TRADUTOR

English French German Spain Italian Dutch
Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
By Ferramentas Blog

terça-feira, 25 de julho de 2017

REFLEXÃO 352 - A OBRA DE DESINTEGRAÇÃO DE SATANÁS

A Obra de desintegração de satanás


Necessitamos saber que, para propagar Seu Evangelho, fazer Sua obra, e cumprir Sua vontade na terra, o Senhor precisa utilizar o Seu Corpo. Nem a Sua vontade nem o Seu caminho podem ser realizados por uma só pessoa, visto que o Senhor não opera através de um homem mas através da Igreja. O vaso que Deus utiliza é a Igreja, não um indivíduo. A vida e o poder de Cristo encontram sua manifestação mais rica através do Corpo de Cristo.

Por esta razão, satanás esforça-se por conseguir a desintegração do Corpo de Cristo. Este chega a ser o assunto que mais lhe interessa. Se nos dermos conta disso, reconheceremos quão séria é esta obra satânica da desintegração; surgem a suspeita e o receio entre os irmãos e irmãs, criam-se facilmente mal-entendidos. Isto é satanás realizando sua obra desintegradora. Um culpa a um irmão, e este último murmura contra uma irmã. Entretanto, se o caso é investigado, não há nada que possa ser considerado sério. Isto também é satanás realizando sua obra de esmigalhar o Corpo.
Satanás induz os filhos de Deus a que se dividam; impulsiona-lhes a desintegrarem-se como Corpo. A obra de Deus é fazer de nós um Corpo; porém a obra de satanás é a de despedaçar-nos. Satanás utiliza nossa carne corrupta, nosso ser obstinado, e o mundo que cobiçamos para realizar sua obra de destruição. Assim que, de fato, o problema não está em que nossa carne não tenha sido tratada, nem em não havermos nos prostrado, nem tampouco em que vivamos conforme o mundo, mas baseia-se no fato de que satanás utiliza estas debilidades nossas como instrumentos para a sua obra de esmigalhamento e de divisão. Se deixarmos que estes elementos permaneçam em nossa vida, damos lugar para que satanás obtenha sua obra de desintegração.
Que idéia possuímos de fato da unidade? De maneira simples, a unidade é Deus Mesmo. Por que é assim? Porque quando separamos as coisas que ficam fora de Deus e começamos a viver n&rsquoEle, então Deus Que está em nós chega a ser a unidade. A unidade realiza-se quando Deus adquire o Seu lugar absoluto em nós. Quando somente Ele é tudo, quando Ele enche tudo. Quando os filhos de Deus estão cheios de Deus, harmonizam-se então uns com os outros.
De fato, satanás, em seus intentos de desintegrar-nos como Corpo, não necessita incitar a rebelião através das opiniões e dissensões que possuímos; basta-lhe conseguir implantar alguma impureza em nós ou outra coisa que ocupe o lugar de Deus. Vamos ilustrar isto: Você tem visto alguma vez como se mistura o cimento? Se existe argila na areia, o cimento não se consolidará totalmente. Do mesmo modo, para que satanás destrua nossa unidade no Corpo, ele necessita apenas derramar um pouco de lodo, isto é, algo que é incompatível com a vida de Deus em nós, e nós, como Corpo, desintegrar-nos-emos. As opiniões e as dissensões nem são necessárias, basta o derramamento de um pouco de lodo entre nós. Continuamos tomando o pão e bebendo o sangue, porém, de todas as formas, podemos estar divididos.
O Corpo de Cristo não é basicamente uma doutrina, nem tampouco uma espécie de disposição, mas é basicamente a vida. O que é a Igreja? A Igreja não é somente uma doutrina conforme as Escrituras; ela tampouco é somente um método conforme as Escrituras; mas é basicamente uma vida, a saber, a manifestação da vida de Cristo.
A unidade não se baseia em nada mais que a vida. Satanás só necessita misturar algumas impurezas em nós e nos outros secretamente; de modo que, ainda que entre nós não exista a mínima discordância de opiniões nem a menor indicação de dissensão, entretanto, sem saber, o Corpo está no processo de desintegração.
Que o Senhor tenha misericórdia de nós e filtre de nós toda impureza! Oh, Senhor, pela cruz e o Espírito Santo, filtra-nos e purifica-nos!
Quão evidente é que todos nós necessitamos investigar o lugar que têm nossas próprias inclinações e desejos. Que lugar têm em nós nosso próprio objetivo? Que lugar em nós ocupa nossa própria obra? Ou será que deixamos que a vida de Cristo ocupe o lugar absoluto dentro de nós? Oh, quanto necessitamos voltar a Deus! Não necessitamos de um avivamento exterior. Só necessitamos de uma coisa, isto é, voltar-nos interiormente a Deus e deixar que Ele nos limpe e purifique com a cruz e o Espírito Santo. Ao sermos filtrados pela cruz e o Espírito Santo, oramos e esperamos que seremos limpados de todas as impurezas que satanás tem misturado em nós. Que o Senhor tenha misericórdia de nós para que não confiemos em nós mesmos, porque até mesmo o sentimento de ter razão pode ser utilizado por satanás para realizar sua obra de desintegração!
Necessitamos de aprender a ir a Deus para obtermos iluminação, necessitamos de aprender a ir entre os irmãos e irmãs para correção. Precisamos estar dispostos a pagar o preço e aceitar o tratamento da cruz, para podermos manifestar verdadeiramente nossas funções como membros da Igreja.
Não dizemos continuamente que amamos ao Senhor? Não dizemos que nos temos entregue a Ele? Então não temos que nos conservar, nem tampouco temos que temer pagar o preço; mas temos que permitir ao Senhor que nos limpe de todas as impurezas que são incompatíveis para que a vida de Cristo possa ser expressada por meio de nós; e que possamos manifestar em nossa vida nossas funções variadas como membros do Corpo, e que também possamos viver o testemunho do Corpo de Cristo.

AUTOR DESCONHECIDO
(Não nos responsabilizamos pelo conteúdo teológico deste material)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Translate

NOTÍCIAS