TRADUTOR

English French German Spain Italian Dutch
Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
By Ferramentas Blog

terça-feira, 7 de maio de 2013

BABILÔNIA 1 - A BABILÔNIA DO APOCALIPSE


A BABILÔNIA DO APOCALIPSE.     

Este estudo foi feito pela igreja adventista:  cuidado !!!

Babilônia é um termo que representa confusão. Podemos associá-lo com as confusões ocasionadas por doutrinas falsas que vêm de encontro às doutrinas bíblicas.
Em Apocalipse 17, a Bíblia deixa claro que o poder é representado por uma mulher montada numa besta escarlate.
Mulher = Igreja [Efésios 5:23 e 24"porque o marido é a cabeça da mulher, como também Cristo é a cabeça da igreja, sendo ele próprio o Salvador do corpo. Mas, assim como a igreja está sujeita a Cristo, assim também as mulheres o sejam em tudo a seus maridos."].
Essa comparação não pode ser tomada em sentido leviano pelos homens. A mulher, filha de Deus, foi feita para ser a companheira do homem e os dois são um todo. A mulher é a coisa mais maravilhosa que Deus poderia oferecer ao homem. Na profecia, a comparação é em tom profético, ilustrativo, e não de subordinação. De fato, era a intenção de Deus que a mulher cuidasse dos filhos enquanto que o homem pusesse o sustento na casa. O Criador gostaria que as mães se dedicassem à criação de seus filhos. Naturalmente, a estrutura física do homem é adaptável a maiores rigores, devendo o mesmo ser o cabeça da família, ou seja, tomar a frente na defesa da mesma.
A igreja de Deus é representada por uma mulher vestida de sol e lua debaixo dos pés e uma coroa de 12 estrelas.
  • Sol = Sol da Justiça que é Cristo
  • Lua debaixo dos pés = antigo testamento ou sistema sacrifical de cordeiros.
  • Coroa de 12 Estrelas = os 12 apóstolos ou a Igreja Primitiva Apostólica, da Época de Cristo.
Esta Igreja representa a Igreja de Jesus, pura. Se uma mulher pura representa a Igreja de Jesus, uma mulher prostituta representa uma igreja corrompida. Só se corrompe uma igreja quando a mesma utiliza doutrinas contrárias à palavra de Deus. Chegamos, pois, à conclusão final:
  • Primeiro: esta mulher (Igreja) "estava embriagada com o sangue dos santos e das testemunhas de Jesus" (Apocalipse 17:6) e a história é muito clara ao provar que a igreja que perseguiu, torturou e matou muitos cristãos foi a Igreja de Roma. Um relato histórico impressionante é o que será relatado agora:

"O mais negro, porém, do negro catálogo de crimes, a mais horrível entre as ações diabólicas de todos os hediondos séculos, foi o MASSACRE DE SÃO BARTOLOMEU, na França. O mundo ainda recorda com estremecimento de horror as cenas daquele assalto covardíssimo e cruel. O rei da França, com quem sacerdotes e prelados romanos insistiram, sancionou a hedionda obra. Um sino badalando à noite dobres fúnebres, foi o sinal para o morticínio. Milhares de protestantes que dormiam tranqüilamente em suas casas, confiando na honra empenhada de seu rei, eram arrastados para fora sem aviso prévio e assassinados a sangue frio.
Como Cristo fora o chefe invisível de Seu povo ao ser tirado do cativeiro egípcio, assim foi Satanás o chefe invisível de seus súditos na horrível obra de multiplicar os mártires. Durante sete dias perdurou o massacre em Paris, sendo os primeiros três com inconcebível fúria. E não se limitou unicamente à cidade, mas por ordem especial do rei estendeu-se a todas as províncias e cidades onde se encontravam protestantes. Não se respeitava nem idade nem sexo. Não se poupava nem a inocente criancinha, nem o homem de cabelos brancos. Nobres e camponeses, velhos e jovens, mães e filhos, eram juntamente abatidos. Por toda a França a carnificina durou dois meses. Pereceram setenta mil da legítima flor da nação."
"Quando as notícias do massacre chegaram a Roma, a exultação entre o clero não teve limites. O cardeal de Lorena recompensou o mensageiro com mil coroas; o canhão de Santo Ângelo reboou em alegre salva; os sinos tangeram em todos os campanários; fogueiras festivas tornaram a noite em dia; e Gregório XIII, acompanhado dos cardeais e outros dignitários eclesiásticos, foi, em longa procissão, à igreja de São Luís, onde o cardeal de Lorena cantou o Te Deum. (…) uma medalha foi cunhada para comemorar o massacre, e no Vaticano ainda se podem ver três quadros de Vasari descrevendo o ataque ao almirante, o rei em conselho urdindo a matança, e o próprio morticínio. Gregório enviou a Carlos a Rosa de Ouro; e quatro meses depois da carnificina, … ouviu complacentemente ao sermão de um padre francês, … que falou daquele ‘dia tão cheio de felicidade e regozijo, em que o santíssimo padre recebeu a notícia, e foi em aparato solene dar graças a Deus e a São Luís’." – O Massacre de São Bartolomeu, de Henry White.
