TRADUTOR

English French German Spain Italian Dutch
Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
By Ferramentas Blog

quinta-feira, 31 de outubro de 2013

MENSAGEM 1 - A DEFESA DA FÉ EVANGÉLICA

A Defesa da Fé Evangélica

Introdução
Atualmente temos vivido numa época onde a fé evangélica está sendo atacada. Nós estamos no meio de uma batalha.

Filipenses 1.27,28a

Vivei única e dignamente do evangelho de Cristo, para que ou indo ver vocês ou estando ausente, ouça algo a respeito de que vocês estão firmes num só espírito, como uma só alma, lutando juntos pela fé do evangelho. E que vocês não se deixem intimidar pelos seus adversários.


Contexto

A igreja de Filipos foi fundada por Paulo no início da sua 2ª viagem missionária, e esta igreja era uma das mais puras e fiéis do N.T., sendo que a cada dia que passava os cristão daquela igreja cresciam espiritualmente.
A igreja de Filipos era uma das favoritas de Paulo, e os filipenses também o amavam muito ao ponto de lhe darem oferta financeira por duas vezes.
E quando Paulo recebe a oferta pela 2ª vez é que ele então escreve esta carta, que é considerada a mais alegre de todas as cartas que Paulo escreveu.
A carta aos filipenses não possue muitas censuras ou reprovações duras, e é também a carta mais pessoal de Paulo, onde ele escreve mais como amigo do que como um apostolo (omite o título "apostolo" da saudação inicial da carta).

Paulo escreveu esta carta com o objetivo de:
  • agradecer pelas ofertas enviadas pelos filipenses;
  • demonstrar a sua alegria pelo crescimento espiritual que eles estavam tendo;
  • encorajá-los a permanecerem unidos, alegres e amorosos com o serviço de Cristo e também uns para com os outros.
Neste texto de Fp 1.27,28a Paulo nos incentiva a termos 3 atitudes/tipos de comportamento para vencermos esta batalha que visa defender a fé evangélica. Com isso nós vamos aprender que...

Proposição

Defender a Fé Evangélica É Não Possuir Uma Vida Sintética.


Transição Inicial

Perguntar: "O que seria uma vida sintética?" Ex.: Couro sintético.

Mas como vencer esta batalha não tendo uma vida cristã sintética, morta, falsa ou sem graça? Para que você consiga vencer a batalha da vida cristã defendendo assim a fé evangélica você precisa...

I - Viver Dignamente a Vida Cristã (1.27a)

Explicação - Em quase todas as cartas que Paulo escreveu às igrejas ele separou um espaço para estar incentivando e encorajando os cristãos daquela igreja (Ex.: Efésios), a fim de que as atitudes e a vida deles estivessem de acordo com a pessoa de Jesus Cristo.
Viver de modo digno do Evangelho é:

  • Não se deixar conformar com as coisas que o mundo nos oferece;
  • Não se acomodar com a nossa salvação que temos em Jesus Cristo;
  • Possuir uma vida concordante com aquilo que falamos do evangelho. Frase: "Suas atitudes falam tão alto que eu não consigo escutar o que você diz.";
  • Transparecer a pessoa de Jesus através da nossa vida;
  • Apresentar os dons espirituais manifestos numa vida cheia do Espírito Santo.
  Viver de modo digno do evangelho é fazer de Jesus o centro de nossas vidas.
Ilustração – Rainha Vitória da Inglaterra – "Lembrem de quem vocês são filhos."
Aplicação - Algumas maneiras de se reforçar e fortalecer a nossa dignidade na vida cristã:
  • Exercitar o dom espiritual procurando se encher do Espírito Santo;
  • Agradecer pela sua salvação e compartilhá-la com outras pessoas;
  • Dar bom testemunho onde quer que estejamos;
  • Não se contaminar com as sujeiras pornográficas deste mundo.
 Proposição
Transição

A 2ª atitude/tipo de comportamento que temos de ter para vencermos a batalha da vida cristã com o objetivo de defender a fé evangélica é...


