobre a família com nossa filha".

Milhares de chineses usaram as redes sociais para condenar a postura dos pais como um exemplo do quão duro é o plano esportivo do governo chinês.

"Além de deixar as pessoas loucas, nossa estratégia olímpica faz as pessoas perderem o lado humano", foi um dos comentários. "Nosso sistema nacional de esportes é desagradável", comentou outro.

O Shanghai Morning Post publicou ainda que os pais da campeã olímpica raramente encontram a filha, e que acompanham a vida dela apenas pelas redes sociais. Eles viajaram a Londres para torcer pela chinesa, mas não puderam encontrá-la pessoalmente até a final.

"Apenas enviamos uma mensagem de texto desde que chegamos em Londres, apenas para dizer que estávamos seguros. Ela não nos ligou porque estava ocupada com os treinos", completou o pai"" (www.br.msn.com)

Pr. Cornélio Póvoa de Oliveira
02/08/2012

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Translate

NOTÍCIAS