  • Segundo: é uma igreja muito rica [Apocalipse 17:4 – "A mulher estava vestida de púrpura e de escarlata, e adornada de ouro, pedras preciosas e pérolas; e tinha na mão um cálice de ouro, cheio das abominações, e da imundícia da prostituição;"] – a igreja mais importante, impressionante, rica e imponente é a Basílica de São Pedro, no Vaticano. O Vaticano, como era Roma, é rodeado de muralhas, tendo a sua guarda suíça e sua legislação própria, com seu corpo diplomático. É considerado uma cidade, um Estado. O obelisco que está no centro da praça de São Pedro foi trazido da África por Calígula. A Igreja de S. Pedro foi anteriormente o palácio de Constantino, tendo sido depois doado à Igreja; no tempo de Lutero sofreu uma remodelação. Ao lado, num prédio de formas mais modernas, no último andar, mora o papa. Há estatuas de santos por todos os lados; em cima da porta central há um quadro de Jesus entregando as chaves de Pedro. Esta igreja é a maior igreja católica do mundo. Dentro dela, no soalho, em metros, estão as medidas e os nomes das outras maiores igrejas do mundo. Há 04 nichos ou balcões dentro da Igreja:
  • Com o lenço de Maria Madalena;
  • Com a espada de Longino, que atravessou o coração de Jesus;
  • Com Helena, mãe de Constantino;
  • Com André, irmão de Pedro.
  • Terceiro: a mulher (igreja) estava assentada sobre uma besta com sete cabeças e dez chifres. Os dez chifres monstra-nos que essa Igreja se localiza na Europa (vide capitulo III deste estudo - Daniel 7) e as sete cabeças são os sete montes que se localiza a cidade de Roma, também chamada "A Cidade das 07 Colinas" – Apocalipse 17:9 - "Aqui está a mente que tem sabedoria. As sete cabeças são sete montes, sobre os quais a mulher está assentada." Estes sete montes, são:
  1. Aventino;
  2. Palatino;
  3. Quirinal;
  4. Viminal;
  5. Janículo;
  6. Esquilino;
  7. Ceoli.
E são também sete reisApocalipse 17:10 "são também sete reis: cinco já caíram; um existe; e o outro ainda não é vindo; e quando vier, deve permanecer pouco tempo."
A palavra reis significa, em latim, Basileus = dignidades. A história comprova que Roma foi governada por sete representações governamentais:
  1. Reis;
  2. Cônsules;
  3. Ditadores;
  4. Tribunos;
  5. Descenviros;
  6. Imperadores;
  7. Bispado
A Bíblia diz que "um existe" – na época que João teve a visão do Apocalipse, o Império que comandava o mundo era o férreo Império Romano, comandado pelo Imperador Domiciano (94 d.C).
E ainda que "o outro ainda não chegou" – depois dos Imperadores o poder que sucedeu foi o do Bispo de Roma, que mais tarde se tornou o papa, ou poder papal, em 538 d.C com o Decreto de Justiniano.
  • Quarto: a mulher (igreja) é representada pela grande cidade que era centro político da humanidade, na época que João teve a visão do Apocalipse – Apocalipse 17:18"E a mulher que viste é a grande cidade que reina sobre os reis da terra."
João, o apóstolo amado, não deixa dúvida quanto a este poder perseguidor e corrupto que faz com que todos os habitantes da Terra venham à perdição.
Tendo em vista que na sua época a grande cidade que reinava era a cidade de Roma e nos faz concluir que o poder da mulher (igreja) prostituta, corrompida, esta situado nesta área geográfica e todos os estudos nos levam ao desfecho que esta Igreja é a Igreja Católica Apostólica Romana, situada no Vaticano, em Roma. Esta, uniu-se, de fato, com os reis da Terra, e aumentou seu poder político e perseguidor, como conta a história. Atualmente, muitas Igrejas têm se "aderido" a alguns ensinos romanistas e muitas Igrejas Protestantes têm se prostituido com a "Igreja Mãe", deixando de lado os ensinos da Bíblia para dar ouvido às tradições e a raciocínios filosóficos e espiritos de demônio.
Não obstante a Igreja Católica Apostólica ter sido a Igreja Primitiva de Cristo, não é argumento para rotular-se, àqueles que corromperam a Doutrina Cristã, a Igreja Católica Apostólica ROMANA, como sendo a Igreja de Cristo, pois que o próprio Salvador mesmo disse: "Quem é minha mãe? e quem são meus irmãos? E, estendendo a mão para os seus discípulos disse: Eis aqui minha mãe e meus irmãos. Pois qualquer que fizer a vontade de meu Pai que está nos céus, esse é meu irmão, irmã e mãe." Mateus 12:48-50
  • Quinto: a mulher (igreja) deu a todas as nações do vinho da sua prostituiçãoApocalipse 17:4"A mulher estava vestida de púrpura e de escarlata, e adornada de ouro, pedras preciosas e pérolas; e tinha na mão um cálice de ouro, cheio das abominações, e da imundícia da prostituição."
O vinho de Babilônia representa as doutrinas impuras que não têm respaldo bíblico. Quando a pessoa esta embriagada não consegue discernir as suas atitudes. É o que acontece com a maioria dos membros da igreja romana, quando são desfrontadas com as verdades bíblicas elas têm a sua mente tão condicionada às fábulas que fica difícil aceitar as verdades impressas na palavra de Deus.
Com a conversão de Constantino Cloro, e um pouco antes dessa conversão, doutrinas pagãs foram sutilmente sendo aceitas pela Igreja Apostólica Romana, fundada por Pedro e Paulo. E o mais incrível é que estes homens foram mortos pelo próprio poder Romano, tomando, por usurpação, prerrogativas religiosas, colocando Pedro como o primeiro papa.

O Vinho de Babilônia
  1. 310 d.CIniciam as rezas pelos mortos .
Refutação:
Deuteronômio 18:10-12"Não se achará no meio de ti quem faça passar pelo fogo o seu filho ou a sua filha, nem adivinhador, nem prognosticador, nem agoureiro, nem feiticeiro, nem encantador, nem quem consulte um espírito adivinhador, nem mágico, nem quem consulte os mortos; pois todo aquele que faz estas coisas é abominável ao Senhor, e é por causa destas abominações que o Senhor teu Deus os lança fora de diante de ti."
OBS: qualquer comunicação com os mortos é uma ofensa a Deus posto que o primeiro engano que houve com a raça humana aconteceu no Éden quando Satanás contradisse as palavras de Deus, ao afirmar que o homem não morreria (Espiritismo) – Gênesis 3:4"Disse a serpente à mulher: Certamente não morrereis."
