TRADUTOR

English French German Spain Italian Dutch
Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
By Ferramentas Blog

terça-feira, 14 de junho de 2016

MULHERES 1 - A LEITURA FEMINISTA DA BÍBLIA






http://www.uol.com.br/images/univtool.maphttp://www.uol.com.br/images/univtool.maphttp://www.uol.com.br/teb/images/biblia3.maphttp://www.uol.com.br/teb/images/biblia3.map





A Leitura Feminista da Bíblia


Ana Flora Anderson







Quase todas as pessoas acreditam que a Bíblia é a história de um povo. Neste povo, há homens e mulheres, crianças e adultos, gente simples e gente instruída. A Bíblia conta como este povo viveu, como se encontrou com o Deus Vivo e aprendeu que Deus é "Pai" e todos os seus filhos e filhas são iguais.


Mas, na hora de escrever estas histórias, o texto foi formado por homens, adultos e instruídos. Poucos textos foram escritos por mulheres, e nenhum pelas crianças e pessoas mais simples. Mesmo tendo muita boa vontade, os autores, freqüentemente, enfatizaram somente o papel dos homens. Eles contaram a história de todo o povo a partir de sua expectativa.


Hoje em dia, no mundo inteiro, há milhares de mulheres, judias, protestantes e católicas —formadas nas ciências bíblicas— que procuram fazer uma leitura no contexto de todo o povo. Elas enfatizam os papéis das mulheres e de outros marginalizados; elas criticam a mentalidade patriarcal que forçosamente vê quem não é homem como sendo personagem secundária e dependente.


Paulo Freire nos mostrou que muitos pobres aceitam a visão da sociedade das elites dominantes, Eles só podem ser livres quando se conscientizam que há outras ideologias e outras alternativas sociais. Muitas mulheres sofrem da mesma realidade. A visão patriarcal da religião é tão universal que elas acreditam que Deus —um puro espírito sem gênero— é masculino! E que este Deus sempre escolheu homens como profetas, sacerdotes e reis porque os homens são melhores ou mais fortes moralmente que as mulheres!


Ler a Bíblia na ótica da mulher significa procurar o que cada texto fala às mulheres de hoje. Há uma perspectiva da mulher em qualquer assunto que surge nos textos. Um texto mostrará a importância da mulher na história do povo —como as parteiras do Livro do Êxodo— , e um outro mostrará o preconceito patriarcal em relação às mulheres —como a filha de Jefté que é oferecida como um sacrifício humano.


As mulheres aprendem a examinar as leituras feitas na ótica patriarcal e a impugnar qualquer interpretação distorcida pelo machismo. A interpretação tradicional da Bíblia sempre foi masculina pois o masculino era tido como universal. Hoje, essa leitura ideológica incomoda muitas mulheres e homens nas sinagogas e nas igrejas.


As biblistas feministas, em geral, são multidisciplinares em sua abordagem do texto bíblico. Elas trabalham com a análise literária, a antropologia, a sociologia, a lingüística, a filosofia e a psicologia. A interligação de todos estes campos de estudo permite penetrar o texto em seu contexto de povo de Deus num mundo abrangente.


Esta leitura é importante para todas as religiões. Há cientistas sociais que afirmam que a opressão patriarcal é a mais profunda e a mais abrangente das opressões. E a religião é a mais importante formadora e mantenedora dos papéis da mulher, ou como igual, ou como subordinada na sociedade. O papel da religião deve ser a articulação da fé de tal maneira que ela promova a mutualidade e a igualdade.


Eu gostaria de terminar com um caso de esperança. Um menino católico, angustiado, perguntou ao tio padre: "Por que a gente faz o sinal da cruz "em nome do Pai, e do Filho..." Cadê a Mãe?" Se mesmo meninos, estudantes do primeiro grau, sentem que faltam expressões religiosas femininas, chegou mesmo a hora de uma visão feminista da Bíblia!













A Lição do Jardim




Ao ler a história teológica da criação do mundo [ Gênesis 1 – 3 ] percebe-se que há um refrão que chama a atenção : Deus viu que isto era bom ! No ponto alto da narrativa, Deus proclama : Façamos o ser humano à nossa imagem, segundo a nossa semelhança.....e Deus criou o ser humano à sua imagem, à imagem de Deus o criou; Deus o criou macho e fêmea. Deus os abençoou .... e viu tudo o que havia feito. Eis que era muito bom ! [ Gênesis 1, 26.27.31 ] .


Sem dúvida, a visão teológica das origens do mundo é positiva. Tudo que foi criado é bom. Gênesis 1 é um verdadeiro evangelho, uma Boa-Nova. Na raiz da história do mundo e dos seres humanos está o Deus da Vida que comunica sua bondade. Não devemos ter medo : o ato da criação nos liberta da superstição, do medo e dos ídolos . O mundo não depende de forças ocultas que deveríamos adorar e venerar. O mundo depende diretamente do Deus Vivo. A criação vem de Deus, e é uma relação com esse Deus que é Bom e que comunica sua bondade. No centro dessa criação está o casal humano : o centro e o sujeito da história.


O nome de Adão vem da palavra hebraica terra [ adamah ]. E a raiz do nome Eva vem da palavra que significa vida. Os primeiros seres humanos vêm da terra e são cheios de vida.


Gênesis 2 apresenta uma família camponesa. Os seus membros vivem do campo, da terra – adamah - . A célula básica desta sociedade é a CASA , a família em um sentido amplo.


É o lugar onde o ser humano se realiza como Mulher e como Homem.


Gênesis 2, 23 contém a grande proclamação sobre a dignidade da mulher nesta CASA camponesa. A mulher é a companheira que se encontra frente ao homem, com o qual partilha uma igualdade profunda, e assegura o trabalho da CASA e a continuidade da VIDA.


Então o homem exclama
Esta sim é osso dos meus ossos
E carne da minha carne !
Ela será chamada mulher [ hebraico : ishá ] ,
Porque foi tirada do homem [ hebraico : ish ] .


Em hebraico, adam é o homem ligado à terra. Ish significa o homem livre. A mulher, ishá , é tão livre quanto o homem. Este grito de Adão [ Gênesis 2, 23 ] exprime, ao mesmo tempo, a bondade e o relacionamento íntimo e profundo que existe entre o Homem e a Mulher.


Este cântico proclama a dignidade da vida humana e exprime a harmonia e a igualdade que existe entre a mulher e o homem.


Diante desta reflexão devemos nos perguntar : O que aconteceu para mudar esta situação? Por que tantos outros textos apresentarão uma visão da mulher na perspectiva da desigualdade e da subordinação ?







Nenhum comentário:

Postar um comentário

Translate

NOTÍCIAS