TRADUTOR

English French German Spain Italian Dutch
Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
By Ferramentas Blog

quarta-feira, 17 de abril de 2013

FAMÍLIA 18 - A ARTE DE EDUCAR FILHOS


A arte de educar filhos

autor desconhecido
Introdução:

Temos visto muitos pais hoje em dia desorientados e perdidos quanto à educação de seus filhos. Num mundo de liberdades exageradas com uma filosofia de vida sem limites que pelas conseqüências já provou ser destrutiva e maléfica.
O que fazer? Como educar os filhos, de maneira que não sejam reprimidos sem deixá-los sem correção?
Nunca houve em outro tempo uma destruição do conceito de família como temos vistos em nossos dias. Pais que não se entendem, filhos que não entendem os seus pais e pais que não entendem o seus filhos, tornando do ambiente familiar uma bagunça e até mesmo um ambiente de guerra.
"Eu e a minha casa serviremos ao Senhor" (Josué 24:15)
As famílias estão sofrendo daquilo que chamamos de desintegração familiar. E a mágoa e o rancor parece um sentimento freqüente e normal entre a família.
"...em ti serão benditas todas as famílias da terra" ( Gen. 12:3)

A palavra de Deus tem um padrão equilibrado de ensino e instrução quanto a criação de filhos:


1) Educar através do modelo.
"Não removas os marcos antigos que puseram seus pais" (Prov. 22:28).
É aquele que discipula seu filho em amor. Muitos casais se frustam na educação de seus filhos por causa das suas próprias incoerências.
Existe conflito entre o que é ensinado e o que de fato praticado.
A falta de modelo e exemplo no ensinamento faz com que os pais percam a autoridade sobre os seus filhos.
"instrui a criança no caminho que deve andar, e até quando envelhecer não se desviará dele" (Prov. 22:6)

Treinar significa: adestrar, formar hábitos pelo exercício, técnica de reflexo condicionado.
Temos visto o fato de liberdade total dos filhos onde podem fazer o que querem sem dar nenhuma satisfação isso é indiferença. E vemos famílias derrubadas, no meio de guerras e até mesmo agressões verbais e físicas por causa da indiferença dos pais.
Os pais que não dão exemplo e ainda assim querem cobrar de seus filhos. Se você nunca ora ele não vai aprender. existem pais que ensinam seus filhos a xingarem e acham que estão abafando.

Instruir: Envolve aprender através de palavras e ações.
Ele vai aprender a amar os outros vendo como você trata a sua esposa.
Coloque limites, estabeleça um projeto para o seu filho, pois Deus vai cobrar de você a vida de seu filho.

2) Educar através da disciplina.
Para viver em um clima de segurança, a criança precisa também de regras (Revista Veja - Família Pais e Filhos com hora marcada - Edição de Julho/1997).
Disciplina significa: treinamento para agir de acordo com regras estabelecidas.
Há uma mentira que não devemos corrigir nossos filhos porque isso vai marca-los de forma negativa, mais não fazer isso é falta de amor.
Disciplina significa correção: "As tolices estão ligadas ao coração das crianças, mas a vara de disciplina a afastará dela" (Prov. 22:15).
Disciplina significa imposição de limites: "Não retires da criança a disciplina, pois se a corrigires com a vara não morrerá" (Prov. 23:13).
Disciplina significa resultados positivos: "A vara e a disciplina dão sabedoria, mas a criança entregue a si mesma vem a envergonhar a sua mãe" (Prov.29:15).

3) Como corrigir com a vara:
Cuidado com os excessos na correção, pois a correção é feita com vara que é um galhinho de árvore e não com chicotes, cordas, fios, etc. e nunca com a mão pois a mão deve ser associada a carinho e ao afago.
"Porque os mandamento são lâmpada, o ensino é luz e as correções de disciplina são o caminho de vida" (Prov. 6:23).
Correção não é agressão é um ato de amor. que você deve fazer sem estar alterado emocionalmente e explicar para a criança antes de corrigi-la
·         Quando parecer que seu filho errou pergunte calmamente o que aconteceu, quem fez e como aconteceu.
·         Avalie o que houve.
·         Explicar o que é errado, instruindo seu filho no que é correto.
·         Corrigi-la verbalmente, explicando que ele errou e avisa que irá corrigi-la com vara se ela não mudar
·         Na reincidência chame seu filho a um lugar separado.
·         Ore com ele por você e por seu filho.
·         Corrige com vara com mansidão.
·         Pai e mãe devem estar absolutamente unidos ao aplicar a vara, apoiem integralmente um ao outro, se você achar que um ou outro foi severo demais nunca transpareça isso na frente da criança. Converse em separado depois.
·         Da carinho e afeto.

"Quem ama a disciplina ama o conhecimento, mas quem aborrece a repreensão é estúpido" (Prov. 12:1).

4) Educando com carinho e amor.
Vemos que muitos dos problemas que temos hoje de auto imagem, de rejeição são provenientes da não expressão de amor de nossos pais, que muitas vezes nos ignoraram ou agiram sem amor para com nossas vidas.
Demonstre amor pelo seu filho, seja carinhoso, abrace, beije, fale palavras de afirmação.
Como Deus demonstrou amor para nosso vidas demonstre amor pelo seu filho. Quebre o gelo, a vergonha, existem pessoas que nunca abraçaram seus filhos. Fale que você sente orgulho dele.
Expresse o seu sentimento pelo seu filho.

"Palavras agradáveis são como favo de mel, doces para a alma e medicina para o corpo" (Prov. 16:24).
Cuidado em não provocar o seu filho, colocando um peso sobre ele que ele não pode suportar.

"E vós pais não provoqueis vossos filhos a ira, mas criais na disciplina e admoestação do Senhor" (Ef. 6:4)

Conclusão
A família é um projeto de Deus.
Famílias restauradas, Igreja Forte, Cidade abençoada.
A boa educação e instrução no lar resultará no aperfeiçoamento do caráter dos filhos, no relacionamento sadio da família, num grande benefício para a sociedade como um todo.
Mas o grande objetivo e responsabilidade dos pais é levar seus filhos a Deus.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Translate

NOTÍCIAS