A Bíblia deixa claro que "o salário do pecado é a morte, mas o dom gratuito de Deus é a vida eterna em Cristo Jesus, nosso Senhor." Romanos 6:23.
A morte é comparada a um sono profundo e quem aparece transfigurado nos mortos é o pai da mentira: Satanás – II Coríntios 11:14"E não é de admirar, porquanto o próprio Satanás se disfarça em anjo de luz."
  1. 321 d.C - Conversão de Constantino Cloro;
Esta conversão nominal abriu as portas para a união da Igreja com o Estado e, consequetemente, doutrinas pagãs foram introduzidas no seio da igreja.
 
  1. 370 d.C – Culto aos Santos:
Refutação:
Mateus 4:10"Ao Senhor teu Deus adorarás, e só a Ele darás culto."
Apocalipse 22: 8 e 9"Eu, João, sou o que ouvi e vi estas coisas. E quando as ouvi e vi, prostrei-me aos pés do anjo que mas mostrava, para o adorar. Mas ele me disse: Olha, não faças tal; porque eu sou conservo teu e de teus irmãos, os profetas, e dos que guardam as palavras deste livro. Adora a Deus."
Obs: somente Deus como nosso Criador é merecedor da nossa adoração. Em nenhum passagem Bíblica os apóstolos de Cristo suscitaram para si adoração. Nem mesmo o anjo de Deus suscitava para si adoração. De Gênesis até Apocalipse, passagem não há na Bíblia de que os seguidores de Cristo, guardadores dos Mandamentos de Deus, sucitaram para si a adoração. Ao contrário, como seguidores, adoravam APENAS a Deus e assim ENSINAVAM aos povos.
  1. 394 d.C – Substituição do Culto pela Missa
Refutações:
I Pedro 3:18"Porque também Cristo morreu uma só vez pelos pecados, o justo pelos injustos, para levar-nos a Deus; sendo, na verdade, morto na carne, mas vivificado no espírito."
Obs: A Missa propõe, literalmente, a significação da morte de Cristo. Mas, a palavra missa não se encontra em nenhuma passagem Bíblica. Tendo em vista que Cristo morreu uma única vez, a transsubstânciação, transformando o vinho no sangue de Cristo e o pão no corpo de Cristo, é um simbolísmo do seu sacrifício na cruz do Calvário. Jesus deixou explicito em Sua Palavra: "E tomando pão, e havendo dado graças, partiu-o e deu-lho, dizendo: Isto é o meu corpo, que é dado por vós; fazei isto em memória de mim." Mateus 22:19
Ora, o que se faz em memória é o que não está presente. Como a Igreja pode sustentar a crença em uma ceia literal dizendo que em um pedaço de pão e vinho, existe literalmente cabelo, orelha, nariz, boca ... ?
Atos 17:24"O Deus que fez o mundo e tudo o que nele há, sendo ele Senhor do céu e da terra, não habita em templos feitos por mãos de homens."
A Bíblia deixa claro que não se pode transformar Deus em objetos ou coisas materiais, pois Ele é Soberano e está acima de Tudo e de Todos, ficando ao Seu Bel prazer o comparecer em algum lugar de acordo com a Sua Vontade.
A Missa é uma cerimônia repetitiva e nós, seres humanos, não somos robôs o qual Deus fez para adorá-lo com espontaneidade. Isso é o que torna o culto associável à adoração Divina.
  1. 416 d.C – Batismos de Crianças Recém-Nascidas
Refutação:
Marcos 16:16"Quem crer e for batizado será salvo; mas quem não crer será condenado."
Obs: a Bíblia nos diz que o batismo deve ser administrado às pessoas que crêem em Jesus Cristo como seu Salvador pessoal. Uma criança recém-nascida tem noção de alguma coisa ? Ora, claro que não. Portanto, não poderá receber o batismo, visto que possui pureza, mas nasce com a mancha do pecado, reconhecendo-se pecadora logo que chegue à idade de discernimento. Neste momento é que ela poderá optar pela entrega de sua vida a Cristo através do ato batismal.
  1. 431 d.C – Instituído o culto à Virgem Maria
Refutações:
Atos 4:12"E em nenhum outro há salvação; porque debaixo do céu nenhum outro nome há, dado entre os homens, em que devamos ser salvos."
I Timóteo 2:5"Porque há um só Deus, e um só Mediador entre Deus e os homens, Cristo Jesus."
Obs: a Bíblia coloca Cristo como centro das atenções desde o Gênesis até o Apocalipse, posto que Ele foi quem morreu pelos nossos pecados e nos deu oportunidade de reconciliação com Deus. Cristo é o próprio Deus manifesto em carne: "No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus. Ele estava no princípio com Deus. Todas as coisas foram feitas por intermédio dele, e sem ele nada do que foi feito se fez. E o Verbo se fez carne, e habitou entre nós, cheio de graça e de verdade; e vimos a sua glória, como a glória do unigênito do Pai." João 1:1-3 e 14
O único canal do homem chegar até a Deus é por intermédio do sacrifício de Cristo na cruz do Calvário. Cristo é a ponte que liga o homem pecador ao Deus de infinita pureza. A Bíblia não faz menção a NENHUM OUTRO NOME pelo qual devamos chegar até Deus. Entende-se, pois todos nós somos pecadores e criaturas de Deus e os apóstolos também o eram e assim aceitavam. Assim sendo, o Criador não faria intermediários entre Ele e a raça humana através de pessoas passíveis de falhas. Por conta disso, fora dito por Jesus que o Espírito Santo seria nosso guia: "Mas recebereis poder, ao descer sobre vós o Espírito Santo, a quem o Pai enviará em meu nome, esse vos ensinará todas as coisas, e vos fará lembrar de tudo quanto eu vos tenho dito." Atos 1:8 e João 14:26
Cristo foi o único que passou por este mundo e não caiu em nenhum pecado - "Porque não temos um sumo sacerdote que não possa compadecer-se das nossas fraquezas; porém um que, como nós, em tudo foi tentado, mas sem pecado." Hebreus 4:15
Em suma, a bíblia nos adverte contra a veneração e adoração da Rainha do Céu: "Os filhos apanham a lenha, e os pais acendem o fogo, e as mulheres amassam a farinha para fazerem bolos à rainha do céu, e oferecem libações a outros deuses, a fim de me provocarem à ira." Jeremias 7:18
Maria e os demais apóstolos de cristo estarão na primeira ressurreição, à volta de Cristo, para irem ao Reino de Deus. Por isso, estão mortos, até que o Salvador retorne a este mundo. Estando mortos não se comunicam, nem discernem coisa alguma (veja abaixo).
