TRADUTOR

English French German Spain Italian Dutch
Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
By Ferramentas Blog

sexta-feira, 10 de outubro de 2014

REFLEXÃO 236 - A HISTÓRIA DE TOMMY

A História de Tommy

Não deveríamos nunca subestimar o poder da palavra escrita! Onde estaríamos hoje sem ela, sem os primeiros cinco Livros de Moisés, sem as narrações históricas da Palavra de Deus, sem os Salmos de Davi, sem as profecias registradas tanto no Antigo Testamento como no Novo Testamento; sem o relato dos Evangelhos e do Livro dos Atos? O que teríamos feito sem as Epístolas dos apóstolos, preservadas para nós no Novo Testamento devido à previsão desses homens, de seus escribas, secretários, assistentes, alunos e seguidores, para que chegassem às nossas mãos nos dias de hoje, continuando assim a ajudar permanentemente os milhões de filhos de Deus através dos tempos!
Ouso dizer que nenhum deles nunca imaginou como esses escritos se tornariam importantes nos anos que se seguiriam e para as gerações futuras! O apóstolo Paulo, quando escreveu suas epístolas, nunca poderia ter imaginado o alcance que cada uma delas teria! Eram apenas cartas para inspirar, consolar, encorajar, admoestar, exortar, orientar e transmitir ensinamentos a amigos pessoais e grupos de cristãos que ele conhecia, ou os quais tinha evangelizado, inclusive os que ele próprio tinha ganho para o Senhor. Eram as igrejas que ele tinha organizado pessoalmente, bem como convertidos e outras igrejas que tinham surgido como resultado do trabalho de evangelização delas - uma reação em cadeia de explosões do Evangelho!

