TRADUTOR

English French German Spain Italian Dutch
Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
By Ferramentas Blog

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2017

REFLEXÃO 334 - A MORTE NÃO É O FIM MAS O COMEÇO

A morte não é o fim mas o começo

 O que é a morte? Ela é natural a todos os seres vivos, ou no caso do ser humano é uma intrusa, uma conseqüência do pecado? O homem foi criado já tendo na natureza a semente da morte, ou essa semente entrou por causa do pecado? O que é a morte física? O que é a morte espiritual? Quando uma pessoa morre, para onde vai a sua alma? Existe o purgatório? Existe o chamado sono da alma, em que a pessoa fica depois da morte aguardando a ressurreição? Qual é a esperança  a respeito da vitória sobre a morte? Como devemos encarar a morte?
A Bíblia não define a morte. A revelação de Deus toma-a como uma realidade que não precisa de explicação sobre sua natureza, porém, refere-se a ela como conseqüência do pecado, da desobediência, como o inimigo a ser destruído no último dia, como um poder que já tem a sua derrota decretada e que já foi vencido pelo Senhor Jesus em sua ressurreição. A Bíblia refere-se à morte sob dois ângulos:

A morte física, que é o término da atividade do organismo que dá início à sua deterioração, cessação esta que acontece no momento em que a alma deixa o corpo em virtude deste não ter mais condições de continuidade.
O ponto fundamental na questão da morte deve ser visto na palavra "separação", quando mencionada no Éden. O homem ficou alienado de Deus. Sua expulsão do jardim não ilustra esse fato triste? A ênfase está no plano moral e espiritual. Na realidade, porém, todo o homem, como unidade corpo-alma, morreu(distanciou-se do Criador), assim como na conversão o homem todo recupera a comunhão perdida(reconcilia-se com o Criador). Será esta uma interpretação exagerada do que aconteceu no Éden?    Com o sentido de separação, a morte física poderia ser uma experiência humana independente da transgressão ocorrida no Éden. O desgaste biológico natural, num determinado momento da jornada, resultaria no cessar da existência e a conseqüente morte. Você concorda que mesmo sem pecado o homem morreria? A morte é um fenômeno natural e aceitável como parte integrante do processo cósmico.
A morte física carregada de encontros e dissabores, como a conhecemos e sentimos, essa sim, só pode ser uma conseqüência do pecado. A morte causada por crimes, tragédias várias, doenças, descuidos, fatores hereditários, e acompanhada de saudades e lágrimas. Então o que é mesmo que causa a morte física?
A morte espiritual, que significa o afastamento da alma de Deus por toda a eternidade, na Bíblia tem uma maneira de ser descrita. Você poderia dizer como ela é chamada? (Apocalipse 20.14).  A perda de semelhança moral que o homem tinha com Deus. O homem foi criado naturalmente e moralmente semelhante a Deus. Na queda, o homem não perdeu a semelhança natural. Ele continuou a ser uma personalidade como era antes. Então o que o homem perdeu com a queda? Creio que o homem deixou de ser moralmente semelhante a Deus.   A corrupção dos poderes do homem, outro resultado da queda. Além de perder sua semelhança moral, todos os poderes humanos se perverteram. Os pensamentos, os desejos, a vontade, tudo tornou-se corrompido. O homem arruinou o poder de direção própria, perdeu aquela comunhão íntima com Deus. Já não sentiu a presença de Deus consigo. O homem tornou-se carnal. Você sabe o que o homem que está morto espiritualmente pode fazer para sair desta triste situação?
Ao estado das almas após a morte a teologia tem dado nome de estado intermediário, isto é, o estado que fica entre a morte e a consumação de todas as coisas, com a volta do Senhor Jesus e a ressurreição final, o juízo a destinação eterna, umas para o reino de Deus, outras para o lugar criado para o diabo e seus anjos, o inferno. A respeito do que acontece depois da morte, levando-se em conta as opiniões dos que não são cristãos, existem muitas concepções:
 Para o filósofo existencialista Jean-Paul Sartre a morte é a volta ao nada. Esse homem contemporâneo apenas repetiu a mesma incredulidade trevosa dos epicureus nos dias do apóstolo Paulo. Leia 1 Coríntios 15.32 e descreva o que eles ensinavam: 
Para os espíritas, o espírito de quem morre fica vagando no espaço até reencarnar-se. Muitas pessoas que você conhece crêem dessa maneira e desconhecem o que a Bíblia diz O que você pode dizer a elas usando a passagem de Hebreus 9.27?  Para Soren Kierkegaard, a morte é um abismar-se em Deus. Mas o que isso significa? Uma anulação da personalidade consciente, uma destruição do individualismo. A Bíblia não fala de sombras após a morte, mas de definição de vida para os salvos e condenação para os perdidos. Que passagens bíblicas servem de amparo para este princípio que cremos? 
Para os adventistas, a alma de quem morre fica dormindo na sepultura até o dia da ressurreição(mesmo as pessoas salvas). Não há nada na Bíblia que apoie essa opinião. Aliás a Bíblia contraria esse pensamento todas as vezes que fala ou relata questões ligadas à morte. Leia Lucas 23.46 e responda para onde foi o espírito de Jesus? Agora veja o verso 43 e diga-me para onde Jesus prometeu levar o espírito do ladrão crucificado ao seu lado? 
Os católicos romanos criaram a figura de um lugar de fogo onde as almas ficam purgando seus pecados até que de lá saiam para a presença de Deus, por força das missas que aqui no mundo as pessoas mandam celebrar. Você pode ler de Gênesis a Apocalipse e não encontrará nada que justifique essa opinião. O que você pensa do purgatório?  
A Bíblia ensina que quando o crente morre vai para a presença de Deus, onde fica aguardando a consumação. Não como uma alma desnuda, fantasmagórica, porém revestido do corpo espiritual com que aparecerá no dia em que o Senhor Jesus voltar, trazendo consigo miríades de anjos, e essas pessoas salvam. A Bíblia revela que os crentes que morrem mantêm, na presença de Deus, sua consciência, canta louvores e servem a Deus. Vejamos algumas das evidências textuais:
a) Parábola do rico e Lázaro = Lucas registra a história de que Lázaro, ao morrer, foi para o seio de Abraão, que é uma expressão idiomática(linguagem figurada) para referir-se ao céu; apresenta, também, o perdido rico em lugar de tormento, sentindo, querendo, pedindo. O perdido está no lugar de sofrimento e o salvo está em lugar de consolação(Lucas 16.19-31).