  1. 500 d.C – Origem do Purgatório
Refutações:
Eclesiastes 9:5 e 6"Pois os vivos sabem que morrerão, mas os mortos não sabem coisa nenhuma, nem tampouco têm eles daí em diante recompensa; porque a sua memória ficou entregue ao esquecimento. Tanto o seu amor como o seu ódio e a sua inveja já pereceram; nem têm eles daí em diante parte para sempre em coisa alguma do que se faz debaixo do sol."
Salmo 115:17"Os mortos não louvam ao Senhor, nem os que descem ao silêncio."
Jó 7: 9 e 10 - "Tal como a nuvem se desfaz e some, aquele que desce à sepultura nunca tornará a subir. Nunca mais tornará à sua casa, nem o seu lugar o conhecerá mais."
O purgatório é o lugar transitório entre o Inferno e o Céu, onde a pessoa que morre fica pagando pelos seus pecados em eras intérminas. Mas essa doutrina insidiosa vem de encontro à Bíblia, pois os mortos não têm consciência de nada e a morte é comparada a um sono profundo que se exaurirá quando Cristo voltar para levar os seus escolhidos. Ela foi criada com o intuito de provocar medo aos fiéis da Igreja de Roma, que utilizou a doutrina para garantir os pagamentos de altos impostos. Pregava-se que aqueles que não contribuíssem para garantir o sustento da igreja (as luxurias), teria a alma "ardendo no inferno".
  1. 787 d.C - Começam o Culto às Imagens
Refutação:
Êxodo 20:4-5 - "Não farás para ti imagem de escultura, nem figura alguma do que há em cima no céu, nem em baixo na terra, nem nas águas debaixo da terra. Não as adorarás, nem lhes darás culto; porque eu, o Senhor teu Deus, sou Deus zeloso, que visito a iniqüidade dos pais nos filhos até a terceira e quarta geração daqueles que me odeiam."
Salmos 115:2-8 - "Por que perguntariam as nações: Onde está o seu Deus? Mas o nosso Deus está nos céus; ele faz tudo o que lhe apraz. Os ídolos deles são prata e ouro, obra das mãos do homem. Têm boca, mas não falam; têm olhos, mas não vêem; têm ouvidos, mas não ouvem; têm nariz, mas não cheiram; têm mãos, mas não apalpam; têm pés, mas não andam; nem som algum sai da sua garganta. Semelhantes a eles sejam os que fazem, e todos os que neles confiam."
Apocalipse 9:20 - "Os outros homens, que não foram mortos por estas pragas, não se arrependeram das obras das suas mãos, para deixarem de adorar aos demônios, e aos ídolos de ouro, de prata, de bronze, de pedra e de madeira, que nem podem ver, nem ouvir, nem andar."
  1. 830 d.C - Uso de ramos e água benta
Obs: Não existe nada na Bíblia falando a esse respeito. Foi criado pela tradição da Igreja. Água benta não abençoa, mas sim, o próprio Deus abençoa os que REALMENTE obedecem-lhe. Assim não fosse, não se distinguiria o pagão do verdadeiro cristão.
  1. 880 d.C - Canonização da Santos
Refutação:
Apocalipse 14:12 - "Aqui está a perseverança dos santos, daqueles que guardam os mandamentos de Deus e a fé em Jesus."
Obs: a palavra Santo significa "separado" para alguma finalidade. O cristão pode se tornar santo não pela canonização da Igreja, mas sim pela Observância dos mandamentos de Deus e sua entrega à fé em Jesus.
  1. 998 d.C - Festa de Finados
Refutação:
Levítico 20:6 - "Quanto àquele que se voltar para os que consultam os mortos e para os feiticeiros, prostituindo-se após eles, porei o meu rosto contra aquele homem, e o extirparei do meio do seu povo."
OBS: Orar pelos que já estão mortos é blasfemar contra o Altíssimo. Ora, Cristo disse que "Eis que cedo venho e está comigo a minha recompensa, para retribuir a cada um segundo a sua obra." Apocalipse 22:12. Se estão mortos, que obras estão a praticar ? Se não praticam NENHUMA obra, qual o objetivo das orações aos mortos ? Ora, amigos, assim não fosse é como acreditar que há consciência na morte, e assim pensando, seria contrariar as Escrituras do Senhor Vosso Deus. Logo, é blasfemar contra o Altíssimo atuar em celebração aos mortos. Resta-nos, sentir saudades dos entes queridos, o que é comum, e nada mais que isso. A providência Divina, para os que já morreram, já está selada e não pode ser alterada através de orações ou sacrifícios aos que já desceram ao esquecimento.
  1. 1073 d.C - Instituido o Celibato
Refutação:
Mateus 8:14 - "Ora, tendo Jesus entrado na casa de Pedro, viu a sogra deste de cama; e com febre."
