TRADUTOR

English French German Spain Italian Dutch
Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
By Ferramentas Blog

sexta-feira, 13 de setembro de 2013

CRIAÇÃO 5 - A CRIAÇÃO DO HOMEM

A Criação do homem
Espírito, Alma e Corpo
A queda
As duas árvores
As consequencias da queda
Folhas de figueira

A CRIAÇÃO DO HOMEM
Gn 1: 26 - "Também disse Deus: Façamos o homem `a nossa imagem, conformea nossa semelhança ; tenha ele domínio sobre os peixes do mar, sobre as aves dos céus, sobre os animais domésticos, sobre toda a terra e sobre todos os répteis que rastejam pela terra.
Gn 2: 7 - "Então formou o Senhor Deus ao homem do pó da terra, e lhe soprou nas narinas o fôlego de vida, e o homem passou a ser alma vivente".
A informação bíblica é bem clara: Deus criou o homem e dele formou a mulher. A obra da criação é maravilhosa e grandiosa, mas a informação é simples.
O homem é diferente e superior a qualquer outra criatura em sua compolição, pois sómente dele é dito que foi feito à imagem e semelhança de Deus.
Os anjos são espíritos por criação.
Hb 1: 7 - "Ainda, quanto aos anjos, diz: Aquele que a seus anjos faz ventos, e a seus ministros, labareda de fogo.
Mas a composição espiritual do homem não foi por criação, foi por inspiração direta de Deus: Deus soprou nas narinas do homem que ele formou do pó. O homem é único neste aspecto.
O espírito soprado por Deus no homem é o princípio da vida de Deus no homem. A bíblia diz que "é o espírito que vivifica". Jo 6: 63.


Imagem e Semelhança
Jo 4: 24 - "Deus é espírito". A palavra "fôlego", no hebraico e no grego também significa "espírito". Quando Deus soprou no homem, Ele estava lhe dando o mesmo tipo de vida que Ele Tem: ZOE (grego).
Sl 8: 3,8 - "Quando contemplo os teus céus, obra dos teus dedos, e a lua e as estrelas que estabeleceste, que é o homem, que o visites? Fizeste-o, no entanto, por um mpouco, menor do que Deus, e de gória e de honra o coroaste. Deste-lhe domínio sobre as obras da tua mão, e sob seus pés tudo lhe puseste: ovelhas e bois, todos, e também os animais do campo; as aves do céu e os peixes do mar, e tudo o que percorre as sendas dos mares."
O homem foi feito para ser o reflexo, a réplica, a extensão de Deus na terra. O ser corpo é simplesmente para transportar o verdadeiro ser espiritual em total harmonia com Deus, e contactá-lo com o mundo material que Deus mesmo preparou.
O corpo, formado do pó da terra recebeu o Espírito de Vidas. Quando o Espírito ( o sopro) tocou o corpo, a alma se manifestou. "O homem foi feito alma vivente".
A característica do homem é a alma. Foi a alma que tornou o homem vivo e consciente de si.
O homem é o que sua alma é. A alma representa o homem.
Com o Espírito se contacta o mundo espiritual - as coisas de Deus.
Com a Alma se contacta o mundo intelectual.
Com o Corpo se contacta o mundo material.
A alma está entre o Espírito e o Corpo, e os une. Mas ela é influenciada por um dos dois, tornando o homem Espiritual ou Carnal.
O comando deveria vir do espírito - a parte mais elevada do homem, pois é no espírito que Deus Se comunica. A alma comandada pelo espírito governaria o corpo.
O homem não é um autômato e tem todo o poder de decisão na sua vontade ( o livre arbítrio ) que está na sua alma.
O homem espiritual é aquele que tem o corpo submetido ao espírito, por determinação da alma.
A alma é o ego do homem. Ela revela a personalidade do homem. É a vida natural do homem. A parte da auto-consciência do homem.
Ela é formada por Mente - Vontade - Emoção. O tempo todo estas funções estão em movimento. O expressar conjunto destas 3 áreas é que forma a personalidade do homem.
Estes elementos fazem possível uma pessoa se relacionar com as outras, e a serem indivíduos.
A alma realiza funções próprias sómente dela. Exs.: pensar / sentir / (amar, gostar, odiar) / querer. Quando dizemos: Eu penso/sinto/quero - são ações da alma, embora é a pessoa toda se expressando.
A alma depende do corpo para se expressar e vice-versa. Esta interdependência é chamada de "homem exterior".
II Co 4: 16 - "Por isso não desanimamos: pelo contrário, mesmo que o nosso homem exterior se corrompa, contudo o nosso homem interior se renova de dia em dia."
A alma está entre o corpo e o espírito, e os une. Mas, ela recebe a influência e o caráter de um deles ( como sendo dela própria ). Ela é afetada por um deles.
O papel da alma é fazer a comunicação e a harmonização entre corpo e espírito, mantendo um funcionamento perfeito que acontecerá quando o corpo se submeter ao espírito.
No plano de Deus, o funcionamento do homem é:
- Deus habitando no Espírito.
- O Eu habitando na Alma.
- Os sentidos habitando no Corpo.
- O comando vindo do Espírito e em total harmonia.
Ser espiritual é ter o corpo submetido ao espírito por determinação da alma.
Espírito - patrão
Alma - Mordomo
Corpo - Servo
Vemos, assim, que o poder da alma é enorme.
A alma é o eixo, e para onde ela se inclinar, vai determinar o que o homem é.
O homem não é um autômato que se move sob a vontade de Deus; ele tem todo o poder de decisão.
A vontade de Deus é que o espírito (feito à sua semelhança) controle e governe o homem; mas é a vontade do homem que vai determinar.
A alma é o elemento que caracteriza o homem. O homem "foi feito alma vivente". O homem não é espírito, ele é alma!
O espírito ( habitado pelo Espírito Santo) deve nos dirigir. É dali que deve sair o comando; mas o espírito não representa o homem. É a alma submetida ao espírito, pela própria vontade, que nos torna espirituais!