b) Transfiguração = Elias e Moisés, simbolizando a profecia e a Lei, aparecem juntos com Jesus, em forma corpórea, quando o Senhor se transfigurou. Logo, eles estavam, e estão, vivos, conscientes, pessoais, reais, com corpos espirituais, juntos de Deus(Lucas 9.28-32).
c) O ladrão na cruz = Tendo o ladrão convertido pedido a Jesus que se lembrasse dele ao entrar em seu reino qual foi a resposta de Jesus?(Lucas 23.39-43) O que isto significa?
d) As almas diante do altar de Deus = O que podemos declarar sobre a presença imediata a partir dos textos? Por que razão você deve crer na presença imediata de Deus após sua morte?
"Então o Cordeiro quebrou o quinto selo. E vi debaixo do altar as almas dos que tinham sido mortos porque haviam anunciado a mensagem de Deus e tinham sido fiéis no seu testemunho. Eles gritavam com voz bem forte: -Ó Todo-Poderoso, santo e verdadeiro! Quando julgarás o povo da terra? Quando castigarás os que nos mataram? Cada um deles recebeu uma roupa branca. E foi dito a eles que descansassem um pouco mais, até que se completasse o número dos seus companheiros no trabalho de Cristo, que eram seus irmãos e irmãs e que iam ser mortos como eles tinham sido"(Apocalipse 6.9-11).
"Depois disso olhei e vi uma multidão tão grande, que ninguém podia contar. Eram de todas as nações, tribos, raças e línguas. Estavam de pé diante do trono e do Cordeiro, vestidos de roupas brancas, e tinham folhas de palmeira nas mãos. Eles gritavam bem alto: Do nosso Deus, que está sentado no trono, e do Cordeiro vem a nossa salvação. Todos os anjos estavam de pé em volta do trono, dos líderes e dos quatro seres vivos. Então eles se jogaram diante do trono, encostaram o rosto no chão e adoraram a Deus, dizendo: Amém! Ao nosso Deus sejam dados para todo o sempre o louvor, a glória, a sabedoria, a gratidão, a honra, o poder e a força! Amém! Um dos líderes me perguntou: Quem são estes que estão vestidos de branco? De onde foi que vieram? Eu não sei. O senhor sabe! respondi. Então ele me disse: Estes são os que atravessaram sãos e salvos a grande perseguição. Eles lavaram as suas roupas no sangue do Cordeiro, e elas ficaram brancas. É por isso que eles estão de pé diante do trono de Deus e o servem de dia e de noite no seu templo. E aquele que está sentado no trono os protegerá com a sua presença. Eles nunca mais terão fome nem sede. Nem o sol nem qualquer outro calor forte os castigará. Pois o Cordeiro, que está no meio do trono, será o pastor deles e os guiará para as fontes das águas da vida. E Deus enxugará todas as lágrimas dos olhos deles"(Apocalipse 7.9-17).

A morte foi derrotada pelo Senhor Jesus em sua ressurreição. Com ela, assegurou o cumprimento de sua promessa de ressurreição para todos quando de sua volta. Leia 1 Coríntios 15.54-57 e responda: qual é o ensino deste texto? Ao ensinar a certeza que há de que Cristo ressuscitou e que todos nós havemos de ressuscitar Paulo permite que observemos O Cântico de Vitória Sobre a Morte:
a) Quando se der esta transformação (ressurreição e imortalidade) cumprir-se-á as promessas sobre a vitória de Cristo em relação à morte(v.54).
b) A morte é inimiga cruel e ela se apresenta como um aguilhão, a arma de um animal venenoso, como o ferrão de um escorpião (v.55).
c) Esse ferrão é o pecado cuja força é a lei no sentido de que nos condena, declarando o pecado e suas conseqüências (v.56).
d) Em Jesus Cristo nós alcançamos vitória sobre a lei, e sobre o pecado(v.57).
e) O pecado e a morte não têm mais domínio sobre nossa alma, porque já estamos com Deus; nem sobre o nosso corpo que ressuscita, garantido pela ressurreição de Cristo.
Satanás causador da morte será vencido e esmagado; logo a morte também o será. Leia Romanos 16.20 e responda como se dará isso? A morte tem como ferramenta fatal o pecado. Mas ela já o perdeu: foi arrancado por Jesus. Quando ela o aguilhou na cruz, seu ferrão foi arrancado por Jesus. Não precisamos mais temê-la, pois ela está vencida. A grande bênção da vida cristã, pela qual cada crente deve render graças a Deus constantemente, é a certeza de que, morrendo, irá imediatamente para o céu, lugar da habitação de Deus, e onde não existe mais sofrimento nem morte.

"Ele enxugará de seus olhos toda lágrima; e não haverá mais morte, nem haverá mais pranto, nem lamento, nem dor, porque já as primeiras coisas são passadas" (Apocalipse 21.4).

O inferno. A doutrina do inferno não é uma doutrina popular; pessoalmente me agradaria mais falar sobre o céu, mas só estaria falando sobre metade do evangelho se não mencionar o inferno. Não gosto de falar do inferno; tampouco gostamos de falar de assassinatos, de miséria, de enfermidades, ou da morte, mas estas coisas continuam a ocorrer de todos os modos. Ainda que não se goste de pensar no inferno, temos que enfrentar a realidade do pecado e seu castigo. Temos que nos dar conta que os homens que pecam neste mundo serão julgados e que o castigo eterno será o destino dos que não se arrependerem em Cristo Jesus.