I Timóteo 4:1 e 3 - "Mas o Espírito expressamente diz que em tempos posteriores alguns apostatarão da fé, dando ouvidos a espíritos enganadores, e a doutrinas de demônios, proibindo o casamento, e ordenando a abstinência de alimentos que Deus criou para serem recebidos com ações de graças pelos que são fiéis e que conhecem bem a verdade."
OBS: Pedro, um dos apóstolos de Cristo, tinha Sogra. Portanto, era casado. O Celibato fora instituído pelo papa Gregório VIII. O casamento, juntamente com o sábado, fora uma das duas instituições criadas por Deus antes da entrada do pecado em nosso planeta, com o objetivo de trazer harmonia uns com os outros e do homem para com Deus. Não há respaldo bíblico impondo ao homem ficar solteiro, salvo por livre e expontânea vontade. A Prófecia Bíblica já indicava que uma doutrina demoníaca iria impor a proibição do casamento por uma instituição religiosa (a única Igreja que tem essa doutrina é a Igreja de Roma).
  1. 1090 d.C - Aparecimento e uso do Rosário
Refutação:
Mateus 6:7 - "E, orando, não useis de vãs repetições, como os gentios; porque pensam que pelo seu muito falar serão ouvidos."
OBS: Não há apoio bíblico para o uso do rosário. A Bíblia condena o uso de vãs repetições (reza) e aceita a oração como canal de ligação do homem para com Deus, pois a oração é o abrir o coração a Deus como um amigo.
  1. 1184 d.C - Feitura do Tribunal da " Santa" Inquisição
OBS: Somente tomou força no séc. XIII. Somente na Espanha, 391 mil cristãos foram queimados vivos por não concordar com os abusos e doutrinas da Igreja Romana. Um dos mais celebres perseguidos pela Inquisição o Cientista, Físico e Astrônomo Galileu Galilei que discordava da Teoria Geocêntrica que dizia que todos os planetas, inclusive o Sol, girava em torno da Terra. Galileu demonstrou, através de sua Teoria Heliocêntrica que todos os planetas giravam em torno do Sol. Por causa disso, Galileu teve de se retratar, morrendo velho, sendo vigiado constantemente pelo Tribunal da Inquisição.
"Quão notável é o contraste entre o representante da Igreja Romana e a mansidão e suavidade de Cristo, que representa a si mesmo, à porta do coração a rogar que seja ali admitido, a fim de poder entrar para levar perdão e paz, e que ensinou a Seus discípulos: "qualquer que entre vós quiser ser o primeiro seja vosso servo." Mateus 20:27 (Ellen G. White, in "O Grande Conflito")
  1. 1190 d.C - Instituída a Venda de Indulgências
Refutação:
Efésios 2:8 - "Porque pela graça sois salvos, por meio da fé, e isto não vem de vós, é dom de Deus."
OBS: As indulgências consistiam em certificado de perdão para que o pecador pudesse pagar pelos seus pecados (em dinheiro) e alcançar o perdão de Deus e a vida eterna. Lutero, monge augustiniano, professor da Universidade de Wintenberg na Alemanha, em 1516, afixou 95 proposições na porta da igreja da cidade local contra a venda de indulgências. Em 1520, Lutero foi excomungado pela igreja e neste mesmo ano ele rasgou a bula papal, sendo uma das pessoas mais perseguidas, duramente, pelo Tribunal da Inquisição. Logo quando Lutero estava no mosteiro, ele observou uma Bíblia acorrentada e começou a lê-la, observando que de nada valia as suas penitências, pois a salvação, observou ele, somente é alcançada pela fé em Cristo e não pelas obras, como a Igreja Romana pregava.
  • A Bíblia fala que para alcançar o perdão de Deus, existe uma unidade entre fé e obras.
  1. 1200 d.C - Substitiução da Ceia pela Hostia
Refutação:
Mateus 26:29 - "Mas digo-vos que desde agora não mais beberei deste fruto da videira até aquele dia em que convosco o beba novo, no reino de meu Pai."
OBS: É possível que os homens tenham poder para transformar elementos materiais, como o pão e o vinho, em Deus ? Não é idolatria adorar elementos materiais ? São suscetíveis de digestão estomacal as coisas divinas ? Podem os sacerdotes ter poder para aumentar a quantidade da divindade no Universo ? Qual dos corpos de Jesus aparecem na transsubtânciação, o terreno ou o Glorificado ? Pois ainda não estava glorificado quando instituiu a cerimônia.
Este dogma é contrário ao que Paulo ensinava: "não são deuses os que se fazem com as mãos." Atos 19:26. Em todos eles (os milagres feitos por Jesus) o Mestre permitiu que os sentidos, tribunal competente, a razão humana, dessem seu veredicto a cerca da obra efetuada. Por que então neste milagre se obriga a pôr de lado o testemunho dos sentidos ? Por que não se pode tocar a "hostia" quando Jesus mesmo disse "tomai." Das muitas citações dos pais da Igreja confirmando ser o pão e o vinho símbolos, damos somente esta de Agostinho: "O Senhor não hesitou em dizer 'este' é o Meu corpo, quando dava o símbolo do Seu corpo. Estes são sacramentos aos quais deve atender-se, não ao que são, mas sim ao que representam, porque são símbolos das coisas, sendo uma e significando outra." (CONTINUAÇÃO ADIMANTO, cap. XII)
Com que autoridade a Igreja privou os fiéis da comunhão do vinho ? Não há nada nas Escrituras que dê apoio a tal coisa. Por que exige jejum desde a meia noite ou pelo menos de três horas antes, sendo que os discípulos participaram do rito logo após haverem ceado ?
  1. 1215 d.C - Instituída a Confissão Auricular
Refutação:
I João 1:7 e 9 - "Mas, se andarmos na luz, como ele na luz está, temos comunhão uns com os outros, e o sangue de Jesus seu Filho nos purifica de todo pecado. Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda injustiça."
