TRADUTOR

English French German Spain Italian Dutch
Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
By Ferramentas Blog

terça-feira, 4 de dezembro de 2012

A ORDEM DA SALVAÇÃO 4 - ARREPENDIMENTO


A ORDEM DA SALVAÇÃO

ARREPENDIMENTO
ESTUDO 4

  1. INTRODUÇÃO
    1. Junto com a fé, são os dois ingredientes necessários para que haja conversão.
  2. OS ELEMENTOS DO ARREPENDIMENTO
    1. Um elemento intelectual. Há uma mudança de opinião, um reconhecimento do pecado com a culpa pessoal, a corrupção e a incapacidade que envolve. Ver Rm 3.20 comparado com 1.32. Se o arrependimento não é acompanhado pelos outros elementos que se seguem, pode manifestar-se como o temor do castigo, ainda que careça do ódio ao pecado.
    2. Um elemento emocional. Há uma mudança de sentimento que se manifesta em tristeza pelo pecado cometido contra um Deus santo e justo. Sl 51.2, 10, 14. Se é acompanhado do elemento seguinte é uma tristeza de Deus, porém, se não é acompanhado é uma tristeza do mundo, que se manifesta em remorso e desespero, 2 Co 7.9,10; Mt 27.3; Lc 18.23.
    3. Um elemento volitivo. Há um elemento da vontade que consiste na mudança de propósito, um íntimo voltar-se do pecado e uma disposição a buscar o perdão e a pureza, Sl 51.5, 7, 10; Jr 25.5. O elemento volitivo inclui os outros dois elementos e é o aspecto mais importante do arrependimento, At 2.38; Rm 2.4.
  3. O CONCEITO BÍBLICO DO ARREPENDIMENTO
    1. As Escrituras ensinam que o arrependimento é um ato interno e não deve confundir-se com a mudança de vida que flui dele. A confissão de pecados e a reparação dos erros cometidos, são frutos do arrependimento.
    2. Arrependimento é uma condição negativa e não uma meio positivo de salvação. Ou seja, o arrependimento não constituí uma obra meritória que dê bases para a salvação. Ainda que o arrependimento seja o dever do pecador, não cumpre as demandas da lei em relação as transgressões passadas.
    3. O verdadeiro arrependimento somente existe em conjunto com a fé e jamais separado da mesma. Os dois elementos fazem parte da mesma volta - um regresso do pecado em direção a Deus. São partes do mesmo processo, e que se complementam.
  4. OS MOTIVOS DO ARREPENDIMENTO
    1. O pecador experimenta a bondade de Deus, Rm 2.4; o amor de Deus, Jo 3.16; e o desejo ardente de Deus em ver os pecadores salvos, Ez 33.11; 1 Tm 2.4.
    2. O pecador experimenta a inevitável conseqüência do pecado, Lc 13.1-5; da demanda universal do evangelho, At 17.30; a esperança da vida espiritual, Jo 3.16; e a afiliação no reino de Deus, Mc 1.15.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Translate

NOTÍCIAS