Portanto nunca subestime o alcance da palavra escrita! Essas Epístolas dos apóstolos têm sido reproduzidas aos bilhões há quase 2.000 anos, por meio da palavra escrita. O que teríamos feito sem a Bíblia, a carta de amor de Deus para nós? E que maravilhoso é termos conhecido o Autor através das Suas Palavras para nós: "De sorte que a fé vem por ouvir e ler a Palavra de Deus" (Romanos 10:17). E a fé pode vir até mesmo de ouvir o que você diz, o seu testemunho, a sua evangelização, através de uma carta sua, contendo as Palavras de Deus para um amigo, parente ou alguma pessoa interessada!
Isso me faz lembrar de uma história verídica que ouvi quando era jovem, sobre um menininho aleijado chamado Tommy. Ele era jornaleiro. O seu corpo era de tal maneira deformado, que ele estava entrevado numa caminha tosca, perto da janela no terceiro andar de um velho cortiço, numa rua movimentada de uma cidade grande. Um dia, ele pediu a um amiguinho seu, que também era jornaleiro, para lhe trazer o livro sobre o Homem que andou por toda a parte fazendo o bem! O garotinho cansou de procurar esse livro sem nome para o seu amigo aleijado, até que o balconista de uma livraria finalmente entendeu que ele devia estar falando da Bíblia, e da história de Jesus!
O garotinho juntou todas as moedinhas que tinha e o bondoso balconista deu-lhe um exemplar do Novo Testamento, que ele levou correndo para Tommy, que estava deitado na sua caminha no terceiro andar!
Eles começaram a lê-lo juntos até que Tommy teve uma experiência maravilhosa de salvação através das Palavras que leu no livro, e quis também fazer o bem, como o Homem do livro. Mas ele era aleijado e nem tinha condições de sair do cômodo onde morava com sua tia, uma senhora já de idade! Ele, porém, orou e pediu a Deus para ajudá-lo, e o Senhor lhe mostrou um plano!
Ele, com muito esforço, começou a escrever em pedacinhos de papel alguns versículos da Bíblia que pudessem ajudar as pessoas. Depois jogava-os da sua janela no terceiro andar e eles caíam na rua movimentada lá embaixo! As pessoas que passavam viam esses papeizinhos esvoaçando e, curiosas, os pegavam para ver do que se tratava, e então liam as palavras de Jesus Cristo, o Homem que andou por toda a parte fazendo o bem! Isso ajudou, consolou e encorajou muitas pessoas, e algumas até foram salvas através da simples evangelização desse garotinho e sua Bíblia.
Um dia, um abastado executivo teve uma experiência maravilhosa de salvação ao ler um desses versículos. Depois de ter encontrado Jesus, ele voltou ao lugar onde tinha encontrado o pedacinho de papel que o tinha guiado a Deus, para ver se descobria como é que aquele papelzinho tinha aparecido ali! De repente, notou outro pedacinho de papel flutuando até à calçada. Ele ficou olhando e viu uma senhora de idade pobre e cansada se abaixar e pegá-lo com dificuldade. Reparou que ela ficou mais animada ao ler o papelzinho, e pelo seu andar parecia que tinha adquirido novas forças!
O executivo ficou ali parado, olhando para cima sem desviar os olhos, resolvido a descobrir de onde vinham esses papéis! Ele teve que esperar bastante, pois custava muito ao coitado do Tommy, o menino aleijado, escrever um só versículo que fosse num daqueles pedacinhos de papel! De repente uma certa janela chamou a atenção dele, e ele viu uma mãozinha magricela jogando um pedacinho de papel, igual ao que lhe tinha dado uma vida completamente nova! Ele reparou cuidadosamente a localização da janela, subiu correndo pela escada daquele prédio sujo e finalmente encontrou o quartinho paupérrimo do pequeno Tommy, o missionário da calçada!
Logo ficaram amigos, e ele proporcionou a Tommy todo o cuidado e assistência médica que pôde. Finalmente, um dia perguntou a Tommy se gostaria de ir morar com ele na sua suntuosa mansão fora da cidade.
Para surpresa do seu novo amigo, Tommy respondeu:
- Vou ter que perguntar ao meu Amigo. - Referindo-se a Jesus!
No dia seguinte, o homem voltou, ansioso para saber a resposta de Tommy. Por estranho que pareça, Tommy fez umas perguntas estranhas:
- Onde foi que o senhor disse que ficava a sua casa?
Lá longe no campo - disse o homem de negócios - numa linda propriedade bem grande. Você vai ter um quarto bonito só pra você, empregados para cuidar de você, refeições deliciosas, uma cama confortável, todo o conforto e atenção, e tudo o que desejar. E a minha esposa e eu o amaremos muito e o criaremos como se fosse nosso filho.
Tommy, hesitante, indagou novamente:
- E vai passar gente pela minha janela?
Surpreso e meio desconcertado, o executivo respondeu novamente, dizendo:
- É, bem... não, só de vez em quando passaria um empregado, ou talvez o jardineiro! Você não está entendendo, Tommy, é uma propriedade linda no campo, longe do tumulto da cidade e da barulheira das pessoas! Lá você terá tranquilidade, e poderá descansar, ler, e fazer tudo o que quiser, longe de toda esta sujeira, poluição, barulho e movimento das multidões.
Depois de um profundo e demorado silêncio, Tommy parecia muito triste, pois não queria de modo nenhum magoar o seu novo amigo, e finalmente disse com calma, mas com firmeza e lágrimas nos olhos:
- Sinto muito, mas sabe, eu nunca conseguiria morar num lugar onde não passem pessoas pela minha janela.
Esta simples história verídica foi um marco na minha vida quando eu era menino, pois quando a minha mãe a contou eu decidi naquele mesmo momento que, pela graça de Deus, nunca viveria em nenhum lugar onde não passassem pessoas pela janela do trabalho que tenho: dar o Amor de Deus! Como Tommy disse: "Eu nunca conseguiria morar num lugar onde não passassem pessoas pela minha janela!" E você?
Depois de conhecer o Homem que foi por toda a parte fazendo o bem àqueles que passavam pela janela da Sua vida, como é que eu poderia viver egoisticamente outra vez, de modo que não passassem pessoas que pudessem receber o mesmo que eu tinha recebido? "De graça recebestes, de graça dai" (Mateus 10:8). E, "a qualquer que muito for dado, muito se lhe pedirá" (Lucas 12:48).
Você está vivendo onde as pessoas podem passar pela sua janela? Está dando auxílio espiritual aos que passam por ela? O tempo todo tem pessoas passando pela nossa janela! Será que vão receber o que precisam?
Esta é uma história verídica de alguém tão simples, tão incapacitado e isolado, que poderíamos até achar que ele nunca conseguiria fazer nada para Deus. Alguém que poderia ter mil e uma desculpas para não fazer nada pelos outros, e que na realidade até precisaria da ajuda dos outros. Mas o amor deu um jeito!
Tem alguém passando pela sua janela agora! O amor que você tem encontrou uma maneira de ajudar essa pessoa? O Amor de Deus mostrou a você como ajudá-la? Ele lhe mostrará, se você quiser, não importa em que situação você se encontre nem quais sejam as suas limitações. Deus também tem uma janela, e Ele prometeu que se Lhe obedecermos e abrirmos a janela da nossa vida aos outros, Ele abrirá as janelas do Céu, e derramará uma bênção tal que dela nos advirá a maior abastança (Malaquias 3:10). Glória ao Senhor!
Você está sendo fiel em todas as janelas da sua vida? Você está alimentando as ovelhas de Deus, dando-lhes pastos verdes, águas tranquilas e o sol do Seu Amor através da janela da Palavra de Deus? Você não deveria decepcioná-las! Tem que dar-lhes o que precisam! Como é que vai fazer isso? O que mais você pode fazer além do que já está fazendo? Pode dar mais! Pode se dar mais! Não pode parar! Para os filhos de Deus, ficar parado é coisa que não existe! Ou você está progredindo ou está regredindo! Você tem que seguir em frente! Você tem que dar ainda mais, à medida que "faz as obras d'Aquele que o enviou, enquanto é dia; a noite vem, quando ninguém pode trabalhar (João 9:4). "Remindo o tempo; porquanto os dias são maus" (Efésios 5:16). Dê mais, fale mais aos outros sobre Jesus, e o próprio Deus fará ainda mais, mais do que você poderia imaginar!
Se você retiver egoisticamente, isso não lhe servirá de nada: "Alguns há que espalham, e ainda se lhes acrescenta mais; e outros que retêm mais do que é justo, mas é para a sua perda. A alma generosa engordará, e o que regar também será regado" (Provérbios 11:24,25). Você nunca poderá dar mais do que Deus!
David Livingstone, o famoso missionário inglês que abandonou a sua riqueza para ser pioneiro nas selvas africanas, e que morreu lá, orando, disse certa vez: "Eu nunca fiz um sacrifício!" Ele descobriu que nunca poderia dar mais do que Deus. Embora tenha dado a sua vida, ele colherá a Vida Eterna e os dividendos em almas imortais: milhares que ficaram salvos para a eternidade! Como é que podemos dar mais do que Deus?
Mas vai nos custar algo! Como disse o Rei Davi: "Não oferecerei ao Senhor o que me não custe nada!" (II Samuel 24:24). Você tem que dar alguma coisa, tem que se dar, tem que viver do lado de uma janela, tem que ser fiel! Tem que investir alguma coisa para receber algo em troca! Tem que dar para ganhar, extravasar para receber, semear para colher, investir para lucrar, morrer para viver, enterrar para ressuscitar!
Se você ainda não encontrou nem recebeu o "Homem que andou por toda a parte fazendo o bem", Jesus, e gostaria de conhecer o Amor de Deus através do Seu Filho Jesus Cristo, pode recebê-Lo agora mesmo! Você pode não só ter o Seu Amor e Salvação, mas também ficar repleto e transbordando com o Seu Espírito de Amor, para poder ser uma bênção para outros que precisam do Amor de Deus. Jesus disse: "Quem crê em Mim, como diz a Escritura, rios de água viva correrão do seu ventre" (João 7:38).
Você pode pedir a Jesus para entrar no seu coração e começar a viver uma vida de amor e felicidade, fazendo simplesmente a seguinte oração:
Querido Jesus, por favor perdoe os meus pecados, me dê a Vida Eterna de presente e me encha com o Seu Espírito Santo para que eu também, como Tommy, possa encontrar maneiras de ajudar os que passam pela janela da minha vida. Em nome de Jesus. Amém.
Se você orou com sinceridade e acredita na oração acima, sem dúvida nenhuma recebeu o que acabou de pedir, porque Jesus prometeu: "Eis que estou à porta e bato: se alguém ouvir a Minha voz, e abrir a porta, entrarei n'Ele, e com ele cearei, e ele comigo" (Apocalipse 3:20).


AUTOR DESCONHECIDO

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Translate

NOTÍCIAS