OBS: A confissão auricular consiste em contar os nossos erros para o sacerdote da Igreja Romana. A Bíblia nos recomenda confessarmos os nossos pecados unicamente a Deus pelos méritos do sangue de Cristo, pois o sacerdote é pecador como qualquer pessoa. A única forma de confessar os nossos pecados aos nossos semelhantes é quando os ofendemos e, nisto, a Bíblia sanciona que peçamos perdão ao nosso próximo.
  1. 1215 d.C - Decretam a Transsubstanciação
OBS: Ver o ano de 1200 d.C (comentários)
  1. 1546 d.C - Livros Apócrifos na Bíblia
Análise:
É completa a nossa Bíblia ?
O que é a Bíblia ?
  • A Palavra de Deus - Lucas 8:21 - "Ele, porém, lhes respondeu: Minha mãe e meus irmãos são estes que ouvem a palavra de Deus e a observam."
  • Livro Inspirado por Deus - II Timóteo 3:16 - "Toda Escritura é inspirada por Deus e útil para ensinar, para repreender, para corrigir, para instruir em justiça."
  • Inscrito em dois períodos: Velho Testamento (Antes de Cristo) e Novo Testamento (A História de Cristo).
No que diferem as Bíblias Católicas das Protestantes ?
Nas Católicas há os livros chamados apócrifos. Apócrifo, antigamente, no tempo dos persas tinham um sentido esotérico, depois passou a significar coisas escondidas, ocultas ou secretas. Mais tarde este termo foi sendo aplicado a livros de autenticidade incerta e hoje se aplica a Livros religiosos não inspirados tais como esses que encontramos nas Bíblias Católicas.

Os livros Apócrifos são:
  • TOBIAS;
  • JUDITE;
  • SABEDORIA DE JESUS BEN SIRACH OU ECLESIÁSTICO;
  • SABEDORIA DE SALOMÃO;
  • BARUQUE;
  • I MACABEUS;
  • II MACABEUS;
  • ACRÉSCIMOS A DANIEL;
  • ACRÉSCIMOS A ESTER
Qual a sua origem ?
  • Ptolomeu Filadelfo, Rei do Egito, ordenou que traduzissem os escritos dos hebreus para o grego, língua oficial do mundo de então, para assim enriquecer a sua biblioteca.
  • Afrouxamento dos judeus da grande colônia hebraica de Alexandria quanto ao estudo da sua própria língua.
  • A grande influência helenista nos judeus alexandrinos.
  • grande desejo do mundo grego de conhecer os escritos dos judeus.
  • Data 200 a.C até 100 a.C foram eles escritos.
Erros ensinados pelos Apócrifos que estão em contradição com o restante da Bíblia.
  1. Dar esmolas purifica do pecado.
Tobias 12:9"Porque a esmola livra da morte e é a que apaga os pecados e faz encontrar a misericórdia e a vida eterna."
Tobias 4:10"Porque a esmola livra de todo o pecado e da morte e não deixará, cair a alma nas trevas."
II Macabeus 12:43-46"E tendo feito uma coleta, mandou doze mil dracmas de prata, a Jerusalem, para serem oferecidas em sacrifício pelos pecados dos mortos, sentindo bem e religiosamente da ressurreição .... Se Judas não tivesse esperança de que se erguessem de novo os que caíram teria sido supérfluo orar pelos mortos ... É pois um santo e salutar pensamento orar pelos mortos para que sejam livres dos seus pecados."
Refutação:
Oferta em dinheiro para perdão do pecado não encontramos em nenhum lugar da Bíblia, isto é coisa diabólica, pois assim somente os ricos teriam perdão dos pecados.
- I Pedro 1:18 e 19"Sabendo que não foi com coisas corruptíveis, como prata ou ouro, que fostes resgatados da vossa vã maneira de viver, que por tradição recebestes dos vossos pais, mas com precioso sangue, como de um cordeiro sem defeito e sem mancha, o sangue de Cristo."
  • Não foi com ouro ou prata que fomos comprados.
- Efésios 2:8 e 9"Porque pela graça sois salvos, por meio da fé, e isto não vem de vós, é dom de Deus; não vem das obras, para que ninguém se glorie."
  1. Ensinos de Crueldades e do Egoísmo
Eclesiástico 12:6"Não favoreças aos ímpios; retém o teu pão e não o dês a ele."
Refutação:
Eclesiastes 11:1 e 2"Lança o teu pão sobre as águas, porque depois de muitos dias o acharás. Reparte com sete, e ainda até com oito; porque não sabes que mal haverá sobre a terra."
Provérbio 25:21 e 22"Se o teu inimigo tiver fome, dá-lhe pão para comer, e se tiver sede, dá-lhe água para beber; porque assim lhe amontoarás brasas sobre a cabeça, e o Senhor te recompensará."
Mateus 5:44-48 "Eu, porém, vos digo: Amai aos vossos inimigos, e orai pelos que vos perseguem; para que vos torneis filhos do vosso Pai que está nos céus; porque ele faz nascer o seu sol sobre maus e bons, e faz chover sobre justos e injustos. Pois, se amardes aos que vos amam, que recompensa tereis? não fazem os publicanos também o mesmo? E, se saudardes somente os vossos irmãos, que fazeis demais? não fazem os gentios também o mesmo? Sede vós, pois, perfeitos, como é perfeito o vosso Pai celestial."
  1. Pecados perdoados pela Oração
- Eclesiástico 3:4"Quem amar a Deus receberá perdão de seus pecados pela oração."
Refutação:
Os pecados não se perdoam somente pela oração. Se fosse assim, não teríamos necessidade de Jesus. Todos os povos pagãos fazem orações, mas os pecados não se perdoam somente pela oração.
Provérbio 28:13"O que encobre as suas transgressões nunca prosperará; mas o que as confessa e deixa, alcançará misericórdia."
