TRADUTOR

English French German Spain Italian Dutch
Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
By Ferramentas Blog

sexta-feira, 16 de agosto de 2013

REFLEXÃO 128 - BUSCANDO VINHO NOVO PARA MEU CASAMENTO

BUSCANDO VINHO NOVO PARA MEU CASAMENTO
Jo 2.1-11

Introdução
Tenho tido a oportunidade de aconselhar vários casais e tenho percebido que muitos deles chegam a sala de aconselhamento sem alegria, sem forças para reagir a situação em que se encontram, chegam acreditando que o casamento está a beira do fim.

Contexto
            Jesus foi convidado para uma festa de casamento. Assim como todo casamento havia ali muito vinho, muita alegria por parte dos noivos. A festa de casamento é realizada com o fim dos noivos e os pais dois noivos de dividir com os demais parentes e amigos a grande alegria daquele momento.
Devemos nos lembrar que o vinho na cultura judaica simboliza alegria. Todo casamento inicia-se com os noivos cheios de vinho O que quero dizer é que todo casamento inicia-se com os noivos cheios de alegria. Este é o momento aguardado com muita ansiedade pelos noivos, é a realização de um sonho.
Entretanto percebemos na história que o vinho vai se acabando no decorrer da festa. Uma festa sem vinho seria algo muito vergonhoso para os anfitriões, era como se eles estivessem mandando os convidados embora da festa. Contudo Jesus intervém na história e salva aquela festa de casamento oferecendo a eles um vinho melhor do que já haviam provado.
Vejamos o que podemos aprender através deste texto ou desta história.


1 – Sinais que o vinho está acabando
Jo 2.3 – “Tendo acabado o vinho, a mãe de Jesus lhe disse: Eles não tem mais vinho”.
É interessante observarmos que a mãe de Jesus é quem manifesta a preocupação pelo fim do vinho. Maria percebe alguns sinais de que a alegria do casamento estava chegando ao fim. Possivelmente ela percebeu comentários daqueles que serviam os convidados. Quando Maria vai verificar se o vinho estava acabando, ela constata que o vinho já tinha acabado.
Muitas vezes as primeiras pessoas a verem que o casamento chegou ou está chegando ao fim são as pessoas de fora, isso se deve a duas razões:
·         Primeiro porque o casal devido ao fato de viverem cercados de atividades não prestam atenção nas necessidades do outro. Isto acontece porque a prioridade deles não é o casamento, estão tão atentos aos cursos que fazem, a carreira profissional, que não enxergam a família e a necessidade de seu cônjuge.
·         Segundo porque o casal prefere não lidar com seus erros. Vivem uma realidade paralela e se negam a encarar a realidade. Preferem viver o faz de conta que o casamento esta tudo bem. Negam a ver que o vinho esta se acabando.
O resultado da falta de atenção as necessidades da esposa ou do marido, o resultado de se negar a encarar a realidade de que o vinho esta se acabando, leva diversos casais a se surpreenderem quando um dos cônjuges chega e diz “quero me separar”. Ninguém acorda numa manhã e diz “eu vou me divorciar”.
Fique atento aos sinais que o vinho está se acabando. Quando o dialogo não passa de conversas como: você pagou a conta do telefone? Você se lembrou de ir na reuniões dos pais na escola? Você se lembra que amanhã tem promessa de seu filho no escoteiro?
Quando já não a dialogo na mesa, sentam juntos para uma refeição e nada dizem um para o outro. Quando saem e percebem que o outro não tem o desejo de segurar na mão. Quando já não existe mais riso. Quando um casal não ri mais das bobeiras do outro é porque o vinho está se acabando. Quando já não existem mais o desejo de levar o outro no restaurante predileto.
Possivelmente o sintoma mais grave se manifesta quando começam a se agredir verbalmente, a criticar um ao outro diante dos filhos. O marido já não deseja mais seduzir a esposa, não encontra mais força e ânimo para isso. A mulher já não deseja se arrumar mais para o marido. A cumplicidade acabou. Não existem mais sonhos comuns e cada um vive seu projeto pessoal.
A triste noticia é que todo casamento experimenta a dor de ver o vinho se acabar. Quando chegar este dia nunca aborte seu casamento. Não inicie uma nova relação com novo vinho, pois um dia o vinho também se acabará e você desejará abortar esta nova relação.
Você precisa fazer uma escolha neste momento: “Qual voz eu vou ouvir? A voz de Jesus? A voz de meus sentimentos? A voz dos meus amigos? A voz da cultura que me cerca?”.