O homem não foi feito "espírito" ( a característica dos anjos é ser espíritos); mas ele foi feito para ser espiritual.
O espírito é feito novo,
O corpo será transformado.
A alma tem que ser influenciada.
O homem é espírito - alma - corpo.
I Ts 5: 23 - " O mesmo Deus da paz vos santifique em tudo; e o vosso espírito, alma e corpo, sejam conservados íntegros e irrepreensíveis na vinda de nosso Senhor Jesus Cristo. "
Hb 4: 12 - "Porque a palavra de Deus é viva e eficaz, e mais cortante do que qualquer espada de dois gumes, e penetra até ao ponto de dividir alma e espírito, juntas e medulas, e apta para discernir os pensamentos e propósitos do coração".
Lc 1: 46,47 - "Então disse Maria: A minha alma engrandece o Senhor, e o meu espírito se alegrou em Deus, meu Salvador".
II Rs 23: 25 - "Antes dele não houve rei que lhe fosse semelhante, que se convertesse ao Senhor de todo o seu coração, e de toda a sua alma, e de todas as suas forças, segundo toda a lei de Moisés; e depois dele nunca se levantou outro igual".
Sl 84: 2 - "A minha alma suspira, e desfalece pelos átrios do Senhor; o meu coração e a minha carne exultam pelo Deus vivo! "
Carne se refere ao corpo, ,portanto, vemos que o corpo tem sua vida própria.
Lv 17: 11 - "Porque a vida da carne está no sangue".
A confusão que se faz é porque a palavra "vida" às vezes está traduzida por "alma"e isto faz pensar que a alma é a vida do corpo e que quando a alma sai, o corpo morre. Mas, tudo indica que a alma sai porque o corpo morre. ( como alguém se suicidaria? )
Gn 35: 18 - "Ao sair-lhe a alma ( porque morreu), deu-lhe o nome de Benoni; mas seu pai lhe chamou Benjamim."
O animal tem vida, mas é vida comunicada de maneira impessoal, é vida criada; a do homem é vida transmitida, a qualidade é diferente, é por isso que há julgamento para quem mata o homem, mas não para quem mata animais.
Enquanto a alma se ocupa do mundo natural, o espírito se ocupa do mundo espiritual.
Sómente com o espírito é possível entender as coisas de Deus que são espirituais: "Deus é espírito".
A bíblia chama o homem que não entende as coisas de Deus de "homem natural". O que entende e só quer entender tudo com a alma.
I Co 2: 14,15 - "Ora, o homem natural não aceita as coisas do Espírito de Deus, porque lhe são loucura; e não pode entendê-las porque elas se discernem espiritualmente. Porém o homem espiritual julga todas as coisas, mas ele mesmo não é julgado por ninguém".
O espírito foi dado ao homem para ser o lugar de habitação e de comunicação com Deus. Ele está além da consciência própria do homem e acima da sua sensibilidade. É no espírito que o homem se une a Deus, compreende a Deus e serve a Deus.
Rm. 1: 9 - "Porque Deus, a quem sirvo em meu espírito, no evangelho de seu Filho, é minha testemunha de como incessantemente faço mensão de vós. "
O espírito está dividido em 3 áreas:
Intuição - é o entendimento espiritual / o sentimento espiritual. É completamente diferente da mente e emoção da alma.
Cl 1: 8,9 - "O qual também nos relatou do vosso amor no Espírito. Por esta razão, também nós, desde o dia em que o ouvimos, não cessamos de orar por vós, e de pedir que transbordeis de pleno conhecimento da sua vontade, em toda a sabedoria e entendimento espiritual."
É na intuição que o Espírito Santo imprime Seu entendimento, emoção/vontade.
O entendimento/ sentido que vêm da intuição não são influenciados por nada externo. Eles saem diretamente do interior do nosso ser - do espírito.
O entendimento / sentimento da alma é produzido pelas circunstâncias externas,, como acontecimentos, influência de pessoas, etc.
A intuição expressa o pensamento do espírito do homem (espiritual), que é o pensamento de Deus, trazido pelo Espírito Santo.
Ex.: Às vezes decidimos (alma) fazer algo, e em nossa alma tudo indica que vamos fazer, temos que fazer, é bom fazer, eu quero fazer, etc. Mas lá do mais interior do meu ser vem uma oposição, sem palavras, sem explicação. É a intuição. Às vezes é o contrário. Não queremos fazer uma coisa, mas "algo"irracional, incompreensível para a minha mente me impulsiona a fazer.
Geralmente, a intuição é oposta ao racional.
Mas só quando somos controlados pelo Espírito Santo que habita em nosso espírito,é que vamos percebendo mais claramente, mais marcantemente esta "voz"do Espírito atuando através da intuição que está no nosso espírito recriado.
Quando a intuição opera, o homem "sabe que sabe, sem poder explicar como e porque sabe, porque o raciocínio não entra aí."
"Saber - Entender / Compreender"
O "Saber"vem da intuição. O "Entender"vem da mente. O Espírito Santo traz o "saber"ao nosso espírito. Nosso espírito leva a mente a "entender".
Ex.: tomamos uma decisão sem entender por que! Mas "sabemos"que temos que tomá-la. Muito tempo depois é que entendemos porque tomamos aquela decisão, e geralmente é um alívio porque então vemos que se fizéssemos o contrário seria horrível.
É através da intuição que recebemos: discernimento, revelação, conhecimento de Deus, a direção de Deus, etc.
Adoração - a adoração está embutida na comunhão com Deus. Deus só pode ter comunhão ( ter coisa em comum ) com alguém que possua uma natureza semelhante a Dele. Não existe comunicação e consequentemente comunhão entre duas naturezas diferentes.
Jo 4: 24 - "Deus é espírito; e importa que os seus adoradores o adorem em espírito e em verdade".
A adoração é a resposta do homem ao amor de Deus, a esta comunhão que Deus oferece e dá ao homem.
Consciência - é o padrão de Deus presente no espírito. Ela reprova o pecado e aprova a justiça.