I João 1:9 - "Se confessarmos os nossos pecados, Ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda injustiça."
  • Renúncia do pecado.
I João 2:1 e 2"Meus filhinhos, estas coisas vos escrevo, para que não pequeis; mas, se alguém pecar, temos um Advogado para com o Pai, Jesus Cristo, o justo. E ele é a propiciação pelos nossos pecados, e não somente pelos nossos, mas também pelos de todo o mundo."
  • Cristo é quem nos perdoa.
  1. Ensino do Purgatório
Sabedoria 3:1-4"Mas as almas dos justos estão na mão de Deus; e o tormento da morte não as tocará. Aos olhos dos ignorantes pareciam eles morrer de sua partida foi considerada desgraça. E, sua separação de nós, por uma extrema perda. Mas eles estão em paz. E embora aos olhos dos homens sofram tormentos, sua esperança esta plenamente na imortalidade."
  • Isto é a doutrina do Purgatório.
Refutação:
I João 1:7"Mas, se andarmos na luz, como ele na luz está, temos comunhão uns com os outros, e o sangue de Jesus seu Filho nos purifica de todo pecado."
Esse ensino do purgatório aniquila completamente a expiação de Cristo. Se o pecado pudesse ser extinguido pelo fogo não teríamos necessidade de um Salvador.
Eclesiastes 9:6"Pois os vivos sabem que morrerão, mas os mortos não sabem coisa nenhuma, nem tampouco têm eles daí em diante recompensa; porque a sua memória ficou entregue ao esquecimento. Tanto o seu amor como o seu ódio e a sua inveja já pereceram; nem têm eles daí em diante parte para sempre em coisa alguma do que se faz debaixo do sol."
I Tessalonicenses 4:13-17"Não queremos, porém, irmãos, que sejais ignorantes acerca dos que já dormem, para que não vos entristeçais como os outros que não têm esperança. Porque, se cremos que Jesus morreu e ressurgiu, assim também aos que dormem, Deus, mediante Jesus, os tornará a trazer juntamente com ele. Dizemo-vos, pois, isto pela palavra do Senhor: que nós, os que ficarmos vivos para a vinda do Senhor, de modo algum precederemos os que já dormem. Porque o Senhor mesmo descerá do céu com grande brado, à voz do arcanjo, ao som da trombeta de Deus, e os que morreram em Cristo ressuscitarão primeiro. Depois nós, os que ficarmos vivos seremos arrebatados juntamente com eles, nas nuvens, ao encontro do Senhor nos ares, e assim estaremos para sempre com o Senhor."
  • Somente quando Cristo voltar a segunda vez é que irá ressuscitar a todos dando a cada um a sua devida recompensa: ou a vida eterna ou a morte eterna.
  1. Ensino da Vingança
Judite 9:2"O Senhor Deus, do meu pai Simeão, a quem deste a espada para executar vingança contra os gentios."
Refutação:
Romanos 12:17-19 - "A ninguém torneis mal por mal; procurai as coisas dignas, perante todos os homens. Se for possível, quanto depender de vós, tende paz com todos os homens. Não vos vingueis a vós mesmos, amados, mas dai lugar à ira de Deus, porque está escrito: Minha é a vingança, eu retribuirei, diz o Senhor."
Gênesis 34:30 - "Então disse Jacó a Simeão e a Levi: Tendes-me perturbado, fazendo-me odioso aos habitantes da terra, aos cananeus e perizeus. Tendo eu pouca gente, eles se ajuntarão e me ferirão; e serei destruído, eu com minha casa."
  • Aborrecimento de Jacó pela vingança de Simeão contra os Cananitas.
Gênesis 49:5-7 - "Simeão e Levi são irmãos; as suas espadas são instrumentos de violência. No seu concílio não entres, ó minha alma! com a sua assembléia não te ajuntes, ó minha glória! porque no seu furor mataram homens, e na sua teima jarretaram bois. Maldito o seu furor, porque era forte! maldita a sua ira, porque era cruel! Dividi-los-ei em Jacó, e os espalharei em Israel."
  • A Maldição de Jacó porque eles usaram de vingança.
  1. Suicídio
II Macabeus 12:41" ... quando ele se viu a ponto de ser preso, feriu-se com a sua espada, preferindo morrer nobremente a ver-se sujeito a pecadores, e padecer ultrajes indignos de seu nascimento."
Refutação:
  • Morrer nobremente é a frase perigosa. A Bíblia nos conta de alguns suicídios, mas nunca os qualifica de coisa ou ato nobre.
  • A vida e morte dependem de Deus e nós, não podemos desertar da vida para nos livrar de dificuldades. Cristianismo quer dizer paciência, abnegação. Tudo sofre, tudo suporta.
  • Transgressão do sexto Mandamento: "não matarás." Êxodo 20:13
  1. Ensino de Artes Mágicas
Tobias 6:8 - "Se tu puseres um pedacinho do seu coração (do peixe que ele havia apanhado) sobre brasas acesas, o seu fumo afugenta a casta de demônios, tanto do homem como da mulher, de sorte que não tornam mais chegar a eles." Vers. 9 "E o fel é bom para untar os olhos que têm algumas névoas."
Refutação:
  • Não precisamos de truques para enfrentar o diabo.
Maneiras de enfrentar o diabo e os demônios:
Mateus 4:4-10"Mas Jesus lhe respondeu: Está escrito: Nem só de pão viverá o homem, mas de toda palavra que sai da boca de Deus. Então o Diabo o levou à cidade santa, colocou-o sobre o pináculo do templo, e disse-lhe: Se tu és Filho de Deus, lança-te daqui abaixo; porque está escrito: Aos seus anjos dará ordens a teu respeito; e: eles te susterão nas mãos, para que nunca tropeces em alguma pedra. Replicou-lhe Jesus: Também está escrito: Não tentarás o Senhor teu Deus. Novamente o Diabo o levou a um monte muito alto; e mostrou-lhe todos os reinos do mundo, e a glória deles; e disse-lhe: Tudo isto te darei, se, prostrado, me adorares. Então ordenou-lhe Jesus: Vai-te, Satanás; porque está escrito: Ao Senhor teu Deus adorarás, e só a ele servirás."
