TRADUTOR

English French German Spain Italian Dutch
Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
By Ferramentas Blog

sexta-feira, 17 de maio de 2013

BÍBLIA 6 - A BÍBLIA APRESENTA JESUS CRISTO, O SALVADOR DO MUNDO


A Bíblia apresenta Jesus Cristo, O Salvador do mundo.

A Bíblia é revelação escrita de Deus, acerca da sua vontade para com os homens.
Seu tema central é a salvação mediante Jesus Cristo.
A Bíblia contém 66 livros, escritos por 40 autores, abrangendo um período de aproximadamente 1600 anos.
O Antigo Testamento foi escrito na maior parte em hebraico (algumas passagens curtas em aramaico). Aproximadamente 100 anos antes de da era Cristã todo o Antigo Testamento foi traduzido para o grego.
O Novo Testamento foi escrito na língua grega. Nossa Bíblia è uma tradução dessas línguas originais.
A palavra " Bíblia" vem da palavra grega "biblios".
A palavra "Testamento" quer dizer "aliança" ou pacto. O Antigo Testamento è a aliança que Deus fez com o homem quanto à sua salvação, antes de Cristo vir. O Novo Testamento é o pacto que Deus fez com o homem, quanto à sua salvação, depois de Cristo vir.
No Antigo Testamento encontramos a aliança da lei. No Novo Testamento encontramos a aliança da graça que veio por Jesus Cristo. Uma conduzia a outra (Gálatas 3:17 a 25)
O Antigo Testamento começa o que o Novo completa.
O Antigo se reúne ao redor do Sinai.
O Novo ao redor do Calvário.
O Antigo está associado a Moisés.
O Novo em Cristo (João 1:17).
Os autores foram reis e príncipes, poetas e filósofos, profetas e estadista. Alguns eram instruídos em todo o conhecimento da sua época e outros eram pescadores sem cultura. Alguns livros logo se tornam antiquados, mas este Livro atravessa os séculos.
A maior parte dos livros têm de ser adaptados às diferentes idades, mas tanto velhos como jovens amam este Livro.
A maior parte dos livros são regionais e só interessam às pessoas em cuja língua foram escritas, mas isto não acontece com a Bíblia.
Ninguém sequer pensa que foi escrito em línguas que hoje são mortas.




Livros

Antigo Testamento
Novo Testamento
5 Lei
12 Históricos
5 Poéticos
17 Proféticos
5 Maiores
12 Menores
top
topTopo
O Novo Testamento foi escrito a fim de nos revelar a pessoa e os ensinos de Jesus Cristo, o mediador da Nova Aliança; escreveram-no oito homens, pelo menos, quatro dos quais, Mateus, João, Pedro, Paulo, eram apóstolos; dois, Marcos e Lucas, foram companheiros de apóstolos; dois, Tiago e Judas, eram irmãos de Jesus. Esses livros foram escritos no decorrer da segunda metade do primeiro século. Os livros do Novo Testamento podem ser assim agrupados:

4 Evangelhos
1 Histórico
1 Profético
21 Epístolas
14 Paulinas
7 Gerais


O Antigo Testamento começa com Deus (Gênesis 1:1).
O Novo Testamento começa com Cristo (Mateus 1:1).
De Adão a Abraão temos a história da raça humana.
De Abraão a Cristo temos a história da raça escolhida.
De Cristo em diante temos a história da Igreja.
"O conhecimento que muitos têm da História é como um colar de pérolas sem cordão", disse certo historiador. Esta declaração parece especialmente verdadeira em relação à história bíblica.
Apanhe as "pérolas" das Escrituras e ponha-as em ordem, no cordão do Gênesis ao Apocalipse, de modo que a história bíblica faça sentido para você.


Personagens Principais


Antigo Testamento
Novo Testamento
Esta é a relação dos 40 principais personagens cuja história combinada forma a história do
1. Deus
2. Satanás
3. Adão
4. Noé
5. Abraão
6. Isaque
7. Jacó
8. José
9. Faraó
10. Moisés
11. Arão
12. Calebe
13. Josué

14 – 19. Juízes (Os seis grandes – Otniel, Débora, Baraque, Gideão, Jefté, Sansão)
20. Rute

21. Samuel
22. Saul
23. Davi
24. Salomão
25. Elias
26. Eliseu
27. Reis de Israel (Josafá, Ezequiel, Josias)
28 – 30. Reis de Judá
31 – 34. Profetas (Isaías, Jeremias, Ezequiel, Daniel)
35. Nabucodonosor
36. Ciro
37. Zorobabel
38. Esdras
39. Neemias
40. Ester
1. João Batista
2. Cristo
3 – 14. Discípulos (12)
15. Estevão
16. Filipe
17. Paulo
18. Tiago, irmão de Jesus
toptopTopo