É na consciência que Deus expressa a Sua santidade. Quando o espírito do homem está em ordem, renascido e em plena função, ele pode claramente entender como deve ser o seu procedimento, porque o padrão está ali e diz: "Sede santo, porque Eu, Jeová, Sou Santo".
A consciência opera junto com a intuição. Quando fazemos algo que desagrada o Espirito Santo, elas nos deixam algo inquietos ( bem lá no fundo).
Mas, precisamos não confundir a consciência espiritual, com a consciência carnal. Esta faz o bem e o mal por conveniência. Ela aprende que fazendo certas coisas vai receber premio ou castigo. Mas ela não tem a preocupação de fazer o certo pelo certo; mas é o receio da disciplina/ da censura/ da não aceitação, se fizer errado.
Ela é comparadora e elástica, isto é, vai se ajustando ao que se chama "nova moralidade", que faz o imoral aceitável à sociedade: o homosexualismo, sexo antes e fora do casamento, troca de casais, roupas imorais, falar palavrões e obscenidades. Quando dizemos "hoje em dia é assim mesmo", é o elástico se esticando.
A consciência do espírito é de convicção. Ela está em nós para Deus nos alertar de acordo com seu padrão. O mal e o bem são determinados de modo muito diferente da consciência carnal. O bem é bem por sua própria natureza e também o mal.
Ela não é influenciada por nada externo, nemm pelo conhecimento acumulado na mente, mas ela traz um julgamento direto/independente. Se agirmos errado, ela acusa.
Vimos então, que o espírito também tem funções próprias - intuição/adoração - comunhão/consciência.
O espírito é o "homem interior". Ali é o lugar onde Deus Se comunica, habita, tem comunhão com o homem.
Deus é Tri-Uno: 3 Pessoas que formam um Deus.
O homem é trino: 3 partes diferentes, formando uma única pessoa.
Este é um aspecto da "imagem e semelhança". Podemos dizer também que é a marca de Deus no homem. "3" é marca de Deus : espaço/energia/tempo - reino animal/ vegetal/mineral.
Depois de formar o homem, Deus lhe deu a terra e colocou tudo sob o seu domínio.
Gn 1: 26 - "Também disse Deus: Façamos o homem à nossa imagem , conforme a nossa semelhança; tenha ele domínio sobre os peixes do mar, sobre as aves dos céus, sobre os animais domésticos, sobre toda a terra e sobre todos os répteis que rastejam pela terra".
Sl 8: 6,8 - "Deste-lhe domínio sobre as obras da tua mão, e sob seus pés tudo lhe puseste: ovelhas e bois, todos e também os animais do campo; as aves do céu e os peixes do mar, e tudo o que percorre as sendas dos mares".
Sl 115: 16 - "Os céus são os céus do Senhor, mas a terra deu-a ele aos filhos dos homens".
O homem começou a falar, a agir e Deus estava observando. Notemos a liberdade, inteligência, criatividade de Adão.
Gn 2: 19 - "Havendo, pois, o Senhor Deus, formado da terra todos os animais do campo, e todas as aves dos céus, trouxe-os ao homem, para ver como este lhes chamaria; e o nome que homem desse a todos os seres viventes, esse seria o nome deles".
Neste ponto do estudo, precisamos nos lembrar que já existia um adversário e, por esta razão, Deus havia dito para o homem também guardar o jardim.
Gn 2: 15 - "Tomou, pois o Senhor Deus ao homem e o colocou no jardim do Éden para o cultivar e o guardar".
Satanás não é homem e por isso não pode intervir na terra (nem seus anjos) a não ser por intermédio de homens. Ele odeia a Deus, é seu adversário e, consequentemente, odiou o homem feito à imagem de Deus e destinado a assentar-se no trono de Deus - tudo o que ele queria para si. Não, ele não permitiria isso. Então, usando o corpo de um animal, a serpente, ele veio roubar, matar e destruir o homem e o plano de Deus.
Jo 8: 44 - "Vós sois do diabo, que é vosso pai, e quereis satisfazer-lhe aos desejos. Ele foi homicida desde o princípio e jamais se firmou na verdade, porque nele não há verdade. Quando ele profere a mentira, fala do que lhe é próprio, porque é mentiroso e pai da mentira".
Jo 10: 10 - "O ladrão vem sómente para roubar, matar, e destruir; eu vim para que tenham vida e a tenham em abundância".

A QUEDA DO HOMEM
O que aconteceu ao homem assim criado?
Gn 2: 15 - "Tomou, pois, o Senhor Deus o homem, e o pôs no jardim do Éden, para o lavrar e guardar".
"Cultivar e guardar". Esta palavra indica que havia perigo, havia um adversário.
Satanás = adversário.
Satanás já estava ali observando. Ele odeia a Deus e ao homem feito `a imagem e semelhança de Deus, destinado ao trono de Deus, com os anjos a seu serviço, para dominar a terra. Tudo o que ele queria para si.
Mas Deus decretou que a terra era do homem e que só ele podia agir no planeta. Satanás não é homem, portanto, não pode agir diretamente na terra. Ele precisa de "canais" seus para agir aqui.
Lógicamente, para colocar seus planos em ação, Satanás teria que destruir a vida do homem e o plano de Deus para a terra.
Como não havia homens na terra para ele usar, ele usou um animal, a serpente. Que ironia! Em vez de "dominar sobre os animais", amulher deu ouvidos `a um animal - e aí já estava saindo da ordem estabelecida por Deus.
Satanás não poderia anular a existência do homem - pois este era "alma vivente"; mas conhecendo a Deus, ele sabia que se o homem se rebelasse e se tornasse independente à ordem divina, Deus se afastaria, e o homem ficaria separado de Deus, e isto é morte. Morreria espiritualmente, e depois fisicamente.
Satanás colocou a semente do pecado no homem; este a recebeu, e passou DA VIDA para a MORTE. Ficou separado de Deus porque perdeu a vida de Deus - MORREU!
O homem se tornou servo de Satanás que, por sua vez, se tornou "príncipe deste mundo", e a terra passou para suas mãos.
