TRADUTOR

English French German Spain Italian Dutch
Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
By Ferramentas Blog

sexta-feira, 12 de agosto de 2011

JESUS 19 - JESUS ESCOLHE OS DOENTES. POR QUE?

JESUS ESCOLHE OS DOENTES. POR QUE?

                                        Mt 9:9-13


              O doente não é necessariamente uma pessoa com problema físico ou biológico. Neste texto os doentes são os pecadores e todo grupo de pessoas marginalizadas.
              Quem são os marginalizados?
             No mundo em que vivemos a justificação só alcança os ricos e poderosos. Isto significa que somente os ricos e poderosos tem o direito de viver como seres humanos.
            Nossa sociedade rejeita os pobres, os doentes que se encontram hospitalizados, discrimina as pessoas por sua cor ou sexo. Estas pessoas são oprimidas pela sociedade, são marginalizadas, isto é, são deixadas de lado só porque não tem uma conta bancaria alta, ou porque é de cor ‘negra’, ou porque é mulher.
Quem não tem dinheiro é maltratado nos hospitais, é maltratado nas escolas, bancos. Até mesmo o cidadão que trabalhou a vida toda pelo país, quando chega na terceira idade e deveria desfrutar daquilo que ele plantou em sua vida é maltratado pelo seu país. Outro dia assisti uma reportagem onde policiais que haviam sido feridos no cumprimento de seus deveres reclamavam de terem sidos abandonados pelo governo e um dos soldados disse que já tinha vendido sua casa para poder continuar sobrevivendo. Nosso governo faz descaso com os aposentados seja por invalidez ou por idade.
Outro dia um amigo negro me disse que estava indo para sua casa com sua caminhonete e alguns policiais mandaram ele parar e pediram para que ele descesse do carro e coloca-se as mãos para trás. Quando desceu do carro os policiais começaram a chama-lo de ladrão e perguntaram para ele onde ele havia roubado o carro. Este amigo é um irmão que com o suor de seu trabalho conseguiu construir sua casa e comprar seu carro e ainda por cima tem que suportar insultos destes policiais só por ser preto.
O que poucos percebem é que todos estão condenados a morte através dessa estrutura pecaminosa que governa nosso país. Os pobres, os injustiçados, isto é, os marginalizados estão condenados por essa estrutura que os torna cada vez mais pobres, que os faz sentir cada vez mais como um ser desprezível, que os leva a se sentirem abandonados até mesmo por Deus. Por outro lado os ricos e poderosos também estão morrendo se desumanizando cada vez mais. Quanto mais gananciosos se tornam, quanto mais avarentos, mais de sua humanidade é perdida; ao ponto de deixarem de serem seres humanos, pois perdem toda a compreensão do amor, da fraternidade, da comunhão e se tornam pessoas sem sentimento e que acabam vivendo na solidão ou rodeadas por pessoas interesseiras.
                  
                         JESUS ESCOLHE OS DOENTES
Jesus não esta falando neste texto de doença física, mas de algo que esta alem do biológico, ele esta falando de pessoas que sofrem por se sentirem rejeitadas, abandonadas, pelo seus próprios compatriotas, pessoas que lutam para poder sobreviver num mundo onde o dinheiro fala mais alto, onde a justiça só trabalha para aqueles que podem paga-la. Jesus veio para salvar o pecador, o ladrão, o assassino, o adultero, a prostituta. Jesus veio para transformar estas vidas e oferecer a estas pessoas um novo reino. Um reino de amor, de paz, de justiça.
Jesus escolhe os doentes, os que necessitam de salvação.
 

1o- Escolhe os publicanos
Mateus foi chamado por Jesus. Mateus era um publicano. Os publicanos recolhiam impostos para os romanos; gozavam de péssima reputação por suas extorsões e abusos.
Mesmo o publicano sendo judeu era desprezado pelos seus compatriotas, era marginalizado pela sociedade judaica.
Zaqueu (Lc 19:2-10) – Se converte e dá aos pobres metade dos seus bens e diz ainda que se ele defraudou alguém ele restituiria quatro vez mais.
Quem são os publicanos de hoje? São os pobres, são os assalariados, pessoas que trabalham duro dia e noite e ainda assim são maltratados nas repartições publicas, são maltratados pela sociedade que só justifica os ricos e poderosos.
Contudo Jesus convida um publicano para o seguir. Jesus estende o seu reino para um publicano.

