TRADUTOR

English French German Spain Italian Dutch
Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
By Ferramentas Blog

sexta-feira, 18 de março de 2016

MENSAGEM 22 - MARCAS DA IGREJA (1)

MARCAS DA IGREJA (1)

Introdução: O pastor Bill Hybels, da Igreja Willow Creek, E.U.A., afirma que a igreja local é a esperança do mundo.
Assim como o pastor Bill Hybels, também acredito que a igreja local é a esperança do mundo. Entretanto para que a igreja local cumpra sua missão e seja efetivamente esperança para o mundo, é necessário que ela trabalhe intencionalmente em direção de três marcas que considero fundamental para a realização de sua missão: 1) Ter seu cerne na Palavra; 2) Ser atuante no serviço; 3) Ser missional.


1 – Ter seu cerne na Palavra
Quando dizemos que a igreja precisa ter seu cerne na Palavra, estamos dizendo que ela precisa ter a Palavra como o ponto principal de sua vida.
·      A Palavra deve ser a única razão de nossa fé – não devemos andar pelo que achamos, sentimos ou pensamos, mas pelo que a Palavra de Deus afirma.
(At 17.11 - Os bereanos eram mais nobres do que os tessalonicenses, pois receberam a mensagem com grande interesse, examinando todos os dias as Escrituras, para ver se tudo era assim mesmo). Deveríamos ser como os irmãos de Beréia que receberam a Palavra com alegria e grande interesse, de forma que verificavam nas Escrituras se o que ensinavam a eles era verdadeiro.
A razão da insistência dos Reformadores na supremacia da Bíblia, residia na preocupação em eliminar a doutrina medieval da autoridade da tradição e da igreja em pé de igualdade com a Sagrada Escritura.
·      A Palavra precisa ser pregada com fidelidade a ela – (Gl 1.9b - Se alguém vos anunciar outro evangelho além do que já recebestes, seja anátema). Muitos pregam de forma manipulativa, induzindo pessoas para construírem seu reino e não o Reino de Deus. Ainda outros usam da Palavra de forma estratégica para manterem seu poder e não libertar as vidas conforme ordenado por Jesus.
Precisamos ser fiéis integralmente ao Evangelho, não temos que pregar nossa cultura “eclesial” ou nossos pensamentos, mas o evangelho puro deixado por Jesus a sua igreja.
·      A Palavra deve ser pregada de forma relevante – (1Pe 3.15-16 - Antes, santifiquem Cristo como Senhor no coração. Estejam sempre preparados para responder a qualquer que lhes pedir a razão da esperança que há em vocês.
Contudo, façam isso com mansidão e respeito, conservando boa consciência, de forma que os que falam maldosamente contra o bom procedimento de vocês, porque estão em Cristo, fiquem envergonhados de suas calúnias). Vivemos em uma sociedade pluralista, relativista, materialista, corrupta, egoísta, violenta, uma sociedade de muito conhecimento e pouca profundidade, uma sociedade sem tempo para si e para Deus.
Essa é a nossa cultura paulista. Precisamos pregar a mensagem do Evangelho de forma que ela seja relevante ao nosso contexto cultural e social. Precisamos apresentar o Evangelho de Cristo como resposta clara a este sistema maligno que nos governa. Somente em Cristo podemos nos tornar livres, e somente em Cristo poderemos romper com este sistema e transformar nossa sociedade a partir de nossas vidas.
Nossa mensagem se torna relevante quando olhamos o que o mundo produz, o que pergunta e apresentamos respostas e esclarecimento ao que produzem. Por exemplo: O filme Noé? O que ensina o filme? Quais portas ele abre para nós cristãos?
·      A Palavra precisa ser anunciada numa linguagem contemporânea (Mt 13 - Então lhes falou muitas coisas por parábolas
Mateus 13:3). Jesus falava por parábolas, pois através delas usava figuras de sua época para explicar o Reino de Deus e suas implicações na vida. Jesus fez uso dos recursos que lhe eram disponíveis em sua época: ensinou sentado em um barco, outras veze em pé, algumas vezes ensinou em grupo grandes, outras em grupos pequenos, e ainda às vezes de forma pessoa. Ele ensinou de forma explicativa e calma, outras por meio da pregação de sermões e também de forma prática.
Hoje devemos anunciar o Evangelho das mais diversas formas que temos em nossas mãos. Não podemos abrir mão dos recursos tecnológicos, da arte, de uma linguagem atualizada e das figuras de nossos dias. Estamos transmitindo uma mensagem de dois mil anos atrás. Temos que ser fiéis ao seu conteúdo, mas criativos na forma de apresenta-la. 

2 – Ser atuante no serviço
Mt 5.16 – “... para que vejam as suas boas obras...”. Vejam a manifestação do amor de Deus e deem graças a Deus.
Tg 1.27
Tg 2.14-18
Somente uma igreja atuante no serviço, dedicada ao próximo irá se tornar relevante a sociedade onde está e desta forma deixará marcas que ecoaram na eternidade.

3 – Ser missional
Mc 16.15 – pregar
Mt 28.19-20 – fazer discípulos
At 1.8 – testemunhar
Uma igreja missional estará preocupada em plantar igrejas e sustentar missionários.

Pr. Cornélio Póvoa de Oliveira

17/03/2016

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Translate

NOTÍCIAS