O Inferno existe,e a  Bíblia ensina acerca dele. A mesma Bíblia que nos fala sobre o céu também nos fala do inferno. A Bíblia diz muito mais acerca do inferno do que sobre o céu. Temos que crer na Bíblia. O inferno é uma realidade e fazemos mal quando a ocultamos de alguém.
A dificuldade em formar doutrina a partir da Bíblia portuguesa é porque a palavra inferno traduz 4 palavras distintas no texto original: Sheol (lugar dos mortos, túmulo, destruição,65vezes); Hades (lugar dos mortos, túmulo, 11 vezes); Geena (Vale dos filhos de Hinon, "lugar de lixo e fogo, de sofrimento, o lago de fogo", 12 vezes); e Tártaros (abismo, 1vez). Os gregos usavam a palavra tártara para designar um lugar de punição mais baixo do que o Hades. O que significa tártaros em 2 Pedro 2:4?
Quem está lá? (Veja também Lucas 8.31; Judas 6; Apocalipse 9.1-2,11; 20.1-3). Os anjos rebeldes estão no abismo de trevas onde aguardam o seu juízo final. As demais referências fazem alusão: a) aos demônios rogando a Jesus que não os mandassem para o abismo. b) as prisões eternas na escuridão onde os anjos rebeldes foram colocados. c) o poço do abismo que tem como rei um anjo denominado de Apoliom (destruidor).
Geralmente a palavra grega Hades é considerada sinônima da hebraica sheol. A partir dos 11 usos de Hades no NT, faça uma definição, a mais completa possível, deste lugar ou dimensão:
"E você, cidade de Cafarnaum, acha que vai subir até o céu? Pois será jogada no mundo dos mortos! Porque, se os milagres que foram feitos aí tivessem sido feitos na cidade de Sodoma, ela existiria até hoje"(Mateus 11.23).
"Portanto, eu lhe digo: Você é Pedro, e sobre esta pedra construirei a minha Igreja, e nem a morte poderá vencê-la"(Mateus 16.18).
"E você, cidade de Cafarnaum, acha que vai subir até o céu? Pois será jogada no mundo dos mortos!"(Lucas 10.15).
"Ele sofria muito no mundo dos mortos. Quando olhou, viu lá longe Abraão e Lázaro ao lado dele"(Lucas 16.23).
"pois tu, Senhor, não me abandonarás no mundo dos mortos. Eu tenho te servido fielmente, e por isso não deixarás que eu apodreça na sepultura. Davi sabia o que Deus ia fazer e por isso falou a respeito da ressurreição do Messias. Davi disse: "Ele não foi abandonado no mundo dos mortos, nem o seu corpo apodreceu na sepultura."(Atos 2.27,31).
"Onde está, ó morte, a sua vitória? Onde está, ó morte, o seu poder de ferir?"(1Coríntios 15.55).
"Eu sou aquele que vive. Estive morto, mas agora estou vivo para todo o sempre. Tenho autoridade sobre a morte e sobre o mundo dos mortos"(Apocalipse 1.18).
"Aí o mar entregou os mortos que estavam nele. A morte e o mundo dos mortos também entregaram os que eles tinham em seu poder. E todos foram julgados de acordo com o que tinham feito. Então a morte e o mundo dos mortos foram jogados no lago de fogo. Esse lago de fogo é a segunda morte"(Apocalipse 20.13-14).
Segundo a cosmologia hebraica o Hades(sheol) é uma espécie de porão que fica abaixo da terra. Ele é a habitação dos mortos. È uma prisão que tem portões ou portas cujas chaves estão nas mãos de Jesus. Ele não é um destino eterno uma vez que devolverá os mortos que nele estarão.
O que indica a parábola de Lázaro(Lucas 16.19-31) sobre o Hades?(Veja também 2 Pedro 2.9) Na minha opinião, esta parábola indica que o Hades é um lugar destinado para os ímpios e neste lugar de tormento há uma plena consciência da realidade ainda que não seja possível alterá-la. Em conexão com o texto de Pedro os injustos já estão sendo castigados enquanto o julgamento final ainda não aconteceu.
A partir dos 12 usos de geena no NT, escreva um parágrafo detalhando as características deste lugar ou dimensão: consulte as informações de Mateus 5.22,29,30; 10.28 18.9; 23.15,33; Marcos 9.43,45,47; Lucas 12.5; Tiago 3.6. Geralmente Jesus usou a palavra no contexto do juízo de quem? Além das 11 passagens acima, Jesus descreveu este lugar de juízo com várias outras palavras. Veja os seguintes textos e destaque tais palavras:
"Toda árvore que não dá frutas boas é cortada e jogada no fogo"(Mateus 7.19).
"Mas os que deviam estar no Reino serão jogados fora, na escuridão. Ali vão chorar e ranger os dentes de desespero"(Mateus 8.12).
"Não tenham medo daqueles que matam o corpo, mas não podem matar a alma. Porém tenham medo de Deus, que pode destruir no inferno tanto a alma como o corpo"(Mateus 10.28).
"Depois os anjos os jogarão na fornalha de fogo, onde eles vão chorar e ranger os dentes de desespero. e jogarão as pessoas más na fornalha de fogo. E ali elas vão chorar e ranger os dentes de desespero" (Mateus 13.42,50).
"Se um dos seus olhos faz com que você peque, arranque-o e jogue fora! Pois é melhor que você entre na vida eterna com um olho só do que ter os dois e ser jogado no fogo do inferno"(Mateus 18.9).
"Então o rei disse aos empregados: "Amarrem os pés e as mãos deste homem e o joguem fora, na escuridão. Ali ele vai chorar e ranger os dentes de desespero."(Mateus 22.13).
"Cobras venenosas, ninhada de cobras! Como esperam escapar da condenação do inferno?"(Mateus 23.33).
"E joguem fora, na escuridão, o empregado inútil. Ali ele vai chorar e ranger os dentes de desespero." Depois ele dirá aos que estiverem à sua esquerda: "Afastem-se de mim, vocês que estão debaixo da maldição de Deus! Vão para o fogo eterno, preparado para o Diabo e os seus anjos! E Jesus terminou assim: Portanto, estes irão para o castigo eterno, mas os bons irão para a vida eterna"(Mateus 25.30,41,46).
"Se um dos seus olhos faz com que você peque, arranque-o! Pois é melhor que você entre no Reino de Deus com um olho só do que ter os dois e ser jogado no inferno. Ali os vermes que devoram não morrem, e o fogo nunca se apaga"(Marcos 9.47-48).
"Vou mostrar a vocês de quem devem ter medo: Tenham medo de Deus, que, depois de matar o corpo, tem poder para jogar a pessoa no inferno. Sim, repito: Tenham medo de Deus. Então o patrão voltará no dia em que o empregado menos espera e na hora que ele não sabe. Aí o patrão mandará cortar o empregado em pedaços e o condenará a ir para o lugar aonde os desobedientes vão. O empregado que sabe qual é a vontade do patrão, mas não se prepara e não faz o que ele quer, será castigado com muitas chicotadas. Mas o empregado que não sabe o que o patrão quer e faz alguma coisa que merece castigo, esse empregado será castigado com poucas chicotadas. Assim será pedido muito de quem recebe muito; e, daquele a quem muito é dado, muito mais será pedido"(Lucas 12.5,46-48).
"Quando vocês virem Abraão, Isaque, Jacó e todos os profetas no Reino de Deus e vocês estiverem do lado de fora, então haverá choro e ranger de dentes de desespero"(Lucas 13.28).
"e sairão das suas sepulturas. Aqueles que fizeram o bem vão ressuscitar e viver, e aqueles que fizeram o mal vão ressuscitar e ser condenados"(João 5.29).
O geena é um lugar de fogo(inferno) para onde os pecadores não arrependidos serão lançados. No geena perecem tanto o corpo quanto a alma. O geena é um lugar de condenação. O geena é um lugar de sofrimento físico eterno. O geena é um lugar de condenação para aqueles que não dão bons frutos(falsos profetas). O geena é um lugar de fogo e de trevas exteriores aonde haverá choro e ranger de dentes. O geena é um lugar de tormento onde perecem o corpo e a alma. O geena é uma fornalha de fogo. O geena foi preparado para o diabo e seus anjos mas receberá os que rejeitaram a Jesus nesta vida. O geena é um lugar que além de fogo também tem vermes. O geena é o lugar de condenação para os infiéis. O geena é o lugar para onde vão os que tiverem praticado o mal.
O fogo(que dá luz) junto com as trevas(que excluem a luz) o que indicam sobre a natureza do geena? Há sofrimento físico? O corpo será incluído neste castigo? É interessante lembrar que a linguagem do Novo Testamento sobre o juízo eterno é muito mais cuidadosa e guardada do que a maioria de outros escritos do primeiro século. Principalmente, a nossa doutrina do inferno vem de Jesus e daí do Apocalipse. Mas todos os autores do Novo Testamento falam do juízo e perdição que vem. Sua tarefa será consultar estas passagens e destacar o que cada uma diz sobre o juízo que vem sobre a humanidade:
"Mas você, que faz as mesmas coisas que condena nos outros, será que você pensa que escapará do julgamento de Deus? Ou será que você despreza a grande bondade, a tolerância e a paciência de Deus? Você sabe muito bem que ele é bom e que quer fazer com que você mude de vida. Mas o seu coração é duro e teimoso. Por isso você está aumentando ainda mais o castigo que vai sofrer no Dia em que forem revelados a ira e os julgamentos justos de Deus, pois ele recompensará cada um de acordo com o que fez. Deus dará a vida eterna às pessoas que procuram fazer o bem e buscam a glória, a honra e a vida imortal. Mas fará cair a sua ira e o seu castigo sobre os egoístas e sobre os que rejeitam o que é justo a fim de seguirem o que é mau. Haverá sofrimentos e aflições para todos os que fazem o mal, primeiro para os judeus e também para os não-judeus"(Romanos 2.3-9).
"Deus fará o que é justo: Ele trará sofrimento para aqueles que fazem vocês sofrerem e dará descanso a vocês e também a nós, que sofremos. Ele fará isso quando o Senhor Jesus vier do céu e aparecer junto com os seus anjos poderosos, no meio de chamas de fogo, para castigar os que rejeitam a Deus e não obedecem ao evangelho do nosso Senhor Jesus. Eles serão castigados com a destruição eterna e ficarão longe da presença do Senhor e do seu glorioso poder"(2 Tessalonicenses 1.6-9).
"Assim, vamos em frente a fim de chegarmos ao ensinamento de adultos, deixando para trás as primeiras lições da mensagem de Cristo. Nós não vamos colocar de novo as bases dessa mensagem, isto é, a necessidade de abandonar uma vida inútil e de crer em Deus; o ensinamento a respeito dos batismos e da cerimônia de pôr as mãos sobre os cristãos; e a ressurreição dos mortos e o julgamento eterno"(Hebreus 6.1-2).
"Pelo contrário, resta apenas o medo do que acontecerá: medo do Julgamento e do fogo violento que destruirá os que são contra Deus. Quem desobedece à Lei de Moisés é condenado sem dó à morte, se for julgado culpado depois de ouvido o testemunho de duas pessoas, pelo menos. Então, o que será que vai acontecer com os que desprezam o Filho de Deus e consideram como coisa sem valor o sangue da aliança de Deus, que os purificou? E o que acontecerá com quem insulta o Espírito do Deus, que o ama? Imaginem como será pior ainda o castigo que essa pessoa vai merecer!"(Hebreus 10.27-29).
"Esses falsos mestres são como poços sem água e como nuvens levadas pelo vento. Deus reservou para eles um lugar na mais profunda escuridão"(2 Pedro 2.17).
"O Senhor não demora a fazer o que prometeu, como alguns pensam. Pelo contrário, ele tem paciência com vocês porque não quer que ninguém seja destruído, mas deseja que todos se arrependam dos seus pecados"(2 Pedro 3.9).
"Um terceiro anjo seguiu o segundo, dizendo com voz forte: Aqueles que adorarem o monstro e a sua imagem e receberem o sinal na testa ou na mão beberão o vinho de Deus, o vinho da sua ira, que ele derramou puro na taça do seu furor. Eles serão atormentados no fogo e no enxofre diante dos santos anjos e do Cordeiro. A fumaça do fogo que os atormenta sobe para todo o sempre. Ali não há alívio, nem de dia nem de noite, para os que adoram o monstro e a sua imagem, nem para qualquer um que tenha o sinal do nome dele"(Apocalipse 14.9-11).
"Mas os covardes, os traidores, os que cometem pecados nojentos, os assassinos, os imorais, os que praticam a feitiçaria, os que adoram ídolos e todos os mentirosos, o lugar deles é o lago onde queima o fogo e o enxofre, que é a segunda morte"(Apocalipse 21.8).
Penso que o juízo vindouro será punitivo para os impenitentes e como conseqüência trará tribulação e angústia sobre a alma dos que praticam o mal. Os que não obedecem ao Evangelho de Jesus Cristo, sofrerão, como castigos, a perdição eterna, serão banidos da face do Senhor e da glória do seu poder. Este juízo é um ensino característico da fé cristã e não deve ser desconsiderado nem descaracterizado. Este juízo será implacável e produzirá um terrível sofrimento. Este é um lugar reservado para os falsos mestres e ainda que alguns não creiam ou rejeitem a oferta de livramento o Senhor ainda é longânimo e continua disposto a nos salvar da condenação eterna (durante esta vida). Os adoradores da Besta experimentarão a ira de Deus e serão atormentados eternamente com fogo e enxofre(desta matéria prima produz-se o ácido sulfúrico). Esta é a segunda morte.
Quando um homem assassino a outro, dizemos do assassino: "esse indivíduo deve sofrer; não merece gozar da paz e da tranqüilidade de que os homens bons merecem desfrutar". Os homens são criminosos eternos contra Deus. Têm pecado e quebradas sua lei,e a lógica diz que devem castigados. Lemos em Atos 1.25 "que caiu Judas por transgressão, para ir ao seu próprio lugar". Para que lugar Judas foi depois de seu suicídio? Deus tem um lugar destinado para quem tem escarnecido a Seu Filho. Tem uma penitenciária para criminosos; tem uma cadeia para os pecadores. Mais alguém lhe dizer que "Deus é demasiadamente bom para mandar um homem ao inferno", como argumentar?
Deus ama cada homem, mas seu amor não oculta a justiça. Ele dá a cada pecador uma oportunidade. Ele ama o pecador, entregando a seu Filho para que morresse por ele, rogando ao pecador contínuo e encarecidamente que faça a entrega de seu coração a Cristo. Se, depois de tudo isto, um homem é condenado a culpa não é de Deus; a culpa é do pecador. Deus é amor, mas Deus também é Justo. Como é que você compreende esta afirmação? Há dois lugares para a alma do homem. É inconcebível que homicidas, ladrões, mentirosos, adúlteros estejam no céu, pois assim o céu se converterá em inferno se estivesse recebendo tais pessoas. A lógica, pois, demanda que haja um lugar onde sejam castigados os malvados. O nome deste lugar de castigo eterno é inferno.