2o- Escolhe os pecadores
Os pecadores eram pessoas cujas ocupações diárias os tornavam impuras, e segundo os fariseus, indignos de associação.
Os pecadores para os fariseus eram as prostitutas, idólatras, médiuns, homossexuais, para os judeus estes não mereciam amor, não mereciam atenção de ninguém. 
Jesus não aceitava (e nem aceita) o pecado da prostituição, idolatria, etc. Jesus não se associava (e nem se associa) com o pecado, mas ele amava (e ama) o pecador. Jesus estava oferecendo perdão para todas as pessoas e um novo inicio de vida para aqueles que o aceitassem como Senhor e Salvador.
Certa vez uma mulher foi pega em flagrante adultério e trouxeram a mulher até Jesus para ver o que ele faria com ela, pois a lei de Moisés a condenava a morte. Jesus olha para aquela mulher e para a multidão e diz o seguinte para eles: ‘Aquele dentre vós que estiver sem pecado atire a primeira pedra’. Dizendo isto todos os acusadores da mulher foram embora e Jesus diz o seguinte para ela: ‘Mulher onde estão os teus acusadores? Ninguém te condenou? Nem eu tampouco te condeno, vai e não peques mais (Jo 8:3-11).

3o- E os fariseus?
Os fariseus foram escolhidos, pois eram doentes e pecadores como os publicanos, a diferença é que ele se achavam justos, se consideravam homens sãos, isto é, homens que não precisavam de um médico.
Os fariseus eram os religiosos, homens arrogantes, eram os poderosos da época de Jesus. Se gabavam da sua religiosidade, da sua sabedoria, do seu prestigio entre os poderosos e ricos do governo romano.
Os fariseus oprimiam o povo e usavam da lei de Moisés como escudo para continuarem a oprimir e marginalizar os pobres, publicanos e pecadores. Sua arrogância os deixava tão cegos que não percebiam que estavam caminhando para um precipício, não conseguiam perceber que precisavam de um médico e urgente. O câncer do orgulho, do poder, da arrogância já os havia matado como seres humanos e eles não tinham se dado conta disso. Eles já não possuíam sentimento algum pelo próximo.
Os fariseus estão espalhados no nosso mundo:
na política – promessas que nunca são cumpridas (ex. personagem do                                                             Chico Anísio que queria enterrar todos os pobres no metro)
na sociedade – pessoas que condenam outras por causa de sua raça, classe social e que só aceita aqueles que tem dinheiro (Ex. O filme Titanic)
na igreja – pessoas que se afasta do mendigo, do pobre, pessoas que bate no peito se dizendo cumpridor de todos os deveres religiosos e o fazem apenas para se sentirem paz na consciência, achando que Deus se agrada disso.

O Reino de Deus não vai Ter lugar para os arrogantes, orgulhosos. Os ricos e poderosos só se salvarão se reconhecerem que precisam de Jesus Cristo para se salvarem, da mesma forma os publicanos e pecadores.
No v. 13 Jesus diz que Deus quer Misericórdia e não holocaustos. O que Deus quer de nós igreja é que amemos uns aos outros, é que lutemos por uma sociedade justa, onde todos tenham o mesmo direito, independente de classe social, raça e sexo. Que todo cidadão possa ser tratado como um ser humano e não como animal. Que todo cidadão tenha condição de estudar, de se profissionalizar. Nós a igreja de Jesus Cristo temos que lutar para que nosso país se torne um país onde reine a justiça, o amor e a paz. Temos que lutar para que o reino de Deus seja aqui e agora na vida de cada ser humano.
A justificação de Deus deve alcançar a todos, pois essa é a vontade de Deus que todos cheguem ao pleno conhecimento da salvação. Em Cristo todos somos um pois fomos todos lavados pelo mesmo sangue e batizados pelo mesmo Espírito. Não há diferença entre nós. A justificação do mundo só alcança os ricos e poderosos. A justificação de Deus alcança todo o indivíduo que crer em Cristo Jesus seu Filho seja ele pobre ou rico.
Jesus veio para salvar os doentes, Jesus veio para salvar os pecadores, os oprimidos, os injustiçados, Ele veio para salvar todo aquele que se encontra enfermo da alma e que reconhece que precisa Dele o médico da alma.



Pr. Cornélio Póvoa de Oliveira

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Translate

NOTÍCIAS