Lugares Principais

Antigo Testamento
São doze os lugares principais

1. Éden
2. Monte Arate
3. Babel
4. Ur dos Caldeus
5. Canaã
6. Egito (com José)
7. Sinais
8. Deserto
9. Canaã
10. Assíria (cativeiro de Israel)
11. Babilônia (cativeiro de Judá)
12. Canaã (Palestina – volta dos exilados)
top
topTopo


Acontecimentos Principais

Antigo Testamento
Novo Testamento
1. Criação (Gênesis 1:1, 2 e 3)
2. Queda do homem (Gênesis 3)
3. Dilúvio (Gênesis 6 a 9)
4. Babel (Gênesis 11:1 a 9)
5. Chamada de Abraão (Gênesis 11:10 a 12:3)
6. Descida do Egito (Gênesis 46 e 47)
7. Êxodo (Êxodo 7 a 12)
8. Páscoa (Êxodo12)
9. Entrega da Lei (Êxodo 19 a 24)
10. Peregrinação no deserto (Números 13 e 14)
11. Conquista da terra prometida (Josué 11)
12. Período de obscurantismo do povo escolhido (Juízes)
13. Saul ungido rei (1 Samuel 9:27 e 10:1)
14. Período áureo dos hebreus sob Davi e Salomão – Reino Unido (2 Samuel 5:4 e 4; 1 Reis 10:6 a 8)
15. Reino dividido (1 Reis 12:26 a 33)
16. Cativeiro (2 Reis 17, 25)
18. Retorno (Esdras)
1. Primeiros anos de vida de Cristo
2. Ministério de Cristo
3. A Igreja em Jerusalém
4. A Igreja alcança os gentios
5. A Igreja em todo o mundo


Lembre-se que na Palavra de Deus o fundamento do Cristianismo se firma na revelação do Deus único e verdadeiro.
Deus escolheu um povo (os filhos de Israel) a fim de tornar conhecida a sua vontade e preservar um registro de si mesmo.
A Bíblia fala-nos da origem do pecado e como essa maldição separou o homem de Deus. Descobrimos que era absolutamente impossível à lei levar o homem a salvação de que ele precisa, visto como pelas obras da lei nenhum homem será justificado porque todos pecaram (veja Romanos 3:20, 23). Daí a promessa de um Salvador, Aquele que veio buscar e salvar o que se havia perdido e dar a sua vida em resgate de muitos (Lucas 19:10; Mateus 20:28). Vemos que através dos séculos um propósito é evidente – o de preparar o caminho para a vinda do Redentor do mundo.
Não há nenhum caminho fácil para o aprendizado e, de modo especial, não há caminho fácil para o conhecimento da Bíblia. O Espírito de Deus nos guiará a toda verdade, sem dúvida, mas o mandamento de Deus è que procuremos apresentar-nos diante de Deus aprovados como obreiros que não têm de que se envergonhar (veja 2 Timóteo 2:15)
Você precisa ter um propósito na leitura da Bíblia e talvez lhe dispense tão pouca atenção porque há tão pouco propósito na leitura . Precisamos buscar a Bíblia com um objetivo definido sabendo o que desejamos alcançar.
A Bíblia revela a vontade de Deus de modo a levar o homem a conhecê-la. Cada livro tem um ensino direto.