Mas Que tipo de lugar é o inferno?   Já temos visto algumas informações bíblicas sobre o inferno(ou suas palavras cognatas) agora nesta etapa procuraremos sistematizá-las.
a) O inferno é um lugar de separação = leia Mateus 25.41 e responda: o que este texto nos fala? A Bíblia é clara em afirmar que o inferno é um lugar de separação da presença de Deus e de suas bênçãos. O inferno significa separação de nossos parentes que estão com o Senhor. Consideremos a situação de alguém que tem sido apresentado ao Senhor no dia do juízo. Sua vida foi marcada pelo pecado, não ligou para as orações e lágrimas de seus pais, rejeitou aos convites que o Espírito Santo lhe fizera. Assim, pois, se condenou a receber a sentença no juízo final: uma eternidade de separação de Deus.
b) O inferno é um lugar de sofrimento = os homens sofrem aqui mas este sofrimento não se compara aos sofrimentos do inferno, posto que esses sofrimentos serão mais penoso, alguém pode perguntar: o fogo do inferno é verdadeiro? O que você responderia a esta pergunta com base nos seguintes textos? (Mateus 18.9; Marcos 9.43; Lucas 16.19-31; Apocalipse 20.14) Tem tanto direito para interpretar este fogo literalmente como temos direito de interpretar outras referências feitas ao fogo na Bíblia. A Bíblia fala de fogo no altar de Elias, e sabemos que era fogo verdadeiro. A Bíblia fala de sarça ardente mas que não foi consumida quando Deus apareceu a Moisés. Não podemos afirmar, pois, que o inferno não tem um fogo verdadeiro, é fogo verdadeiro ou algo pior.
c) O inferno é um lugar de sofrimento eterno = não seria tão mal se tivéssemos a esperança de que o sofrimento cessaria algum dia, mas o sofrimento é eterno. Quando pensamos no corpo consumindo-se no inferno e que esse sofrimento nunca terminará, então nos damos conta de quão terrível há de ser este lugar. A morte é um monstro na terra, mas os homens a escolheriam como um anjo no inferno. Se a morte pudesse descer no inferno e aliviar o sofrimento dos que ali estão, os condenados se alegrariam e muito. Mas a morte nunca chega para por um fim a existência do inferno. Você já pensou sobre isso? Não podemos viver sem esperanças neste mundo; sem dúvida, não há esperança no inferno. É uma questão de sofrer, sofrer e continuar sofrendo sem esperança de alívio. Quando você está doente, espera que logo fique curado; quando os negócios estão indo mal, há a esperança de logo melhorem. Neste mundo podemos sempre esperar algo melhor, mas não há esperança para quem desce ao inferno. "Eternamente Perdido" será a frase mais lida nas dependências do inferno!
d) O inferno é um lugar das mais baixas associações = Segundo Apocalipse 21.8 que tipo de pessoas povoarão o inferno? Alguém pode argumentar dizendo que não pertence a este grupo de pessoas más, porém, não se deve deixar de considerar que os incrédulos, referidos no texto, poderão ser boas pessoas que estarão perdidas como os homicidas e os adúlteros. O ambiente será freqüentado pela piores espécies de pessoas e aqueles que lá estiverem estarão ligados pela rejeição ao amor de Deus. Você pode citar outros tipos humanos que habitarão o inferno?(Gálatas 5.19-21)
e) O inferno é um lugar onde os homens colherão sua influência pecaminosa = O que Mateus 8.12 nos fala? Sim os dentes de alguns homens rangerão como conseqüência dos seus anos de vida pecaminosa. Os dentes de um rangerão, dizendo a um companheiro: "Tu me conduziste a este lugar! Tu me convidaste a tomar meu primeiro trago". E o outro lhe contestará: "Sim, mas você fez porque quis". O filho dirá ao pai: "Pai você me encaminhou a este lugar! Não tinhas tempo para a igreja; não deixaste que Cristo entrasse em sua vida. E eu te segui e cai no pecado. Aqui estou por tua culpa". Uma filha se voltará para sua mãe, rangendo os dentes e dirá: "Mãe, tu me guiaste até aqui; você deu todo o seu tempo ao mundo. Não tinhas tempo para Cristo. Eu te segui e agora estou perdida por sua causa". E esta é a lição: cada um de nós exerce uma influência, para o bem ou para o mal nas pessoas. As guiamos ou para o céu ou para o inferno. Este pensamento deveria fazer com que decidamos mudar e viver piamente diante de Deus e diante daqueles que nos observam em todas as partes.
f) O inferno é um lugar de recordações = o que Abraão disse ao homem rico que estava no inferno?(Lucas 16.25) E aquele homem recordou: lembrando-se de sua vida mal gasta em anos e que agora ardia no fogo do inferno. Se você porventura for ao inferno, também se recordará de algumas cosias: os sermões, as orações, o testemunho dos amigos cristãos, as visitas aos templos, os apelos que rejeitaste. Sim, recordarás mas será tarde demais. Estarás fora do alcance da redenção. Estarás preso no inferno eternamente com suas memórias e recordações.
E Quem vai para o inferno?   ´Todos aqueles que rejeitam a oportunidade de salvação e continuam mortos em seus delitos e pecados. Mas há referências bíblicas que discriminam alguns grupos de pecadores não arrependidos com destino ao inferno (1 Coríntios 6.9-10; Gálatas 5.19-21; Efésios 5.3-5; Colossenses 3.5-9; 2 Timóteo 3.2-5; Apocalipse 21.8). Destaco aqui os mencionados na última referência textual: medrosos, incrédulos, abomináveis, homicidas, adúlteros, feiticeiros, idolatras e mentirosos.
a) Os pecadores irão para o inferno = Segundo Ezequiel 18.4 a "alma que pecar, essa morrerá". Deus nunca tem mudado estas afirmações eternas. Deus está contra o pecado, e o pecado está contra Deus e deve ser castigado.
b) Os incrédulos vão para o inferno = alguém poderá dizer: “eu não creio em Cristo”. Ele não é meu salvador, mas estou vivendo uma boa vida". A Bíblia declara que os incrédulos terão sua parte no lago de fogo. João nos ensina o que?(3.18) Você pode até ter uma vida sem Cristo, mas um dia descobrirás que foi a pior opção que fez.
c) Os que rejeitam a Cristo vão para o inferno = Porque a ira de Deus permanece sobre algumas pessoas?(João 3.36) Depreciar, rejeitar, não ouvir o Unigênito Filho de Deus é o maior pecado que um homem pode cometer. Rejeitar a oferta do Filho de Deus que morreu em teu lugar é caminhar com as próprias pernas e a passos largos para o inferno.
Quando começa   O sofrimento consciente da alma começa ao morrer = os corpos dos perversos serão sepultados, mas o sofrimento da alma começa ao morrer. Sem dúvida, este é o sofrimento que antecede ao juízo do grande trono branco e não é a medida completa do grande sofrimento que a alma perdida estará obrigada a padecer mais tarde. Existem textos implicando juízo mais severo para algumas pessoas do que para outras. Veja Mateus 18.6-7; Marcos 12.40; Lucas 12.47-48; 17.1-2; 22.22-23; e Apocalipse 20.12. Você acha que há graus de sofrimento no inferno? Defenda a sua resposta.
b) O sofrimento do corpo começa no juízo do grande trono branco = a Bíblia ensina que na ressurreição dos mortos perversos, a alma e o corpo se unirão, estarão frente ao juízo do grande trono branco, e então serão lançados no inferno. Leia Apocalipse 20.13 e descreva como esta situação é relatada: Após o juízo os homens perdidos sofrerão de acordo com a suas obras. Devemos recordar que um homem vai para o inferno porque rejeita a Cristo, e sofre no inferno de acordo com o mal feito como incrédulo. O lago de fogo foi preparado para quem?(Mateus 25.41) Quando é e quais são os primeiros que entram no inferno?(Apocalipse 19.19-20) Quando é que a grande maioria dos pecadores entra? Além de seres humanos o que mais é lançado no lago de fogo?(Apocalipse 20.7-15) Os pregadores do movimento Confissão Positiva(Palavra da Fé, Renascer em Cristo) dizem que Jesus se tornou literalmente pecado por nós(2 Coríntios 5.21), assumindo a natureza satânica, indo ao inferno depois da sua morte na cruz, onde foi torturado por satanás por três dias e três noites. Logo, Jesus foi renascido(ou "recriado") nas portas do inferno, elevado e glorificado no céu. Diante dos ensinos bíblicos sobre o inferno, quais são os problemas deste ensino? A cruz, e não o inferno, foi o preço que Cristo pagou pela reconciliação. Ele levou sobre si as conseqüências de nossos pecados e por este gesto não estamos mais debaixo da condenação. Admitir os ensinos da Confissão Positiva(que ele foi feito pecador) é rejeitar todo ensino bíblico sobre a impecabilidade de nosso Senhor. Admitir que ele foi ao inferno e de lá saiu é admitir que é possível uma transmigração de um lugar para o outro no que diz respeito ao destino eterno. Admitir que ele assumiu a natureza satânica e propor um atentado a sua integridade como parte da trindade. Admitir que ele foi recriado implica assumir que ele nunca foi eterno.





