TRADUTOR

English French German Spain Italian Dutch
Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
By Ferramentas Blog

quarta-feira, 3 de julho de 2013

REFLEXÃO 108 - A CARTA DE UM SOLDADE

A CARTA DE UM SOLDADO

«Bem-aventurado aquele cuja transgressão é perdoada, e cujo pecado é coberto.
Bem-aventurado o homem a quem o Senhor não imputa a maldade» (Salmo 32:1-2).

ANTES que estas linhas te cheguem às mãos, a morte me terá levado deste mundo. Ontem nós tivemos um combate mortal. Fui atingido com uma bala no baixo-ventre e outra no peito. Perdi muito sangue e com dificuldade seguro a pena que deve transmitir-te a minha última despedida. O cirurgião declara que não me restam mais do que três horas de vida. Os meus pressentimentos não me enganaram.
Durante a viagem que fiz ao avançar para a linha do combate, comecei a ler a Bíblia para passar o tempo, o único livro que tinha comigo. Agradou ao Pai de toda a misericórdia atrair a minha alma a Si pela Sua graça e iluminar a minha inteligência pela luz do Seu Espírito.
Uma noite, depois de ter suplicado a Deus com fervor que me conduzisse no caminho da paz, travei conhecimento duma maneira providencial, com um oficial piedoso e dirigi-me a ele para ser instruído nas coisas da salvação. Ele falou-me do inefável amor de Deus que enviou Seu Filho a este mundo para morrer sobre a cruz e verter o Seu precioso sangue pelos pobres pecadores. Fez-me compreender o mistério da Redenção e a necessidade de um novo nascimento para entrar no Reino de Deus, a alegria de servir o Senhor de todo o nosso coração com fidelidade. O desejo mais ardente do meu coração é ver-te entrar, como eu, neste caminho.


Desejo ardentemente contar ao mundo inteiro as grandes coisas que o Senhor fez à minha alma. Como suspiro pela tua presença para repartir contigo a minha alegria! Daria todos os tesouros da terra para ver-te ao meu lado e dar-te a conhecer a felicidade de possuir Jesus. Eu morro em paz. Ainda alguns instantes e a minha alma estará com o Senhor.
O minha querida! Esforça-te em me seguir, lança-te nos braços do divino Mediador cujo sangue nos resgatou. Invoca-O durante o dia, invoca-O durante a noite! Ele te acolherá, Ele te abençoará.
E vós, queridos filhos! Ainda não podeis compreender as palavras do vosso pobre pai. Todavia dirijo-me a vós para vos rogar de me seguirem no caminho da paz. O Deus que abençoou Jaco e José vos abençoará. Buscai ao Senhor e O encontrareis. Nós estamos aqui num mundo de misérias. Nem ricos nem pobres são felizes sobre esta terra, a felicidade não se encontra, tudo é destruído pelo pecado e o pior de todos os males é a nossa natureza pecadora. O mundo nada nos pode oferecer e os verdadeiros bens da alma imortal, é Deus.
Minha querida, se tu creres em Jesus, eu voltarei a ver-te no céu onde bendiremos ao Deus de amor e glorificaremos sem fim, aquele que nos salvou pela morte do Seu Filho bem-amado.
Desde agora desvanece-se o mundo. Como um vapor eu vejo-o esfumar-se. Os céus abrem-se ao meu olhar.
Levanta teu voo minha alma! "Onde está, ó morte, o teu aguilhão? Onde está, ó inferno, a tua vitória?» (1 Cor. 15:55,56).
Esposa querida, a minha respiração extingue-se rapidamente. Desde agora os meus olhos me recusam seu socorro. Ó alegria! Estar com Ele, Jesus, meu Salvador! Ele me chama, eu parto, minha querida! Adeus! Adeus!»


J.R.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Translate

NOTÍCIAS