TRADUTOR

English French German Spain Italian Dutch
Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
By Ferramentas Blog

quinta-feira, 23 de agosto de 2012

REFLEXÃO 58 - ENTENDENDO A PRIORIDADE DE JESUS


ENTENDENDO A PRIORIDADE DE JESUS
(Mc 2.1-12)

No texto de nossa reflexão, Jesus, cura um paralítico trazido por quatro amigos. Este foi um milagre e tanto, mas o que gostaria de destacar nesta história são as seguintes palavras de Jesus: “Mas, para que vocês saibam que o Filho do homem tem na terra autoridade para perdoar pecados” – disse ao paralítico – “eu lhe digo: levanta-se, pegue a sua maca e vá para casa. Ele se levantou, pegou a maca e saiu a vista de todos...”.


Quando o paralítico foi colocado diante de Jesus, ele o perdoou de seus pecados. Jesus não o curou fisicamente, mas proveu a ele a cura espiritual, para que o mesmo pudesse provar de uma comunhão eterna com o Criador.
A cura física do paralítico só veio acontecer devido a incredulidade de alguns mestres da lei, que questionavam no seu íntimo se Jesus poderia perdoar pecados, pois compreendiam que esta era uma atribuição exclusiva de Deus.
Jesus ao curar o paralítico provava a estes homens que ele era Deus e que tinha o poder tanto para curar o físico, assim como, para curar o espírito.
Nesta história aprendemos duas coisas importantes:
1.       Que a prioridade de Jesus na vida do homem não é a cura física e temporal, mas a cura espiritual e eterna. Jesus não prioriza em sua missão nossa vida terrena, mas prioriza nossa vida eterna.
2.       Jesus curou para provar quem era aos incrédulos.
Talvez você diga em seu íntimo: “Jesus curou muitas pessoas. Jesus ainda hoje cura muitas pessoas”. É verdade! Não estou dizendo que Jesus não curou ou que não cura ainda hoje os que O buscam.

Mas precisamos refletir na seguinte pergunta: Por que Jesus curou? Para esta pergunta encontro três respostas, sendo que uma já mencionamos.
1.       Jesus curou para provar quem era, conforme o texto acima nos mostra, e somamos a este texto as palavras de Jesus aos discípulos de João Batista, que desejavam, assim como João Batista, saber se Ele era mesmo o Messias. A resposta de Jesus é “os cegos veem, os paralíticos andam,...”. Os sinais e maravilhas comprovavam sua divindade, testificam sua origem e seu poder.
2.       Jesus curou por compaixão. Todas as vezes que pessoas vinham até Ele, seu coração se compadecia, e Ele prontamente os curava e os libertava dos poderes das trevas.
3.       Jesus curou para glorificar o Pai que o enviou. A manifestação de seu poder e amor, manifestava ao povo o amor do Pai e o poder do Pai; dessa forma o Pai era glorificado.
Contudo a bíblia é muita clara em nos relatar que a prioridade de Jesus era a salvação da humanidade. Mais do que nos curar ou de nos libertar de algo passageiro, temporal, limitado a uma existência insignificativa quando comparada a eternidade, Jesus quer nos conduzir a vida eterna, onde nunca mais uma lagrima voltará a cair de nossos olhos, onde nunca mais sentiremos dor qualquer que seja, onde nunca mais seremos injustiçados, onde nunca mais nos separaremos de nossos entes queridos, pois a morte já não existirá.
Entretanto nós o buscamos tão somente para recebermos uma bênção temporal, pois não estamos focados na eternidade. Não conseguimos vencer o mal que nos afeta hoje, porque nossa carne clama pelo bem estar e nos aprisiona a uma visão limitada do que Cristo conquistou para nós.
Jesus não iria curar o paralítico, pois já tinha dado a ele a maior de todas as curas. Jesus curou todos que vieram a ele movido por sua compaixão, entretanto Jesus não curou todos que estavam próximos a ele, pois sua prioridade era a salvação de suas almas e não de seus corpos.
Jesus pode te curar hoje, pois seu amor e compaixão são muito grandes. Contudo seja grato, pois Ele já proveu cura maior para você.



Pr. Cornélio Póvoa de Oliveira
23/08/2012

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Translate

NOTÍCIAS