TRADUTOR

English French German Spain Italian Dutch
Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
By Ferramentas Blog

sábado, 25 de fevereiro de 2012

REFLEXÃO 33 - DEUS NÃO VÊ COMO VÊ O HOMEM. AINDA BEM!

DEUS NÃO VÊ COMO VÊ O HOMEM. AINDA BEM!

1 Sm 16:7


          Samuel foi enviado por Deus a casa de Jessé para ungir aquele seria o novo rei de Israel. Jessé possuía vários filhos e os fez passar diante Samuel. Sucedeu que entrando eles na presença de Samuel, este notou a Eliabe e logo pensou ser Eliabe o escolhido de Deus. Porém Deus disse a Samuel que aquele não era o escolhido. Deus também disse que não havia escolhido nenhum daqueles sete filhos que ali se encontravam.
Jessé manda chamar o mais moço que estava apascentando as ovelhas por ordem de Samuel. Quando este jovem que era ruivo e de boa aparência chega diante de Samuel, Deus diz a Samuel: “Levanta-te, e unge-o, pois este é ele”.


          Quando lemos esta passagem percebemos que Samuel olhou o tamanho, talvez a formosura de Eliabe, acreditando que a aparência externa contava para ser o rei escolhido de Israel.
Deus não olha para aparência física, Deus olha para o coração do homem.
Você já pensou se Deus olhasse somente para as coisas externas. Quantos julgamentos errados Deus não faria. Nós homens pecamos em nossos julgamentos porque olhamos para o externo, condenamos o inocente e soltamos o ladrão muitas vezes por causa de sua cor, de sua condição financeira, etc.
          Quantas vezes olhamos para uma determinada fruta e não a comemos por causa de sua aparência. Eu particularmente não gosto de jaca, porque não suporto olhar para aquela gosma branca, imagino que aquela fruta deve ser horrível. Entretanto muitos têm me dito que estou perdendo de comer um fruto delicioso.
Nossa sociedade também despreza as pessoas por causa de sua aparência, sua raça, condições financeiras, etc.
          Deus não é como nós homens. Deus não se deixa enganar pela aparência. Deus vê o que está no mais profundo de cada um de nós. Deus conhece os intentos de nosso coração (Hb 4:12), e é por causa deste conhecimento que Deus julga com perfeição; por isso Deus é justo juiz.
Ainda bem que Deus não vê como o homem!



Pr. Cornélio Póvoa de Oliveira
12/01/02

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Translate

NOTÍCIAS