Mas Como escapar do inferno?    Fuja dos seus pecados = não digas que Deus é quem condena ao inferno; são os nossos próprios pecados que fazem isto. Devemos fugir deles, porque Deus é santo e não poderemos ir ao céu com os nossos pecados. Para que fujamos deles é necessários que nos arrependamos deles e que peçamos a Deus perdão pelos erros cometidos.
Volte-se para Jesus = Isso é arrependimento: apartar-se dos pecados e voltar-se para Jesus com fé salvadora. Crer nele como único meio pelo qual podemos nos aproximar de Deus. Depender dele como único e suficiente salvador.
Há um inferno. A Bíblia ensina dele, a lógica humana demanda que assim seja. O inferno é um lugar de separação, sofrimento eterno, de baixa associação, onde os homens serão recompensados pelos seus atos e manterão vivas as suas recordações. Para o inferno irão além do diabo, seus anjos, a besta e o falso profeta, os pecadores (incrédulos que rejeitaram a Cristo). O inferno tem o seu início em duas etapas: o sofrimento consciente da alma começa ao morrer e o sofrimento do corpo começa no juízo do grande trono branco. Para escapar do inferno os homens devem fugir dos seus pecados e voltar-se para Jesus crendo nele como seu único e suficiente salvador. Esta compreensão (que pretende ser fiel aos ensinos bíblicos) nos conduz a uma responsabilidade com as verdades eternas reveladas por Deus sobre os destinos eternos (céu e inferno) para os quais a humanidade caminha. Uns para a alegria e outros para o sofrimento. Ao ensinar, pregar ou evangelizar devemos ter sempre em mente a necessidade e a responsabilidade de como atalaia lembrar as pessoas dos riscos ou benefícios que estão diante de nós.
Nesta vida infinita devemos pensar em dois mundos, pois cometeremos suicídio espiritual se vivermos para este mundo somente e não pensarmos no mundo que há de vir. Cada homem que possui bom senso sabe que há uma outra vida. Notemos um contraste hoje entre estes dois mundos: a terra onde vivemos agora, a qual é um lugar onde se vertem lágrimas, e o céu de Deus, o lugar  onde não haverá lágrimas. Jesus nos disse que iria preparar um lugar para nós onde poderemos viver eternamente com ele. Quando João estava na ilha de Patmos, Deus revelou a eternidade e lhe deu o privilégio de ver as glórias de nossa futura morada. Inspirado e iluminado pelo Espírito Santo, João escreveu sobre a vida no céu no livro de Apocalipse. "o céu corresponde à esperança profunda de cada alma, o desejo de paz, reconciliação, pureza, amor, integridade, seja no nível individual ou coletivo. Em verdade a doutrina do céu é de grande valor para um povo oprimido neste mundo".