Jo 14: 30 - "Já não falarei muito convosco, porque vem o príncipe deste mundo, e ele nada tem em mim".
Lc 4: 6 - "E disse-lhe: Dar-te-ei toda a autoridade e glória destes reinos, porque me foi entregue, e a dou a quem eu quiser.
Satanás vem, como Jesus descreve em Jo. 8: 44 "homicida desde o princípio", disfarçado, mentiroso - "o pai da mentira".
Ele sempre ataca de fora para dentro.
Gn 3: 1,6 - "Ora, a serpente era o mais astuto de todos os animais do campo, que o Senhor Deus tinha feito. E esta disse `a mulher: É assim que Deus disse: Não comereis de toda árvore do jardim? Responde a mulher `a serpente: Do fruto das árvores do jardim podemos comer, mas do fruto da árvore que está no meio do jardim, disse Deus: -Não comereis dele, nem nele tocareis, para que não morrais.
Gn 2: 17 - "Mas da árvore do conhecimento do bem e do mal, dessa não comerás; porque no dia em que dela comeres, morrendo morrerás."
TODA A RAÇA HUMANA ESTAVA EM ADÃO QUANDO ELE PECOU, POIS TODOS VIEMOS DE SUA SEMENTE, E ESTA FOI CONTAMINADA PELO PECADO.
Rm 5: 12 - "Portanto, assim como por um só homem entrou o pecado no mundo, e pelo pecado a morte, assim também a morte passou a todos os homens, porquanto todos pecaram."
A palavra de Deus ( Gn 2: 17) foi cumprida e a MORTE entrou no mundo. No MESMO DIA em que Adão e Eva pecaram, eles morreram ESPIRITUALMENTE,... e mais tarde morreram fisicamente.
O que se chama "vida"no homem depois da queda, na realidade é MORTE, pois é vida do tipo da de Satanás. Quando este tipo de "vida"começou a se manifestar na terra apareceram: doença, miséria, pobreza, morte, corrupção, egoísmo, desigualdade, etc.
É o princípio da morte no homem que o faz incapaz de compreender as coisas de Deus.
A cadeia de comando estabelecida por Deus para o homem é: ESPÍRITO >> ALMA >> CORPO.
Ao tentar a mulher, Satanás fez com que esta ordem fosse invertida e levou-a a usar as capacidades da alma INDEPENDENTEMENTE do espírito. Quando Eva vacilou na Palavra, ele deu o golpe fatal, afirmando algo totalmente oposto à Palavra de Deus: "é certo que não morrerás". Não havia base para o casal crer na serpente; tudo que os cercava teria que os levar a crer em Deus.
O PECADO ORIGINAL FOI A DESCRENÇA, a desobediência foi a obra que manifestou a incredulidade em Deus. O homem foi responsável por sua queda. A Bíblia diz que ele não foi enganado, mas caiu de olhos abertos. Ele podia e devia ter resistido ao adversário.
Quando Adão e Eva foram tentados, a sua condição moral era neutra - simplesmente tiveram liberdade de escolha e não uma tendência para pecar. Mas Eva foi testada na Palavra e não passou no teste. Ela não confiou na Palavra de Deus e nem deu a devida atenção à Palavra, e isto a tornou vulnerável ao diabo.
Satanás atacou da seguinte maneira:
1 - apelou primeiro para a carne - "boa para se comer"- cobiça da carne.
2 - depois usou a janela que dá acesso `a alma - "agradável aos olhos".
3 - atingiu a alma - "desejável para dar entendimento" - soberba da vida.
Os efeitos da morte
Morte do espírito - Ao pecar, o homem perdeu a vida de Deus e isto foi a morte espiritual. O espírito ficou separado de Deus que é VIDA: O Espírito não deixou de agir, mas perdeu a vida, e a alma passou para o comando.
Morte da alma - As funções da alma foram corrompidas e o homem não tem mais a capacidade de raciocinar certo para chegar à conclusões certas. Ele ama o que não deve e odeia o que não deve.
Rm 1: 18,32 - "Pois do céu é revelada a ira de Deus contra toda a impiedade e injustiça dos homens que detêm a verdade em injustiça. Porquanto, o que de Deus se pode conhecer, neles se manifesta, porque Deus lho manifestou. Pois os seus atributos invisíveis, o seu eterno poder e divindade, são claramente vistos desde a criação do mundo, sendo percebidos mediante as coisas criadas, de modo que eles são inescusáveis; porquanto, tendo conhecido a Deus, contudo não o glorificaram como Deus, nem lhe deram graças, antes nas suas especulações se desvaneceram, e o seu coração insensato se obscureceu.
Dizendo-se sábios, tornaram-se estultos, e mudaram a glória do Deus incorruptível em semelhança da imagem de homem corruptível, e de aves, e de quadrúpedes, e de répteis.
Por isso, Deus os entregou, nas concupiscências de seus corações, à imundícia, para serem os seus corpos desonrados entre si; pois trocaram a verdade de Deus pela mentira, e adoraram e serviram à criatura antes que ao Criador, que é bendito eternamente. Amém.
Pelo que os entregou a paixões infames. Porque até as suas mulheres mudaram o uso natural no que é contrário à natureza; semelhantemente, também os varões, deixando o uso natural da mulher, se inflamaram em sua sensualidade uns para com os outros, varão com varão, cometendo torpeza e recebendo em si mesmos a devida recompensa do seu erro.
E assim como eles rejeitaram o conhecimento de Deus, Deus, por sua vez, os entregou a um sentimento depravado, para fazerem coisas que não convém ; estando cheios de toda a injustiça, malícia, cobiça, maldade; cheios de inveja, homicídio, contenda, dolo,, malignidade; sendo murmuradores, detratores, aborrecedores de Deus, injuriadores, soberbos, presunçosos, inventores de males, desobedientes aos pais; néscios, infiéis nos contratos, sem afeição natural, sem misericórdia; os quais, conhecendo bem o decreto de Deus, que declara dignosde morte os que tais coisas praticam, não sómente as fazem, mas também aprovam os que as praticam."
