TRADUTOR

English French German Spain Italian Dutch
Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
By Ferramentas Blog

quinta-feira, 2 de fevereiro de 2012

REFLEXÃO 14 - NEM TODO MAL TEM UM FIM MALIGNO

NEM TODO MAL TEM UM FIM MALIGNO
Jz 14

Os filisteus na época de Sansão oprimiam o povo israelita, essa opressão durou quarenta longos anos. Parece que o povo já tinha aceitado o domínio dos filisteus sobre eles, de forma que havia paz entre os israelitas e os filisteus. Esta paz se dava pelo fato dos israelitas terem aceitado o estado de opressão; esta aceitação ou esta trégua se deu pelo fato deles não terem forças para combater os filisteus, de forma que vivam oprimidos como se isto fosse natural ou aceitável.
Devemos nos lembrar que Deus nunca quis ao ser humano este estado de vida. Seu projeto era que todos pudessem viver em harmonia, onde os ricos dividiriam seus ganhos com os necessitados, onde a justiça reinaria de forma que todos pudessem viver dignamente (Dt 15; 23:19-20; 24:18-22).
(v.19) – "Então o Espírito do Senhor de tal maneira se apossou dele que desceu aos ascalonitas, matou deles trinta homens, despojou-os, e as suas vestes festivais deu-as aos que declararam o enigma; porém acendeu-se a sua ira, e ele subiu à casa de seu pai".
Este versículo me chamou a atenção, fiquei pensando "o Espírito do Senhor o levou a matar trinta pessoas inocentes, pessoas estas que não estavam na festa, que não sabiam de nenhum enigma, que não sabiam quem era Sansão, e que se tinham alguma culpa era a de não conhecer Jeová”.
Sansão me lembrou os terrorista que mataram pessoas inocentes. É verdade que os terroristas mataram muito mais pessoas, mas o numero de mortos não difere a ação cruel dos mesmos.
            Outra coisa que me chamou a atenção foi O ESPIRITO DO SENHOR que levou Sansão a isto. Muitas vezes pensamos que tudo que acontece de ruim é do diabo. Fiquei pensando será que não foi Deus que levou aquelas torres a caírem. Surge uma pergunta: Por que Deus faria isso?
No caso de Sansão, Deus queria livrar Israel (o povo oprimido) das mãos dos Filisteus (opressor). Deus criou uma situação para que houvesse inimizade, guerra entre eles e dessa forma fazer com que os israelitas se libertassem dos filisteus.
            Será que Deus não criou uma situação para denunciar o opressor de nossos dias? Será que Deus não está permitindo que haja guerra para por fim aos atos terroristas também? Quem será os maiores terroristas os que atacam com homens-bombas ou os que destroem a cultura de um povo, destroem sua força econômica fazendo-os escravos modernos.
            Parece um paradoxo, no entanto está atitude maligna dos terroristas parece que nos chama para um grito de liberdade. O que quero dizer é que o mal que eles fizeram pode se transformar num bem para o resto da sociedade, desde que essa faça a leitura correta do acontecimento.
Tudo isto me faz pensar o seguinte: DEUS CONTINUA NA DIREÇÃO DA HISTÓRIA.

Pr. Cornélio Póvoa de Oliveira
02/10/01

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Translate

NOTÍCIAS