 O que você sabe sobre o céu se ainda não esteve lá? Por que não ficaremos entediados no céu? Reconheceremos nossos entes queridos no céu? Como poderemos ser felizes no céu se pessoas que amamos profundamente na Terra não forem salvas? Os suicidas estarão no céu? Por que? Teremos emoções no céu? Se tivermos emoções no céu, por que não nos sentiríamos tristes por causa dos nossos entes queridos que foram para o inferno?
Podem o salvos que estão no céu ver-nos, agora? Saberemos todas as coisas no céu? Seremos todos iguais no céu? As diferenças incluem diferenças de ordem sexual? Existe sexo no céu? Que tipos de corpo terão no céu? Que você me diz dos ferimentos e deformidades? Serão removidos no corpo ressurreto? Haverá natureza no céu? haverá animais no céu? Vamos comer no céu? Usaremos roupas no céu? Haverá música no céu? Será que o céu é grande?
O céu está neste universo? Haverá tempo no céu? Que idade teremos no céu? Que língua falaremos no céu? Haverá privacidade no céu? Seremos livres no céu? Se sim, seremos livres até para pecar? Se sim, será que alguém exercerá essa liberdade? Será que o interesse pelo céu não é uma fuga da realidade? Será que o interesse pelo céu não nos devia do interesse pela terra? Até que ponto é íntima a conexão entre céu e a terra? O céu começa agora? Como é que se vai ao céu? É Jesus o único caminho?