O excerto acima nos mostra como Satanás é sagaz. Quando verificou que Cristo utilizou as Escrituras para vencê-lo, o diabo também utilizou as Escrituras. No entanto, Jesus venceu o diabo com argumentação do que estava escrito na Bíblia. Devemos também, como seguidores de Cristo, fazer o mesmo.
Tiago 4:7 - "Sujeitai-vos, pois, a Deus; mas resisti ao Diabo, e ele fugirá de vós."
Maneiras de expulsar demônios:
Marcos 16:17"E estes sinais acompanharão aos que crerem: em meu nome expulsarão demônios; falarão novas línguas."
Atos 16:18"E fazia isto por muitos dias. Mas Paulo, perturbado, voltou-se e disse ao espírito: Eu te ordeno em nome de Jesus Cristo que saias dela. E na mesma hora saiu."
  1. Mentiras
Judite 11:13-17 : Judite mentindo para Holofernes.
Tobias 5:15-19 : O Anjo Rafael mentindo.
Refutação:
  • Deus nunca sancionou a mentira nem mesmo nos Seus servos.
  • O mal começou com a mentira no Céu (Livro de Gênesis, Capítulo 3)
Gênesis 3:4 - "Disse a serpente à mulher: Certamente não morrereis."
João 8:44"Vós tendes por pai o Diabo, e quereis satisfazer os desejos de vosso pai; ele é homicida desde o princípio, e nunca se firmou na verdade, porque nele não há verdade; quando ele profere mentira, fala do que lhe é próprio; porque é mentiroso, e pai da mentira."
Satanás é o originador e pai de todas as mentiras, portanto não pode um anjo de Deus mentir.
João 14:6"Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim."
Jesus diz ser o caminho, a verdade e a vida. Todos os seguidores de cristo devem ser verdadeiros.
  1. Tolices
Tobias 2:10 : as fezes de uma andorinha, caindo nos olhos de Tobias , que estava dormindo junto a um muro, deixa-o cego.
Judite 8:5 e 6 : uma mulher jejuando a vida inteira, menos aos sábados.
II Macabeus 15:39 : beber sempre água é coisa prejudicial.
Razões Interessantes
  • Roma não pode chamar as outras Bíblias de falsas por não conterem os apócrifos, assim como não se pode chamar uma nota de falsa por não Ter ela uns acréscimos que alguém julgue que ela deva ter.
  • Em II Macabeus 15:37-38, encontramos o autor do livro pedindo perdão pelas suas falhas como escritor. Se crêssemos que estes livros estão no mesmo pé de igualdade com os inspirados, ficaríamos então admirados de ver agora o Espírito Santo pedindo desculpas por algumas falhas, o que é inconcebível.
  • Jerônimo, o tradutor da Vulgata, declarou que os apócrifos não eram canônicos.
  • Somente em 08 de abril de 1546 é que a Igreja Católica se lembrou que esses livros deveriam estar canonizados.
  • Nesse concílio que declarou os apócrifos como autorizados, não havia nenhuma autoridade entre eles. Havia somente 53 prelados Italianos e Espanhóis na sua maioria. Nenhum alemão. Era mais um concílio religioso do que ecumênico, portanto não tinha autoridade.
  • A Igreja Católica Ortodoxa sempre fez restrições aos apócrifos.
  • Católicos Scholars rejeitaram os apócrifos:
  • Bede e John os Salisbury, 1180 A.D.
  • Willian Ockham, 1347.
  • Cardeal Ximenes mandou editar na Espanha a Bíblia Poliglota e não continha os Apócrifos, 1514-17.
  • Após o Concílio de Trento em 1546 ter pronunciado os livros Apócrifos canônicos, Sixtus de Siena em 1566 insistiu em separar os livros Apócrifos da Bíblia.
  • 1870 d.C - Infalibilidade do Bispo de Roma
II Tessalonicenses 2:3-4"Ninguém de modo algum vos engane; porque isto não sucederá sem que venha primeiro a apostasia e seja revelado o homem do pecado, o filho da perdição, aquele que se opõe e se levanta contra tudo o que se chama Deus ou é objeto de adoração, de sorte que se assenta no santuário de Deus, apresentando-se como Deus."

Caros amigos,

Vimos a verdade bíblica e a contradição das doutrinas adulteradas. O que devemos escolher ? Ficar ao lado da verdade e da vida eterna ou da mentira e morte eterna ? Deus ou o Diabo ? Deixemos que a voz de Deus nos transforme e nos impulsione a tomar-mos a decisão correta, pois o verdadeiro povo é aquele que levanta a bandeira da verdade, independente da maioria. "Abri as portas, para que entre nela a nação justa, que observa a verdade." Isaías 26:2
Sobre o Vinho de Babilônia, tais doutrinas não podem ser consideradas, mesmo que aparentemente insignificantes, porque Cristo Jesus avisou que: "Eu testifico a todo aquele que ouvir as palavras da profecia deste livro: Se alguém lhes acrescentar alguma coisa, Deus lhe acrescentará as pragas que estão escritas neste livro; e se alguém tirar qualquer coisa das palavras do livro desta profecia, Deus lhe tirará a sua parte da árvore da vida, e da cidade santa, que estão descritas neste livro." Apocalipse 22:18-19.
É a ordem do Cristo contra as superstições humanas. Espero que você opte pelas Palavras do Salvador.




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Translate

NOTÍCIAS