TRADUTOR

English French German Spain Italian Dutch
Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
By Ferramentas Blog

terça-feira, 5 de fevereiro de 2013

ANTROPOLOGIA 7 - AS DUAS ÁRVORES


As duas árvores
Gn 2: 9 - "E o Senhor Deus fez brotar da terra toda qualidade de árvores agradáveis a vista e boas para comida, bem como a árvore da vida no meio do jardim, e a árvore do conhecimento do bem e do mal."

Gn 3: 3 - Mas do fruto da árvore que está no meio do jardim, disse Deus: Não comereis dele, nem nele tocareis, para que não morrais."

Note que uma árvore estava ao lado da outra; e a árvore da vida não foi proibida.


Gn 2: 16,17 - "Ordenou o Senhor Deus ao homem, dizendo: De toda árvore do jardim podes comer livremente; mas da árvore do conhecimento do bem e do mal, dessa não comerás; porque no dia em que dela comeres, certamente morrerás."

A árvore do conhecimento do bem e do mal, desenvolve a vida da alma acima do espírito; a alma cresce e abafa o espírito. Eles escolheram alimentar a alma - representativa do EGO = independência.

A árvore da vida produz vida espiritual, do tipo de Deus.

Vamos recordar: primeiramente, o espírito foi soprado por Deus, veio direto de Deus e então, "o homem foi feito alma vivente". A alma é vida "feita", "criada"; o espírito foi soprado por Deus - vida transmitida. Sendo este o mais elevado tipo de vida é daí que deveria sair a influência / direção para todo o homem.

A árvore da vida foi oferecida para alimentar e fortalecer o espírito do homem, penetrar na alma e ser trazida ao corpo. E perpetuar a união do homem com Deus. A alma precisava deste alimento; precisava ser revestida da VIDA de Deus, que vem do espírito.

Mas o teste era justamente este: o homem teria que escolher, usando a sua vontade, o seu livre-arbítrio, ser controlado e dependente de Deus, ou ser independente e controlar sua própria vida.

O "comer" de uma das árvores deixaria claro a sua decisão. Seria a concretização (a obra) que evidenciaria em que ele cria.

O homem creu no diabo e se rebelou contra Deus.

Satanás fazendo apelos à carne e a alma atingiu o que realmente desejava: o espírito - este é o alvo de Satanás.

A cadeia de comando original no homem, "espírito/ alma/ corpo, foi quebrada, estragada, invertida; a alma passou para o comando, e o espírito morreu.

Se o Espírito de Deus, mais a Palavra de Deus produzem vida; a alma do homem, mais a palavra do diabo produzem morte.

Usando o corpo, Satanás atacou a alma. Para Eva foi na mente - a busca do conhecimento. É por isso que o conhecimento do homem natural não o leva a nada que o complete, que lhe traga satisfação, felicidade, alegria verdadeira... sempre falta alguma coisa. É por isso também que para conhecer a Deus, depois da queda, a "sabedoria dos sábios"tem que ser destruída pela "loucura da cruz" .

I Co 3: 18,20 - "Ninguém se engane a si mesmo; se alguém dentre vós se tem por sábio neste mundo, faça-se louco para se tornar sábio. Porque a sabedoria deste mundo é loucura diante de Deus; pois está escrito: Ele apanha os sábios na sua própria astúcia; e outra vez: O Senhor conhece as cogitações dos sábios, que são vãs."

I Co 1: 26 - "Ora, vede, irmãos, a vossa vocação, que não são muitos os sábios segundo a carne, nem muitos os poderosos, nem muitos os nobres que são chamados."

I Co 2: 8 - "A qual nenhum dos príncipes deste mundo compreendeu; porque se a tivessem compreendido, não teriam crucificado o Senhor da Glória."

Em I Tm 2: 14 e Gn 3: 14 diz que a mulher foi enganada. Ela seguiu a sugestão de Satanás colocando a mente (alma) na frente do espírito. Ela quis a sabedoria para a alma, para não depender de Deus. Mas o homem não foi enganado, pecou deliberadamente, agiu de olhos abertos. Por isso, ele foi responsabilizado pela queda. Ele foi vencido na área da emoção. A sua afeição, o seu amor por Eva foi maior do que por Deus.

Rm 5: 12 - "Portanto, assim como por um só homem entrou o pecado no mundo, e pelo pecado a morte, assim também a morte passou a todos os homens, porquanto todos pecaram."

Assim, por não crerem em Deus e na Sua Palavra, por desconfiarem dos atributos de Deus, o homem se separou de Deus, quis ser independente. Creu e obedeceu a Satanás. Ao fazer isso,o homem se tornou servo do diabo; e o diabo passou a ser "o príncipe deste mundo". Adão passou-lhe a terra.

Lc 4: 6 - "E disse-lhe: Dar-te-ei toda a autoridade e glória destes reinos, porque me foi entregue, e a dou a quem eu quiser."

Rm 6: 16 - "Não sabeis que daquele a quem vos apresentais como servos para lhe obedecer, sois servos desse mesmo a quem obedeceis, seja do pecado para a morte, ou da obediência para a justiça?"

Jo 14: 30 - "Já não falarei muito convosco, porque vem o príncipe deste mundo, e ele nada tem em mim."

I Jo 5: 19 - "Sabemos que somos de Deus, e que o mundo inteiro jaz no Maligno."

"A árvore era boa para comer"... ( Concupiscência da carne)

"Agradável aos olhos"... (Concupiscência dos olhos)

"Desejável para dar entendimento"... ( Soberba da vida )

( Concupiscência = cobiça)

"TOMOU-LHE DO FRUTO E COMEU, E DEU TAMBÉM AO MARIDO, E ELE COMEU".

IMAGEM MORAL PERDIDA Gn 1: 26 - Ef 4: 17,19.

COMUNHÃO COM DEUS PERDIDA Gn3: 8 - Is 59: 1,2.

MORTE ESPIRITUAL Gn 2: 17 - Ef 2: 1,5

MORTE FÍSICA Gn 3: 19 - Rm 5: 12

TRABALHO DESAGRADÁVEL Gn 3: 19

MALDIÇÃO SOBRE A TERRA Gn 3: 17 - Hb 6: 8 - Rm 8:19,22




Autor Desconhecido


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Translate

NOTÍCIAS