TRADUTOR

English French German Spain Italian Dutch
Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
By Ferramentas Blog

sexta-feira, 9 de junho de 2017

REFLEXÃO 348 - A NOSSA REPUTAÇÃO

A Nossa Reputação

"Nós somos loucos por amor de Cristo..." 1 Coríntios 4.10

Reputação significa renome, fama, celebridade. A reputação que as pessoas buscam é na verdade a valorização do seu "eu", o bom nome, a consideração recebida da parte de outrem, etc. O mundo, por sua vez, valoriza as pessoas que têm dinheiro, poder ou fama: essas são as de "boa reputação". O que temos visto, entretanto, principalmente no Brasil, é exatamente a estrondosa derrubada de reputações consideradas impolutas, conforme podemos acompanhar pela mídia em inúmeros escândalos nacionais que deram origem a CPIs. Uma delas, a CPI do Orçamento, por exemplo, originou-se de uma denúncia . Considere-se, no entanto, que o homem que fez as denúncias, e que rasgou a máscara de inúmeros políticos considerados "acima de qualquer suspeita", cumpre pena em uma unidade prisional do país sob a acusação de ser o mandante da morte de sua esposa. No Rio de Janeiro, a queda do edifício Palace II que mobilizou a opinião pública, revelou o uso de material inadequado - e mais barato - na sua construção, o que causou não só o desabamento mas a dor e ruína de muitas famílias que se não perderam entes queridos perderam seus bens e muitas, inclusive, haviam vendido tudo o que possuíam para poderem adquirir um apartamento naquele prédio, em uma região tão valorizada quanto a Barra da Tijuca. A reputação do engenheiro e proprietário da construtora, Sérgio Naya, ruiu tão rapidamente quanto o Palace II. Infelizmente, muitos neste mundo, na ânsia de conseguir fama e sucesso, especialmente no meio artístico e cultural, têm literalmente vendido sua alma ao diabo. Não são raros os casos de músicas que alcançaram grande popularidade no país às custas de pactos diabólicos feitos em terreiros e centros de magia negra, muitas vezes, com sacrifícios humanos. 
A reputação, à luz da Bíblia, é reconhecida pelo mundo como fanatismo, moralismo, radicalismo, atraso cultural e coisas desse tipo. Paulo já sabia disso na sua época, conforme deixou registrado nas Sagradas Escrituras: "Porque a palavra da cruz é deveras loucura para os que perecem; mas para nós, que somos salvos, é o poder de Deus." 1 Coríntios 1.18. O apóstolo conhecia muito bem a glória que o mundo busca e deixa claro qual a glória que nós, cristãos, devemos buscar: "Gloriemo-nos na esperança da glória de Deus." Romanos 5.2. Vejamos um exemplo bastante atual: Se nós queremos servir a Deus no altar, na posição de pastores, anjos de Deus ungidos para pregar o Evangelho do Senhor Jesus no meio desse mundo vil, somos imediatamente chamados de ladrões, e os pastores da Igreja Universal do Reino de Deus conhecem bem isso, pois são os mais caluniados e injuriados. A mídia, para citarmos apenas um segmento da sociedade brasileira, quando se refere aos nossos pastores usa costumeiramente palavras ignominiosas. Não bastasse isso, alguns elementos dentre as autoridades constituídas, unicamente por motivos pessoais e subjetivos, voltam-se contra esses homens de Deus e movem perseguições inclusive em países estrangeiros, conforme aconteceu recente-mente no Chile, causando mobilização dos membros da Igreja Universal no Brasil que, demonstrando sua indignação contra o acontecimento, realizaram passeatas pacíficas em frente às representações diplomáticas daquele país no território nacional. Ser considerado assim pelo mundo, conforme acontece com os nossos pastores, é, por sua vez, grande honra diante de Deus, pois o próprio Senhor Jesus disse: "Bem-aventurados sois vós, quando vos injuriarem e perseguirem e, mentindo, disserem todo mal contra vós por minha causa. Alegrai-vos e exultai, porque é grande o vosso galardão nos céus; porque assim perseguiram aos profetas que foram antes de vós." Mateus 5.11,12. Reputação, para este mundo, significa estar de acordo com os seus princípios, normas e padrões. Acontece que as pessoas que medem essa reputação estão comprometidas com as estruturas pecaminosas deste mesmo mundo e não têm olhos para ver a realidade. Só Deus pode sondar os corações e julgar além das aparências, por isso, muitas vezes os cristãos sofrem calúnias daqueles que pretendem denegrir a sua imagem com expressões que vão desde os preconceitos mais baixos e comuns às acusações mais abomináveis possíveis. Por exemplo, é comum chamarem os cristãos de bitolados, fanáticos, loucos, massa de manobra, desequilibrados mentais, necessitados ignorantes que se satisfazem com algumas palavras, ou, mais grosseiramente, de ladrões, chantagistas, ou coisas desse tipo. Somente pessoas sem escrúpulos, sem Deus e cheias de ódio poderiam, por exemplo, mover um processo contra um líder religiosos por "formação de quadrilha", como aconteceu com o nosso bispo Macedo que, em repúdio a isso, até hoje publica em suas mensagens sua foto atrás das grades. A reputação deste mundo não interessa aos cristãos. Ela é falsa, demagógica, de aparência, vale como mercadoria. Tem preço de compra e de venda. O que mais nos interessa é o que Deus pensa de nós. Ainda que diante desse mundo nojento sejamos tratados como lixo. Falando do seu ministério à Igreja de Corinto, o apóstolo Paulo, que segundo o mundo era mestre e doutor, um principal entre os fariseus, deixou bem clara sua opção para servir ao Senhor Jesus: "Somos difamados, e exortamos; até o presente somos considerados como o refugo do mundo, e como a escória de tudo." 1 Coríntios 4.13.

AUTOR DESCONHECIDO
(Não nos responsabilizamos pelo conteúdo teológico deste material)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Translate

NOTÍCIAS