TRADUTOR

English French German Spain Italian Dutch
Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
By Ferramentas Blog

quarta-feira, 30 de maio de 2012

TRAILER 82 - FIGHT CHURCH



Sem Legenda


Vale tudo para Jesus? Igreja da Luta é um documentário sendo produzido nos Estados Unidos que mostra o movimento cristão de Mixed Martial Arts (MMA), uma das principais influências do torneio do UFC.
Com o nome de “Fight Church” [Igreja da Luta], a iniciativa de uma produtora independente ainda busca financiamento para finalizar a obra.  As convergências e divergências entre a fé cristã e as lutas são exploradas ao longo de quase duas horas.

O filme acompanha vários pastores e lutadores em sua busca para conciliar os ensinamentos de Jesus com um esporte que muitos consideram violento e bárbaro. A fé dos lutadores é lembrada (e testada) quase o tempo todo.


Dirigido por Daniel Junge, que já foi premiado pela Academia do Oscar, e co-dirigido por Bryan Storkel. Seus produtores são os premiados Eben Kostbar e Joseph McKehleer. “Nosso objetivo é apresentar esses personagens incrivelmente provocantes em busca de seus objetivos. Vamos pedir que o público chegue às suas próprias conclusões sobre as possível conexão entre religião e violência, bem como explorar a fama crescente de MMA nos EUA e discutir o impacto do cristianismo em nossa sociedade pós-moderna “, explicou o diretor.

Ele explica ainda que enquanto filmava seu longa mais recente, “The Hammer”, ele conheceu Paul Burress. Além de  lutador de MMA e treinador, Paul  também é pastor. Logo, ficou curioso para saber como um homem  que vive para Deus, sendo tão sincero e  fiel  conseguia pregar sobre amar o próximo e, ao mesmo tempo, incentivar os membros de sua igreja a lutarem em um ringue.

Storkel diz que é cristão e que, à primeira vista, tudo aquilo parecia muito errado. Mas quis explorar o assunto e passou a filmar a rotina de seu amigo pastor. Com isso foi descobrindo outros cristãos dedicados que trabalham como treinadores e até igrejas que promovem lutas dentro dos templos.

Acabou ficando surpreso ao descobrir o crescente número de “ministérios de luta” que soube estarem surgindo em todo o país. Dentro de pouco tempo conheceu vários lutadores do UFC que são cristãos e que decidiram colaborar com o projeto

O próprio Storkel disse que teve alguns conflitos durante as filmagens “Depois de conhecer Paul e passar tempo com ele, percebi que ele realmente era sincero em sua fé. Ele ama a Deus e ama as pessoas. Eu ainda não tenho certeza o que eu concordo com os aspectos morais envolvidos nisso tudo. Honestamente, eu não tenho certeza se Deus tem uma opinião clara sobre a luta organizada. Acho que ele tem coisas maiores e mais importante para lidar. Pode até não ser uma questão moral. Isso é o que eu estou tentando explorar no documentário”.

Ele sabe que alguns cristãos pensam que o MMA é do diabo. Mesmo assim, o diretor enfatiza que não se trata de uma questão tratada abertamente pela maioria das igrejas. “Acho que muitas vezes os cristãos tendem a fugir de coisas como esta e não falar sobre elas. Gosto de  ver as pessoas que vivem a sua fé de maneiras não-tradicionais”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Translate

NOTÍCIAS