2 - Esta terra é o vale de lágrimas.
Este mundo está cheio de lágrimas. Tropeçamos nelas em cada esquina e em cada curva do caminho. O sol pode brilhar por um tempo, mas logo desaparece, as sombras se deitam sobre nós, e estamos forçados a derramar lágrimas amargar.
a) Existem lágrimas de desilusão = as coisas podem nos parecer rosadas por um tempo, mas então alguma desilusão entra em nossas vidas para roubar nossa paz e traz tristeza ao nosso coração. Deixe-me contar uma ilustração: Moisés foi um homem que passou toda a sua vida com um objetivo; seu maior sonho era tirar o povo de Israel do Egito e levá-lo à terra prometida. No exato momento em que ele pensou que realizaria seu sonho, chegou a desilusão. Deus o levou a uma alta montanha e lhe concedeu o privilégio de ser o primeiro a ver a terra que "mana leite e mel"(Levítico 20.24). Com se regozijaria seu coração ao ver Canaã com a esperança de que logo conduziria os filhos de Israel para o seu novo lugar. Então ele ouve a voz de Deus: "Moisés, por causa da sua desobediência, não poderás entrar na terra prometida. Teu sucessor guiará Israel a seu novo lugar". Ao vermos as lágrimas correr pelo rosto do patriarca, nos damos conta de que estava chorando as lágrimas da desilusão.
b) Existem lágrimas de sonhos frustrados = construímos nossos castelos no ar para somente para vê-los caindo por terra. Sonhamos nossos sonhos esplendorosos, os quais nunca se realizarão. Antecipamos grandes dias que nunca amanhecem para cada um de nós. Quais sãos os seus sonhos? Qual a possibilidade deles serem realizados?
c) Existem lágrimas de morte = mais escura do que qualquer rincão do inferno é aquele no qual estamos quando chega a tristeza pela morte dos seres que amamos. Com dor estamos presentes em seus funerais. Sim este velho mundo está cheio de lágrimas. Mas agradecemos a Deus porque há uma terra onde toda a lágrima será enxuta. Enquanto ela não chega até nós, aprendamos a suportar as lágrimas da morte.

O céu: sua terminologia e seus usos.
A terminologia básica usada na Bíblia para referir-se ao céu apresenta a seguintes palavras: Shãmayim = cerca de 415 vezes e que literalmente significa "as alturas". Ouranós = cerca de 285 vezes e que literalmente significa "o que é elevado". Existem outras palavras menos usadas como marôm ("altura" Jó 25.2; Isaías 24.18,21) e ma’aleh ("alturas" Isaías 7.11). Da terminologia podemos dizer que "o céu" ou "os céus" são sinônimos. A Bíblia apresenta pelo menos três usos da expressão "o céu" e estes referem-se a três esferas(4) ou níveis como:
a) Os céus da atmosfera = local de onde as chuvas e a neve vêm; onde as aves voam, etc. Leia as passagens seguintes e fale desta descrição: Isaías 59.9-11).Deut 33.13s. 1 Samuel 2.10

b) Os céus celestiais = esta expressão é usada para descrever o que?
"Então Deus disse: Que haja luzes no céu para separarem o dia da noite e para marcarem os dias, os anos e as estações!"(Gênesis 1.14).

"Aí o Eterno levou Abrão para fora e disse: Olhe para o céu e conte as estrelas se puder. Pois bem! Será esse o número dos seus descendentes"(Gênesis 15.5).
"E, quando olharem para o céu, não caiam na tentação de adorar o sol, a lua ou as estrelas. Pois o Eterno, o nosso Deus, repartiu o sol, a lua e as estrelas entre os outros povos, para que eles os adorem"(Deuteronômio 4.19).

"Apesar de todos os conselheiros que tem, você não poderá escapar. Que os seus astrólogos se apresentem e a ajudem! Eles estudam o céu e ficam olhando para as estrelas a fim de dizerem, todos os meses, o que vai acontecer com você"(Isaías 47.13).
Ainda podemos dizer à luz de Gênesis 1.1 e Mateus 5.18 que a expressão "o céu e a terra" é uma forma literária de descrever e falar do universo organizado.
c) A moradia de Deus = esta é uma forma freqüente de compreender o céu. Comente a compreensão que os autores das seguintes passagens tinham do céu:
"Os mais altos céus são do Deus Eterno; a ele pertence a terra e tudo o que nela existe"(Deuteronômio 10.14).