Morte física - Com a morte espiritual, o princípio da morte física começou a operar no corpo. É a morte que opera todo o processo de envelhecimento no corpo.
Morte eterna - é a extensão da morte espiritual após a morte física. É DEFINITIVA E IRREVOGÁVEL. É a separação ETERNA de Deus:
Ap 20: 10,14,15 - "E o diabo que os enganava, foi lançado no lago de fogo e enxofre, onde estão a besta e o falso profeta; e de dia e de noite serão atormentados pelos séculos dos séculos.
E a morte e o hades foram lançados no lago de fogo. Esta é a segunda morte, o lago de fogo. E todo aquele que não foi achado inscrito no livro da vida, foi lançado no lago de fogo."
As 2 árvores
Gn 2: 9 - "E o Senhor Deus fez brotar da terra toda qualidade de árvores agradáveis `a vista e boas para comida, bem como a árvore da vida no meio do jardim, e a árvore do conhecimento do bem e do mal."
Gn 3: 3 - Mas do fruto da árvore que está no meio do jardim, disse Deus: Não comereis dele, nem nele tocareis, para que não morrais."
Note que uma árvore estava ao lado da outra; e a árvore da vida nã foi proibida.
Gn 2: 16,17 - "Ordenou o Senhor Deus ao homem, dizendo: De toda árvore do jardim podes comer livremente; mas da árvore do conhecimento do bem e do mal, dessa não comerás; porque no dia em que dela comeres, certamente morrerás."
A árvore do conhecimento do bem e do mal, desenvolve a vida da alma acima do espírito; a alma cresce e abafa o espírito. Eles escolheram alimentar a alma - representativa do EGO = independência.
A árvore da vida produz vida espiritual, do tipo de Deus.
Vamos recordar: primeiramente, o espírito foi soprado por Deus, veio direto de Deus e então, "o homem foi feito alma vivente". A alma é vida "feita", "criada"; o espírito foi soprado por Deus - vida transmitida. Sendo este o mais elevado tipo de vida é daí que deveria sair a influência / direção para todo o homem.
A árvore da vida foi oferecida para alimentar e fortalecer o espírito do homem, penetrar na alma e ser trazida ao corpo. E perpetuar a união do homem com Deus. A alma precisava deste alimento; precisava ser revestida da VIDA de Deus, que vem do espírito.
Mas o teste era justamente este: o homem teria que escolher, usando a sua vontade, o seu livre-arbítrio, ser controlado e dependente de Deus, ou ser independente e controlar sua própria vida.
O "comer"de uma das árvores deixaria claro a sua decisão. Seria a concretização (a obra) que evidenciaria em que ele cria.
O homem creu no diabo e se rebelou contra Deus.
Satanás fazendo apelos à carne e a alma atingiu o que realmente desejava: o espírito - este é o alvo de Satanás.
A cadeia de comando original no homem, "espírito/ alma/ corpo, foi quebrada, estragada, invertida; a alma passou para o comando, e o espírito morreu.
Se o Espírito de Deus, mais a Palavra de Deus produzem vida; a alma do homem, mais a palavra do diabo produzem morte.
Usando o corpo, Satanás atacou a alma. Para Eva foi na mente - a busca do conhecimento. É por isso que o conhecimento do homem natural não o leva a nada que o complete, que lhe traga satisfação, felicidade, alegria verdadeira... sempre falta alguma coisa. É ppor isso também que para conhecer a Deus, depois da queda, a "sabedoria dos sábios"tem que ser destruída pela "loucura da cruz" .
I Co 3: 18,20 - "Ninguém se engane a si mesmo; se alguém dentre vós se tem por sábio neste mundo, faça-se louco para se tornar sábio. Porque a sabedoria deste mundo é loucura diante de Deus; pois está escrito: Ele apanha os sábios na sua própria astúcia; e outra vez: O Senhor conhece as cogitações dos sábios, que são vãs."
I Co 1: 26 - "Ora, vede, irmãos, a vossa vocação, que não são muitos os sábios segundo a carne, nem muitos os poderosos, nem muitos os nobres que são chamados."
I Co 2: 8 - "A qual nenhum dos príncipes deste mundo compreendeu; porque se a tivessem compreendido, não teriam crucificado o Senhor da glória."
Em I Tm 2: 14 e Gn 3: 14 diz que a mulher foi enganada. Ela seguiu a sugestão de Satanás colocando a mente (alma) na frente do espírito. Ela quis a sabedoria para a alma, para não depender de Deus. Mas o homem não foi enganado, pecou deliberadamente, aciu de olhos abertos. Por isso, ele foi responsabilizado pela queda. Ele foi vencido na área da emoção. A sua afeição, o seu amor por Eva foi maior do que por Deus.
Rm 5: 12 - "Portanto, assim como por um só homem entrou o pecado no mundo, e pelo pecado a morte, assim também a morte passou a todos os homens, porquanto todos pecaram."
Assim, por não crerem em Deus e na Sua Palavra, por desconfiarem dos atributos de Deus, o homem se separou de Deus, quis ser independente. Creu e obedeceu a Satanás. Ao fazer isso,o homem se tornou servo do diabo; e o diabo passou a ser "o príncipe deste mundo". Adão passou-lhe a terra.
Lc 4: 6 - "E disse-lhe: Dar-te-ei toda a autoridade e glória destes reinos, porque me foi entregue, e a dou a quem eu quiser."
Rm 6: 16 - "Não sabeis que daquele a quem vos apresentais como servos para lhe obedecer, sois servos desse mesmo a quem obedeceis, seja do pecado para a morte, ou da obediência para a justiça?"
Jo 14: 30 - "Já não falarei muito convosco, porque vem o príncipe deste mundo, e ele nada tem em mim."
I Jo 5: 19 - "Sabemos que somos de Deus, e que o mundo inteiro jaz no Maligno."
