TRADUTOR

English French German Spain Italian Dutch
Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
By Ferramentas Blog

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012

REFLEXÃO 30 - LUTAS E PROVAS, PARA QUE?

LUTAS E PROVAS, PARA QUE?
Mt 4.1-11

            Este texto é interessante, pois Jesus foi levado pelo Espírito Santo ao deserto para ser tentado. Quando vejo este texto me pergunto: por que Jesus precisava ser tentado? Ele já não teria enfrentado diversas outras tentações em sua vida? Assim como toda criança imagino que Jesus deve ter sido tentando a mentir em algum ato falho. Em sua adolescência deve ter tido que lidar com a puberdade como qualquer outro adolescente. Em fim ele deve ter enfrentado diversas tentações até culminar neste dia em específico, quando levado pelo próprio Espírito de Deus para ser tentado. Por que?
Será que Deus Pai precisava ter evidências de que Jesus seria capaz de suportar as tentações infligidas por Satanás? Será que Deus Pai esperava que Jesus provasse que realmente era digno de Seu amor? Creio que não. Creio que Deus Pai tinha plena certeza de quem era o Filho e de Sua capacidade para vencer quaisquer dificuldades. Creio que o Pai o amava antes da tentação e o amaria depois da tentação independente do resultado desta prova. Mas então porque Jesus precisava ser provado?
Acredito, embora não faço disso uma afirmação categórica, que Jesus foi tentado para calar Satanás de qualquer acusação de que Ele seria vencido se lhe fosse dado uma oportunidade para convencê-lo. Jesus provou ao diabo Sua fidelidade ao Pai.
Acredito também que Jesus foi tentado para mostrar aos homens que é possível vencer quando se sabe QUEM É e A QUEM SERVE.
Gostaria de destacar alguns pontos neste texto para nossa reflexão hoje.


1) Para ser tentado (v.1)
·        Colocado a prova - Muitas vezes as adversidades da vida são provas que precisamos passar.
·        Para que serve uma prova? Para nos avaliarmos. Para confirmar se o que dizemos e conhecemos de Deus realmente são fundamentos e valores inegociáveis no dia a dia de nossas vidas.
·        Suras ações e respostas diante as adversidades trarão a luz a verdade sobre sua fé. Os princípios de Deus e Sua Palavra são valores estruturantes de sua vida.

2) Teve fome (v.2)
·        Essa afirmação destaca a humanidade de Jesus. É de se esperar que após 40 dias, em jejum, qualquer ser humano sinta fome, mas não necessariamente um deus.
·        A importância dessa afirmação é que nos dá a segurança de que Jesus nos compreende. Ele era tão humano quanto eu e você. Embora Jesus fosse Deus encarnado, Ele não usurpou ser igual a Deus, isto é, fazer uso de seus atributos divino, enquanto viveu aqui como homem (Fp 2.5-8).
·        Essa afirmação nos faz concluir que Jesus venceu a tentação, sendo homem como nós, então podemos vencer se seguirmos seu exemplo.

3) Jesus respondeu: “Esta escrito...” (vs. 4, 7 e 10)
·        Jesus venceu Satanás fazendo uso da Palavra de Deus.
·        A melhor maneira para vencermos o diabo é fazendo uso da Palavra de Deus.
·        Esta também é a melhor maneira para vencermos as adversidades da vida e a falta de fé.
·        Devemos usar a Palavra de Deus. Lembre-se que a fé vem pelo ouvir da Palavra de Deus.
·        Cite a Palavra. Deixa ela entrar em seu coração até se tornar parte do seu ser.

Conclusão: Você já pensou que as lutas de hoje são testes de sua fé. Não importa sua origem. Todas as lutas acabam por testar sua fé.
Eu te convido a se apoderar da Palavra de Deus, como Jesus fez, fazendo dela sua arma para derrubar os gigantes, saltar as muralhas e prosseguir para uma vida vitoriosa.  Você nasceu para vencer!

Pr. Cornélio Póvoa de Oliveira – 15/02/2012

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Translate

NOTÍCIAS