Fatos Interessantes Sobre a Bíblia
LEI nos livros de Moisés
HISTÓRIA em Samuel, Reis, Crônicas, e outros livros
FILOSOFIA em Jó e Eclesiastes
POESIA em Salmos e Cantares de Salomão
PROFECIA em Isaías, Ezequiel, Jeremias e os profetas menores
DOUTRINA nas Epístolas
REVELAÇÃO no Apocalipse e em Daniel
Lembre-se de que tudo isso foi escrito por 40 homens diferentes, num período de aproximadamente 1600 anos. Foi reunido e encadernado e se chama "o Livro". Podemos começar no Gênesis e ler "o Livro" até o fim. Não há contradição. Podemos passar tão suavemente de um estilo de literatura para outro, como se estivéssemos lendo uma história escrita por uma única pessoa, e realmente temos nela uma história produzida por uma só pessoa.
Apesar de divina, ela é humana. O pensamento é divino, a revelação é divina, mas a expressão da comunicação é humana.
"Homens falaram da parte de Deus [elemento humano] movidos pelo Espírito Santo [elemento divino]" (2 Pedro 1:21).
Temos, pois, aqui um livro diferente de todos os demais. O Livro, uma revelação divina, uma revelação progressiva, comunicada, através de homens, movimenta-se suavemente do princípio até o grandioso final. Lá no Gênesis temos o principio e la no Apocalipse temos os fins, e do Êxodo a Judas vemos como Deus realizou seu propósito. Não podemos dispensar nenhuma de suas partes.
A história bíblica leva-nos de volta ao passado desconhecido da eternidade e suas profecias conduzem-nos ao futuro, que de outro modo nos seria desconhecido.
O Antigo Testamento é o alicerce; o Novo Testamento é a superestrutura. O alicerce é inútil se não se construir sobre ele. Um edifício è impossível, a não ser que haja um fundamento. Assim, o Antigo e o Novo Testamento são essenciais um a outro.
"O Novo está contido no Antigo.
O Antigo está explicado no Novo.
O Novo esta latente no Antigo.
O Antigo está patente no Novo."
O Antigo e o Novo testamentos constituem uma biblioteca divina, uma unidade sublime, com origens no passado e assuntos do futuro, com processos entre os dois, ligando duas eternidades.

Um Livro, uma História, um Relato
A Bíblia é um livro, uma história, um relato, a história de Deus. Por trás de 10.000 acontecimentos está Deus, o construtor da História, o autor dos séculos. Tendo a eternidade por limite de um e de outro lado, e o tempo no meio, o Gênesis marcando as origens e o Apocalipse o término, entre um e outro Deus está operando. Você pode descer aos mínimos detalhes em qualquer parte e verá que há um grande propósito desenvolvendo-se através dos tempos – o desígnio eterno do Deus Todo-poderoso de redimir um mundo destruído e arruinado.
A Bíblia é um livro e você não pode tomar textos isolados e esperar compreender a magnificência da revelação de Deus. Precisa vê-los no seu todo. Deus fez tudo para dar uma revelação progressiva e devemos esforçar-nos por lê-lo do princípio ao fim . Não pense que a leitura de alguns trechos pode tomar o lugar de um estudo profundo e continuado da Bíblia. Não se lê nenhum livro assim, muito menos a Bíblia.

CRISTO, A PALAVRA VIVA
O Antigo Testamento é o relato de uma nação (à nação hebraica). O Novo Testamento é o relato de um Homem (o Filho do homem). A nação foi estabelecida e alimentada por Deus com o fim de trazer o Homem ao mundo (Gênesis 12:1 a 3)
Deus mesmo se fez homem para que saibamos o que pensar quando pensamos em Deus (João 1:14; 14:9). Sua aparição na terra é o acontecimento central de toda a História. O Antigo Testamento prepara o terreno para isso. O Novo Testamento o descreve.
Como homem, Cristo viveu a mais vida perfeita que alguém já viveu. Foi bondoso, terno, amável, paciente e compassivo. Ele amava as pessoas. Realizou milagres maravilhosos para alimentar os famintos. As multidões cansadas, sofredoras e angustiadas vinham a ele e ele lhes dava descanso (Mateus 11:28 a 30). João disse se todos os seus atos de bondade tivessem sido registrados, o mundo inteiro não poderia conter os livros (João 21:25).
Depois Ele morreu – para tirar o pecado do mundo, e tronar-se o Salvador dos homens.
Afinal, ressuscitou dos mortos. Está vivo hoje. Não é simplesmente um personagem histórico, mas uma Pessoa viva – o fato mais importante da História e a maior força no mundo hoje. E ele promete a vida eterna a todos os que vêem a ele.
A Bíblia toda gira em torno da história de Cristo e da sua promessa de vida eterna aos homens. Foi escrita somente para que creiamos e entendemos, conheçamos, amemos e sigamos a Cristo.

A Bíblia – A Palavra de Deus Escrita
Aceite que a Bíblia é exatamente o que parece ser, independente de qualquer teoria de inspiração, ou de qualquer teoria de como os livros da Bíblia chegaram à sua forma atual, ou de quantos os textos possam ter sofridos passando pelas mãos dos redatores e copistas; ou que è histórico e o que possa ser poético. Aceite os livros como os temos na Bíblia, como unidades, e estude-os a fim de conhecer o seu conteúdo. Você verá que há uma unidade de pensamento indicando que uma Mente única inspirou a escrita de todos os livros, que a Bíblia revela a marca do seu Autor; que ela è em todo sentido a Palavra de Deus.

AUTOR DESCONHECIDO

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Translate

NOTÍCIAS