"A árvore era boa para comer"... ( Concupiscência da carne)
"Agradável aos olhos"... (Concupiscência dos olhos)
"Desejável para dar entendimento"... ( Soberba da vida )
( Concupiscência = cobiça)
"TOMOU-LHE DO FRUTO E COMEU, E DEU TAMBÉM AO MARIDO, E ELE COMEU".
IMAGEM MORAL PERDIDA Gn 1: 26 - Ef 4: 17,19.
COMUNHÃO COM DEUS PERDIDA Gn3: 8 - Is 59: 1,2.
MORTE ESPIRITUAL Gn 2: 17 - Ef 2: 1,5
MORTE FÍSICA Gn 3: 19 - Rm 5: 12
TRABALHO DESAGRADÁVEL Gn 3: 19
MALDIÇÃO SOBRE A TERRA Gn 3: 17 - Hb 6: 8 - Rm 8:19,22

O HOMEM EGOCÊNTRICO
Espírito
Intuição:
A capacidade pela qual a palavra de Deus vinha ao homem, não mais recebe tais comunicações. Não ouvindo mais a voz de Deus, ouve as vozes que vêm do mundo, através dos ouvidos e interpretadas pela alma
Jo 12: 28,29 - "Pai, glorifica o teu nome. Veio, então, do céu esta voz: Já o tenho glorificado, e outra vez o glorificarei. A multidão, pois, que estava ali, e que a ouvira, dizia ter havido um trovão; outros diziam: Um anjo lhe falou."
At 22: 7,9 - "Caí por terra e ouvi uma voz que me dizia: Saulo, Saulo, por que me persegues? Eu respondi: Quem és tu Senhor? Disse-me: Eu sou Jesus, o Nazareno, a quem tu persegues. E os que estavam comigo viram, em verdade, a luz, mas não entenderam a voz daquele que falava comigo."
Consciência:
Pela qual o espírito reconhecia a Palavra de Deus, tornou-se também escrava da alma, ficando:
1 - cauterizada - I Tm 4: 2 - "Pela hipocrisia de homens que falam mentiras e têm a sua própria consciência cauterizada."
2 - fraca - I Co 8: 7 - "Entretanto, nem em todos há esse conhecimento; pois alguns há que, acostumados até agora com o ídolo, comem como de coisas sacrificadas a um ídolo; e a sua consciência, sendo fraca, contamina-se."
3 - corrompida - Tt 1: 15 - "Tudo é puro para os que são puros, mas para os corrompidos e incrédulos nada é puro; antes tanto a sua mente como a sua consciência estão contaminadas."
Adoração:
A adoração ficou s em o seu único alvo - Deus. Mas ela não deixou de existir e se apega a qualquer objeto que a alma indique.
Rm 1: 23,25 - "E mudaram a glória doDeus incorruptível em semelhança da imagem de homem corruptível, e de aves, e de quadrúpedes, e de répteis. Por isso Deus os entregou, nas concupiscências de seus corações, à imundícia, para serem os seus corpos desonrados entre si; pois trocaram a verdade de Deus pela mentira, e adoraram e sserviram à criatura antes que o Criador, que é bendito eternamente. Amém."
Alma
Intelecto:
Perdendo a iluminação que vinha de Deus através do Espírito, a mente ficou em trevas.
Ef 4: 17,18 - "Portanto digo isto, e testifico no Senhor, para que não mais andeis como gentios, na vaidade da sua mente, entenebrecidos no entendimento, separados da vida de Deus pela ignorância que há neles, pela dureza do seu coração."
Deus declara que os pensamentos do homem natural são maus continuamente:
Gn 6: 5 - "Viu o Senhor que era grande a maldade do homem na terra, e que toda a imaginação dos pensamentos de seu coração era má continuamente."
São vãos: Sl 94: 11 - "O Senhor conhece os pensamentos do homem, que são vaidade."
São abomináveis: Pv 15: 26 - "Os desígnios dos maus são abominação para o Senhor; mas as palavras dos limpos lhe são aprazíveis."
De iniquidade: Is 59: 7 - "Os seus pés correm para o mal, e se apressam para derramarem o sangue inocente; os seus pensamentos são pensamentos de iniquidade; a desolação e a destruição acham-se nas suas estradas."
Pecaminosos: Pv 24: 9 - "O desígnio do insensato é pecado; e abominável aos homens é o escarnecedor."
Ef 2: 3 - "Entre os quais todos nós também antes andávamos nos desejos da nossa carne, fazendo a vontade da carne e dos pensamentos; e éramos por natureza filhos da ira, como também os demais."
Emoção:
Suas emoções não mais se harmonizam com as de Deus. O alvo da vida emocional do homem deixou de ser Deus, chegando ao ponto de ODIAR a Deus que o criou e que o sustenta a cada momento.
Hb 1: 3 - "Sendo ele o resplendor da sua glória e a expressa imagem do seu Ser, e sustentando todas as coisas pela palavra do seu poder, havendo ele mesmo feito a purificação dos pecados, assentou-se `a direita da Majestade nas alturas.
Sem a atuação de Deus em seu espírito, os homens adoram deuses de sua própria invenção.
Rm 1: 23,25 -"E mudaram a glória de Deus incorruptível em semelhança da imagem de homem corruptível, e de aves, e de quadrúpedes, e de répteis.
Por isso Deus os entregou, nas concupiscências de seus corações, à imundícia, para serem os seus corpos desenrados entre si;
Pois trocaram a verdade de Deus pela mentira, e adoraram e serviram à criatura antes que ao Criador, que é bendito eternamente. Amém."
Vontade:
Consequentemente, a vontade do homem se tornou contrária à vontade de Deus!
A Tentação do homem - A tentação de Jesus
Jesus foi para o deserto para ser tentado nas mesmas áreas que Adão e Eva o foram.
Jesus é o "segundo Adão" (o último Adão) , e ele foi tentado para provar que o primeiro Adão não precisava pecar; ele podia resistir. Jesus foi tentado como homem, nas mesmas áreas que Adão o foi. Aliás estas 3 áreas incluem tudo que pode tentar o homem.
