TRADUTOR

English French German Spain Italian Dutch
Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
By Ferramentas Blog

quinta-feira, 6 de outubro de 2016

ESTUDOS 115 - A MELHOR DECISÃO É ATENDER O CHAMADO DE DEUS

MINISTÉRIO MANANCIAL DE VIDA PARA AS NAÇÕES
IGREJA BATISTA VIDA NOVA

SÉRIE: ATOS HOJE

ESTUDO 9: A MELHOR DECISÃO É ATENDER O CHAMADO DE DEUS

Texto: Atos 26.14: Então ouvi uma voz que me dizia em aramaico: Saulo, Saulo, por que você está me perseguindo? Resistir ao aguilhão só lhe trará dor!

            Alguma vez você já experimentou trafegar na contra mão?  Locomover-se com seu veículo na contra mão pode trazer sérias conseqüências.  Foi isto que o próprio Senhor Jesus mostrou a Saulo de Tarso, o implacável perseguidor da Igreja de Cristo.  Saulo foi interrompido na viagem para Damasco, da Síria, quando tencionava ali prender judeus convertidos a Cristo.  Jesus o surpreendeu de uma forma tremenda e para tanto utilizou uma linguagem que qualquer judeu daquele tempo entendia muito bem.  Com as palavras transcritas acima o Senhor mostrou a Saulo que andar na contra mão de Deus é a pior coisa que alguém pode fazer na vida.


            a) Certifique-se de que você não está andando na contra mão de Deus!  Saulo era um fariseu dos mais devotados e na sua visão, um judeu que se tornava seguidor de Jesus cometia um crime.  No entanto, o próprio Jesus veio até ele para mostrar que Saulo estava redondamente enganado.  Há um alerta em Provérbios 14.12 que, de tão importante, é repetido em 16.25: Há caminho que parece reto ao homem, mas no final conduz à morte.  Você pode se lembrar que nos tempos do Novo Testamento uma das maneiras dos cristãos chamarem a Igreja era de Caminho (At 24.14).  Quem anda com Jesus segue no Caminho que conduz à vida eterna e não à morte.

            b) A desobediência a Deus atrai dores:  Foi isto que Jesus mostrou a Saulo ao dizer que resistir ao aguilhão lhe causaria dores.  Tais palavras de Jesus tem a ver com o tratamento que se dava aos bois a fim de que eles abandonassem a resistência e aceitassem o jugo.  Você sabe o que é um carro de boi e um arado puxado por animal?  Pois tanto o boi que puxa um carro como o que move um arado têm que ser adestrados para isso.  Jugo é o mesmo que canga – o equipamento que é preso ao animal a fim de conduzi-lo.  Os fazendeiros dos tempos de Paulo usavam aguilhões (ferrões) para aguilhoar (fustigar) as pernas ou a anca do animal quando este tentasse se libertar do jugo.

            Dar coices na aguilhada somente fazia com que o animal sofresse ainda mais dor.  Bem depressa os bois aprendiam que não adiantava reagir escoiceando e, pouco a pouco se submetiam ao seu trabalho.  Assim, o boi aprendia a obedecer a seu dono pela dor.  A desobediência causava dor ao boi.  Saulo entendeu o recado no mesmo instante.  Deus quer que você também entenda este recado.

            c) Quem não vem pelo amor, vem pela dor.  Este é um ditado muito comum na Igreja de Jesus.  Através das dores enfrentadas nos caminhos que até parecem bons, há pessoas que despertam para conhecer o Caminho.  O Salmista escreveu que houve grande proveito nas aflições que enfrentou: Antes de ser afligido eu andava desviado, mas agora obedeço à tua palavra. Foi bom para mim ter sido afligido, para que aprendesse os teus decretos. (Sl 119.67, 71).

            Ouve uma ocasião quando o Senhor Jesus ministrou aos seus discípulos acerca do jugo que Ele nos dá.  Como já vimos, jugo é um instrumento de submeter ou controlar o animal.  Jugo também é lei, mandamento.  Penso que a maioria das pessoas não gosta da idéia de serem subjugadas pelo Senhor. Porém, ser Senhor significa ter controle sobre os servos.  Ele é nosso Kiryós (Senhor, em grego) e somos propriedade exclusiva dEle.  Entretanto, o próprio Jesus ensinou que Seu jugo é suave (Mt 11.30)

            Jesus veio até Paulo para coloca-lo sob Seu jugo: Eu lhe apareci para constituí-lo servo e testemunha do que você viu a meu respeito e do que lhe mostrarei. Eu o livrarei do seu próprio povo e dos gentios, aos quais eu o envio para abrir-lhes os olhos e converte-los das trevas para a luz, e do poder de Satanás para Deus, a fim de que recebam o perdão dos pecados e herança entre os que são santificados pela fé em mim. (Atos 26.16-18).  Nestas palavras o Senhor estava revelando Seus planos para Saulo – de quem mudou o nome para Paulo.  Igualmente, o Senhor colocou este jugo sobre nós.

            Diga aos participantes da sua célula que cada um tem vivido sua vida até hoje, mas que assim como fez com Saulo de Tarso, o Senhor quer interferir em seu viver de maneira direta. Ele quer coloca-lo sob Seu jugo suave.  Convide-os a agirem de maneira diferente do rei Agripa, para quem o apóstolo Paulo estava dando seu testemunho.  Agripa era filho do Herodes que mandou matar o apóstolo Tiago (Atos 12.1) e que depois morreu castigado por Deus.  Agripa era, também, bisneto do Herodes que reinava quando Jesus nasceu e que depois mandou matar as crianças de Belém.

            Agripa teve a chance de conhecer o Caminho. Desvencilhou-se do apelo de Paulo com estas palavras: Você acha que em tão pouco tempo pode convencer-me a tornar-me cristão? (At 26.28).  Como diz a letra de um hino antigo que cantávamos: Tão perto do Reino, mas sem salvação... Agripa esteve tão próximo de receber o jugo de Jesus.  Preferiu a desobediência. A história conta que ele foi muito prestigiado pelo imperador Nero e que até homenageou o terrível imperador que perseguiu os cristãos mudando o nome da capital dos seus domínios, de Cesaréia de Filipos para Neronias. Ele escolheu o caminho errado...

            Louve a Deus com seus discípulos por Jesus e pelo Caminho no qual estamos. Caminho de Salvação e Vida Eterna. Leve-os a declarar que não querem andar na contra mão, mas sim na Vocação que receberam em Cristo.

            

            Seus pastores.

(não me responsabilizo pela posição e/ou leitura teológica do autor)

            

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Translate

NOTÍCIAS