II - Viver Unificadamente a Vida Cristã (1.27b)

Explicação - Uma das coisas que o mundo tem nos oferecido e nos apresentado é a idéia de que "cada um deve ficar na sua pois a vida continua". Esta é uma das características do mundo pós-moderno, o individualismo
O mundo tem nos apresentado a idéia de que eu tenho que conquistar a minha vida, eu tenho que ter sucesso, eu sou o melhor, eu posso tudo, eu, eu, eu... O mundo é egoísta, e Deus não espera de nós uma vida egocêntrica onde todas as coisas giram em torno do meu eu.
O que Deus espera é uma vida mútua entre todas as pessoas.
A Bíblia está recheada de versículos que possuem as expressões: "uns aos outros", "uns com os outros", "uns pelos outros". É a idéia de mutualidade.

Quando Paulo diz que deseja ver os filipenses firmes num só espírito ele está usando uma metáfora muito usada para retratar a determinação de um soldado em batalha que não arreda um só passo do seu posto. Ex.: Um burro empacado.
Um só espírito, uma só almaquer dizer: "um só corpo, uma só igreja, uma só mocidade, uma só família".
Se nós queremos vencer o jogo da vida cristã nós temos que estar unidos e firmes num só corpo.
Ilustração – A propaganda do cigarro FREE, onde a filosofia deles é: "Cada um na sua mas com alguma coisa em comum."

Esta coisa em comum é o cigarro FREE.

Aplicação - Algumas maneiras de se reforçar e fortalecer a nossa unidade na vida cristã:
  • Desenvolver relacionamentos significativos de amizade;
  • Acabar com as panelinhas;
  • Não possuir tipos de atitudes que venham a ferir o corpo de Cristo: fofocas, mentiras, maledicências.
Proposição
Transição

A 3ª atitude/tipo de comportamento que temos de ter para vencermos a batalha da vida cristã com o objetivo de defender a fé evangélica é...


III - Viver Ousadamente a Vida Cristã (1.28a)

Explicação - O crente de hoje tem muito medo de testemunhar a respeito de Jesus Cristo, pois tem medo de ser banido pelo mundo e pessoas que o rodeiam. Sendo assim o crente se deixa intimidar pelo mundo, deixando de cumprir com a sua responsabilidade de estar proclamando a Palavra de Deus.
A idéia de intimidado é "ser covarde", e é uma metáfora que dá a idéia de um cavalo assustado, receoso, com isso nós nos deixamos tomar pelo sentimento de incapacitação ou reprovação, permitindo que o mundo de Satanás venha a prevalecer sobre o Reino de Jesus Cristo em nossa vida.

Deus espera que os Seus filhos sejam bons soldados armados e dispostos a defenderem a fé evangélica com o objetivo do crescimento do Reino de Deus.

Se hoje em dia tem havido tantos ataques à veracidade das Escrituras, à relevância de ser chamado Filho do Rei, é porque nós, os evangélicos, não temos defendido a fé que nós cremos.

2 Timóteo 1.7
Ilustração – Tertuliano de Cartago (150 d. C.), um dos maiores apologistas da igreja primitiva, no seu livro Prescrição contra os Hereges atacou fortemente os hereges dizendo que estes não tinham qualquer direito de utilizarem a Palavra de Deus pois esta era posse da Igreja, sendo que a Palavra de Deus não poderia sofrer qualquer deformação nos seus ensinos sagrados.
Tertuliano era temido pelos hereges pois ele atacava aqueles que ousavam manchar o nome e também a Palavra de Deus.
Aplicação - Algumas maneiras de se reforçar e fortalecer a nossa prática de vida cristã:
  • Desenvolver um espírito de coragem em nós;
  • Possuir convicções bíblicas;
  • Exortar aqueles que possuem uma visão distorcida da Palavra de Deus;
  • Evitar as pessoas que chocarreiam o nome do nosso Deus;
  • Praticar a Hora Silenciosa;
  • Fortalecer-mo-nos no Senhor através da oração.
Proposição
Conclusão

Se realmente quisermos ganhar esta batalha chamada vida cristã procurando defender a fé evangélica nós temos que desenvolver as seguintes atitudes na nossa prática de vida cristã:

  • Vivermos Dignamente;
  • Vivermos Unificadamente;
  • Vivermos Ousadamente.

Oração - Que Deus nos ajude a sermos pessoas dignas de serem Seus filhos. Unificadas dentro do Seu corpo e Ousados na pregação e defesa do evangelho.

AUTOR DESCONHECIDO

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Translate

NOTÍCIAS