I Jo 2: 16 - "Porque tudo o que há no mundo, a concupiscência da carne, a concupiscência dos olhos e a soberba da vida, não vemdo Pai, mas sim do mundo."
Só que as condições em que Jesus se achava eram bem piores que as do primeiro homem:
Adão estava no jardim - Jesus estava no deserto.
Adão estava entre animais dóceis - Jesus entre feras selvagens.
Mc 1: 13 - "E esteve no deserto quarenta dias sendo tentado por satanás; estava entre as feras, e os anjos o serviam."
Adão não estava com fome - Jesus estava sem comer há 40 dias.
Mas havia 4 elementos em Jesus que a Bíblia nos revela. Façamos isto e seremos vitoriosos para sempre:
1 - Ele foi obediente -
Mt 3: 15 - "Jesus, porém, lhe respondeu: Consente agora; porque assim nos convém cumprir toda a justiça. Então ele consentiu."
Mt 4: 1 - "Então foi conduzido Jesus pelo Espírito ao deserto, para ser tentado pelo diabo."
2 - Ele estava orando -
Lc 3: 21 - "Quando todo o povo fora batizado, tendo sido Jesus também batizado, e estando ele a orar, o céu se abriu."
3 - Ele estava cheio do Espírito -
Lc 4: 1 - "Jesus, pois, cheio do Espírito Santo, voltou do Jordão; e era levado pelo Espírito no deserto."
4 - Ele resistiu ao diabo com a Palavra de Deus.
Os efeitos do pecado e da morte começaram a se manifestar na terra (um dos primeiros atos a se registrar é um assassinato) .
Morte, doença, miséria, ódio, violência, mentira, injustiça, pobreza, corrupção, egoismo, etc. Não busque na reencarnação a explicação para estas coisas.
O princípio da morte contaminou o homem por inteiro.
O corpo nasce e começa a caminhar para a morte física (planta cortada).
A alma não recebe mais a influência da vida de Deus ( no espírito) e é controlada pelo corpo e suas paixões carnais.
O espírito permaneceu no homem, mas sem a vida de Deus.
Deus não permanece onde há pecado.
Is 59: 1,2 -"Eis que a mão do Senhor não está encolhida, para que não possa salvar; nem surdo o seu ouvido, para que não possa ouvir; mas as vossas iniquidades fazem separação entre vós e o vosso Deus; e os vossos pecados esconderam o seu rosto de vós, de modo que não vos ouça."
Satanás conseguiu inverter a ordem de Deus no homem e, assim, danificar a "imagem e semelhança" de Deus . O espírito, dominado pela alma, tornou-se como que um só com ela, a ponto do próprio homem nem se dar conta de sua presença, e lhe parecer que é uma coisa só. É por isso que em Hebreu diz que a Palavra de Deus ( a espada) que faz separação entre alma/espírito, e esta separação é absolutamente necessária. Porque o espírito do não salvo está li, mas está tão identificado com a alma que as obras que o espírito dele faz são idênticas às da alma.
Hb 4: 12 - "Porque a palavra de Deus é viva e eficaz, e mais cortante do que qualquer espada de dois gumes,e penetra até a divisão de alma e espírito, e de juntas e medulas, e é apta para discernir os pensamentos e intenções do coração. "
Gn 41: 8 - "Pela manhã o seu espírito estava perturbado; pelo que mandou chamar todos os adivinhadores do Egito, e todos os seus sábios; e Faraó contou-lhes os seus sonhos, mas não havia quem lhos interpretasse."
Pv 14: 29 - "Quem é tardio em irar-se é grande em entendimento; mas o que é de ânimo precipitado exalta a loucura."
Pv 17: 22 - "O coração alegre serve de bom remédio; mas o espírito abatido seca os ossos."
Is 29: 24 - "E os errados de espírito virão a ter entendimento, e os murmuradores aprenderão instrução."
O pecado original foi a desconfiança, a descrença na Palavra de Deus, a desobediência foi a obra manifestada, concretizada da descrença.
O homem ainda possui a imagem de Deus, porém, é como um espelho estilhaçado, através do qual pode-se apenas ver algo aqui e ali.
Gn 9: 6 - "Quem derramar sangue de homem, pelo homem terá o seu sangue derramado; porque Deus fez o homem à sua imagem."
Tg 3: 9 - "Com ela bendizemos ao Senhor e Pai, e com ela amaldiçoamos os homens, feitos à semelhança de Deus."
Deus começa a buscar o homem
Gn 3: 9 - "Mas chamou o Senhor Deus ao homem, e perguntou-lhe: Onde estás?
"Onde estás"- mostra a GRAÇA e a MISERICÓRDIA de Deus buscando o homem.
Gn 3: 8 - "E ouvindo a voz do Senhor Deus, que passeava no jardim à tardinha, esconderam-se o homem e sua mulher da presença do Senhor Deus, entre as árvores do jardim."
Gn 3: 8 mostra que o homem FOGE da presença de Deus e enquanto se vestir com vestes feitas por ele mesmo continua NÚ aos olhos de Deus.
Ao reconhecerem que estavam nús (embora estivessem vestidos com as vestes feitas por suas mãos) e ao admitirem que haviam comido do fruto (vv. 12,13), eles se declararam PECADORES. Quandoalguém chega a este ponto está bem perto de confiar no Salvador.

O Julgamento
Da serpente -
Gn 3: 14,15 - "Então o Senhor Deus disse à serpente: Porquanto fizeste isso, maldita serás tu dentre todos os animais domésticos, e dentre todos os animais do campo; sobre o teu ventre andarás, e pó comerás todos os dias da tua vida. Porei inimizade entre ti e a mulher, e entre a tua descendência e a sua descendência; esta te ferirá a cabeça, e tu lhe ferirás o calcanhar."
No ver. 15, temos a primeira profecia sobre Jesus Cristo. Antes de fazer o julgamento Deus promete um SALVADOR. Aqui está prometido que o Salvador nasceria de uma virgem (Semente da mulher), que esmagaria a cabeça da serpente (satanás), mas ao faze-lo, seria ferido (na cruz).