2 – Vivendo a obediência em tudo
Jo 2.5 – “Então ela falou aos serventes: fazei tudo o que ele vos disser”.
Todo verdadeiro discípulo de Cristo se entrega plenamente a Cristo e a Sua vontade. Abre mão do seu querer para viver a vontade de Cristo. O verdadeiro discípulo ouve a voz de Jesus, seu Senhor.
Obedecer a Jesus é a opção de redirecionarmos toda nossa vida ao comando da Palavra de Deus. Quem decide seguir a Jesus decide por em pratica seus ensinos e princípios. Deixa de seguir a sua própria vontade e se subjuga a vontade de Jesus, embora isso possa ir contra a própria vontade.
Qual a voz você quer ouvir? A das novelas? Das conversas do salão de beleza? Do cafezinho nos horários de trabalho? Da cultura que você esta inserido? Ou quer ouvir a voz de Deus? Por favor não ouça a voz da sua vontade, mas a de Jesus.
Quando se chega a conclusão que o vinho esta acabando você precisa optar por realinhar sua vida segundo a agenda e os valores de Cristo.
Se o vinho acabou é preciso reconhecer que você faliu, que não tem mais recursos e se render plenamente a Cristo e aos seus princípios. Quando você reconhecer isso você estará pronto para entrar no “processo de restauração” do seu casamento – encher os potes.
Jo 2.7a – “Jesus lhes disse: Enchei d´água as talhas”. Eles encheram até onde dava. Eles obedeceram sem preguiça, foi uma entrega total.
No tempo de Jesus não existia torneira, tinham que pegar água na cisterna. Por que Jesus sendo Deus não fez o vinho aparecer do nada nos potes? Jesus não poderia fazer isto? É claro que sim. Então nos perguntamos: por que Jesus mandou eles buscarem água? A resposta a este pergunta é porque Jesus sempre opta que o homem participe do milagre, que ele trabalhe junto no processo da restauração.

3 – Processo da Restauração
Jo 2.7b – “E eles encheram totalmente”. Eles encheram até onde dava. Eles obedeceram sem preguiça, foi uma entrega total.
Não levem a mal o que vou dizer, não falo isso por falta de fé, mas por entender que Jesus deseja que você participe do processo de restauração do seu casamento. Se você não participar do processo você não conseguirá manter sua relação com seu cônjuge da maneira correta e logo estará em crise novamente. Alguns na busca de salvar seu casamento praticam diversos ritos, correntes disso ou daquilo, frequentam sessões de descarrego, ofertam tudo na busca de receberem uma nova vida em seus casamentos. Acreditam que suas ofertas podem comprar uma mudança de vida sem passar pelo processo da restauração. Buscam vinho novo sem desejar encher os potes.
Contudo é necessário encher os potes com carinho, com respeito pelo outro, com perdão, com dedicação aos sonhos e necessidades do outro, sim, é preciso encher os potes, é preciso trabalhar antes que de Jesus fazer com que o vinho novo surja no coração do seu cônjuge.
O milagre acontece quando agimos – o povo atravessou o mar vermelho porque andaram em direção ao mar. As muralhas caíram porque o povo marchou em volta dela – o milagre acontece quando você entra no processo da restauração.
Encher o pote para você pode significar desligar a TV e começar um dialogo, desligar o vídeo game e chamá-la para sair, perdoar os tropeços que foram dados pelo outro, demonstrar respeito pela vontade ou pelos pensamentos do outro, buscar o prazer do outro. Encher o pote significa ir em direção ao outro.
A questão não é se sinto ou não vontade, mas de obedecer a Jesus. Ele mandou encher os potes e não buscar vinho em outra relação. Obediencia não tem nada a ver com minha vontade, pois eu aceitei fazer tudo o que Ele me dissesse. Eu voluntariamente o coloquei como Senhor de minha vida.
Somente por meio da obediência você experimentará vinho novo em seu casamento. Venha não é uma questão de correntes, mas de atitudes. A obediência trará vinho novo e a alegria voltará em sua relação com seu cônjuge.

Conclusão: Quero concluir dizendo que essa verdade também serve para as demais relações de sua vida, na relação com seu pai, amigos, familiares, vizinhos, etc.
Tome a decisão de encher os potes. Marido caminhe em direção a sua esposa. Esposa caminhe em direção ao seu marido. Deus quer colocar vinho novo em seu pote. Você somente precisa obedece-lo.  Tome essa decisão agora.


Pr. Cornélio Póvoa de Oliveira

02/07/2013

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Translate

NOTÍCIAS