Da Mulher -
Gn 3: 16 - " E à mulher disse: Multiplicarei grandemente a dor da tua conceição; em dor darás à luz filhos; e o teu desejo será para o teu marido,e ele te dominará."
Daria à luz com dores. Confirmação de sua submissão ao marido - A ordem hierárquica de Deus; mostra que esta posição não é de humilhação e nem indica inferioridade, mas é a ordem que Deus, na Sua soberania, estabeleceu. A hierarquia é FUNCIONAL e não PREFERENCIAL.
I Co 11: 3 -"Quero porém, que saibais que Cristo é a cabeça de todo homem, o homem a cabeça da mulher, e Deus a cabeça de Cristo."
Ef 5: 23,25 - "Porque o marido é a cabeça da mulher, como também Cristo é a cabeça da igreja, sendo ele próprio o Salvador do corpo. Mas, assim como a igreja está sujeita a Cristo, assim também as mulheres o sejam em tudo a seus maridos. Vós, maridos, amai a vossas mulheres, como também Cristo amou a igreja, e a si mesmo se entregou por ela."
Do Homem -
Gn 3: 17,19 - "E ao homem disse: Porquanto deste ouvidos à voz de tua mulher, e comeste da árvore de que te ordenei dizendo: Não comerás dela; maldita é a terra por tua causa; em fadiga comerás dela todos os dias da tua vida. Ela te produzirá espinhos e abrolhos; e comerás das ervas do campo. Do suor do teu rosto comerás o teu pão, até que tornes à terra, porque dela foste tomado; porquanto és pó, e ao pó tornarás. "
Note a repreensão de Deus, pois não era para a mulher ser o cabeça do casal, mas "auxiliadora idônea". O castigo amaldiçoou a terra.
Gn 2: 18 - "Disse mais o Senhor Deus: Não é bom que o homem esteja só; far-lhe-ei uma ajudadora que lhe seja idônea."
A Solução -
Gn 3: 21 - "E o Senhor Deus fez túnicas de peles para Adão e sua mulher, e os vestiu.
Deus começa a trazer para o tempo e história o Seu plano redentor - a aliança eterna. Aqui Ele começa a apontar para o Cordeiro que viria dar a Sua vida pelos pecadores e que é o ponto central da salvação: "Sem derramamento de sangue não há remissão ".
Lev 17: 11 - "Porque a vida da carne está no sangue: pelo que vo-lo tenho dado sobre o altar, para fazer expiação pelas vossas almas; porquanto é o sangue que faz expiação, em virtude da vida."
Hb 9: 22 - "E quase todas as coisas, segundo a lei, se purificam com sangue; e sem derramamento de sangue não há remissão."
Ao se deixar vestir por Deus, o casal manifestou FÉ. Ao aceitarem as vestes DE DEUS tiveram que rejeitar as que eles haviam feito, e isto mostra que aceitaram a provisão de Deus.
As nossas próprias vestes (obras) não valem nada para cobrir nossa nudez espiritual. Se não aceitarmos as vestes de justiça conseguidas por Jesus Cristo, na cruz, estaremos NÚS espiritualmente.
Is 61: 10 - "Regozijar-me-ei muito no Senhor, a minha alma se alegrará no meu Deus, porque me vestiu de vestes de salvação, cobriu-me com o manto de juatiça, como noivo que se adornacom uma grinalda, e como noiva que se enfeita com as suas jóias."
Is 64: 6 - "Pois todos nós somos como o imundo, e todas as nossas justiças como trapo da imundícia; e todos murchamos como a folha, e as nossas iniquidades, como o vento, nos arrebatam."
Para assegurar esta vitória sobre as trevas, Deus mandou o casal para fora do Éden e guardou o caminho, para impedir que comessem da árvore da vida e perpetuassem o estado pecaminoso que agora possuíam.
Gn 3: 22,24 - "Então disse o Senhor Deus: Eis que o homem se tem tornado como um de nós, conhecendo o bem e o mal. Ora, não suceda que estenda a sua mão, e tome também da árvore da vida, e coma e viva eternamente. O Senhor Deus, pois, o lançou fora do jardim do Éden, para lavrar a terra, de que fora tomado. E havendo lançado fora o homem, pôs ao oriente do jardim do Éden os querubins, e uma espada flamejante que se volvia por todos os lados, para guardar o caminho da árvore da vida."

Folhas de Figueira
Quando o casal viu que estava nú, fez cintas de folhas de figueira para se cobrir, para se sentir vestidos diante de Deus.
Sl 104: 1,2, diz que Deus está "coberto de glória, majestade e luz como de um manto"- esta era a cobertura do homem antes da queda, por isso "não se envergonhavam".
Rm 3: 23 - "Porque todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus."
Depois da queda "abriram-se os olhos de ambos..."
Os corpos físicos deste casal eram os mais perfeitos da terra, portanto, seus olhos enxergaram muito bem! O pecado abriu seus olhos para o natural totalmente desvinculado do espiritual! Agora era diferente, eles estavam sem a cobertura espiritual que vinha da vida de Deus, da glória de Deus, da imagem de Deus.
Esta cobertura gloriosa é física: a de Deus, a de Moisés quando desceu o monte Horebe; mas sem ela, o homem está nú diante de Deus.
Para estarmos vestidos diante de Deus, depois da queda, é preciso estar com as vestes que Ele providenciou e nos dá, e não com as que fazemos (nossas obras).
O pecado trouxe o medo e o medo produz tormento, o medo nos faz covardes.
I Jo 4: 18 - "No amor não há medo antes o perfeito amor lança fora o medo; porque o medo envolve castigo; e quem tem medo não está aperfeiçoado no amor."
Deus fez a última coisa que o diabo esperava. Ele procurou o homem e deu a Adão e Eva uma oportunidade de arrependimento e confissão.

O homem depois da queda
O plano de Deus para a restauração e resgate do homem
A árvore da vida


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Translate

NOTÍCIAS