"Eu, Ciro, rei da Pérsia, declaro o seguinte: O Eterno, o Deus do céu, me fez governador do mundo inteiro e me encarregou de construir para ele um templo em Jerusalém, na região de Judá. Eu ordeno que todos vocês que são o seu povo vão a Jerusalém, e que Deus esteja com vocês."(2 Crônicas 36.23).

"Pois o Altíssimo, o Santo Deus, o Deus que vive para sempre, diz: "Eu moro num lugar alto e sagrado, mas moro também com os humildes e os aflitos, para dar esperança aos humildes e aos aflitos, novas forças"(Isaías 57.15).

"Quando ouvi isso, em me sentei e chorei. Durante alguns dias, eu fiquei chorando e não comi nada. E fiz a Deus esta oração: Ó Eterno, Deus do céu, tu és grande, e nós te tememos! Tu és fiel e guardas a tua aliança com aqueles que te amam e obedecem aos teus mandamentos"(Neemias 1.4,5).

"Ó rei, o senhor é o mais poderoso de todos os reis, e foi o Deus do céu quem o fez rei; ele lhe deu poder, autoridade e honra. No tempo desses reis, o Deus do céu fará aparecer um reino que nunca será destruído, nem será conquistado por outro reino. Pelo contrário, esse reino acabará com todos os outros e durará para sempre"(Daniel 2.37,44).

"Na casa do meu Pai há muitos quartos, e eu vou preparar um lugar para vocês. Se não fosse assim, eu já lhes teria dito"(João 14.2).

"Naquele momento houve um violento terremoto. A décima parte da cidade foi destruída, e morreram sete mil pessoas. As outras ficaram com muito medo e louvaram a grandeza do Deus do céu"(Apocalipse 11.13).

"Paulo falou do terceiro céu sendo a presença de Deus(2 Coríntios 12.2,4; cf. Hebreus 14.14). Além do Deus Pai, o céu é habitado pelos anjos(Salmo 148.2; Ezequiel 10), e pelo Deus Filho, Jesus Cristo(João 17.5; 1.18; 3.13; 6.33-51; 20.17; Lucas 25.41; Atos 1.9). No Apocalipse, o céu tem um lugar especialmente dominante, sendo mencionado 52 vezes, e o "trono" 36 vezes"(5).

O céu é a terra onde não haverá lágrimas.O destino final dos justos é o céu. O céu se define mais simplesmente como o lugar da presença de Deus.
a) O céu é um lugar = Jesus disse: "vou, pois, preparar um lugar para vós"(João 14.2). Eu recebo grande consolo aceitando literalmente estas palavras do Senhor Jesus. O céu é um lugar preparado para um povo escolhido. Cristo tem cumprido a sua parte, ele já preparou o lugar e proporcionou a maneira de chegar a este lugar. Você está preparado para o céu? Por que? Você está caminhando pelo caminho que Cristo traçou? João estava na ilha de Patmos e viu uma grande multidão de pessoas no céu. O anjo lhe disse: "... estes são os que tem vindo da grande tribulação, e tem lavado suas roupas, e elas tem sido branqueadas no sangue do cordeiro"(Apocalipse 7.14). Nossas roupas estão manchadas pelo pecado: o que isto significa? Sim devemos ser purificados pelo sangue de Jesus porque o céu é um lugar preparado para um povo preparado.
b) O céu é um lugar de descanso = comente este item baseado no que diz Hebreus 4.9:
"Assim ainda fica para o povo de Deus um descanso, como o descanso de Deus no sétimo dia".
c) O céu é um lugar de glória = comente este item baseado no que diz 2 Coríntios 4.17:
"E essa pequena e passageira aflição que sofremos vai nos trazer uma glória enorme e eterna, muito maior do que o sofrimento".
d) O céu é um lugar de santidade = comente este item baseado no que diz Apocalipse 21.27:
"Porém nela não entrará nada que seja impuro nem ninguém que faça coisas vergonhosas ou que conte mentiras. Entrarão na cidade somente os que têm o seu nome escrito no Livro da Vida, o qual pertence ao Cordeiro".
e) O céu é um lugar de adoração = comente este item baseado no que diz Apocalipse 19.1:
"Depois disso ouvi no céu uma voz forte como se fosse a de uma grande multidão, que dizia: Louvem a Deus! A salvação, a glória e o poder pertencem ao nosso Deus!"
f) O céu é um lugar de comunhão = comente este item baseado no que diz Hebreus 12.23:
"Vocês chegaram à reunião alegre dos filhos mais velhos de Deus, isto é, daqueles que têm o nome deles escrito no céu. Vocês chegaram até Deus, que é o juiz de todos, e chegaram também aos espíritos dos que são corretos e que se tornaram perfeitos".
g)O céu é um lugar de estar com Deus = comente este item baseado no que diz Apocalipse 21.3:
"Ouvi uma voz forte que vinha do trono, a qual disse: Agora a morada de Deus está entre os seres humanos! Deus vai morar com eles, e eles serão o seu povo. O próprio Deus estará com eles e será o Deus deles".
h) O céu é um lugar perfeito = Jesus era um carpinteiro antes de entrar especificamente em seu ministério e ele sempre cumpriu bem o seu trabalho. E quando se foi para estar junto ao Pai(o arquiteto de céu) estou certo de que se empenhou para construir um lugar perfeito para cada um de nós. A perfeição celeste ocorre pelo fato de que nele está Deus o ponto máximo da perfeição. Por esta razão você encontra nas palavras de Jesus uma condição para que habitemos neste lugar perfeito. O que então ele exige de nós?(use Mateus 5.48 para responder)
i) O céu é um lugar onde haverá muita gente = existem aqueles que são tão egoístas e que pensam que os que não fazem parte de sua igreja ou que gente que não creia como eles não poderão ir ao céu. Creio que haverá muita gente no céu. Deus é um grande Deus, Ele tem preparado uma grande salvação e certamente tem um grande céu nos aguardando. Algumas pessoas nos dizem que somente haverá 144 mil pessoas no céu (Testemunhas de Jeová). João certamente falou deste número mas o capítulo 7 de Apocalipse ainda nos diz que ele olhou e viu uma grande multidão de todas as nações, raças, povos e línguas. Como você explica sua fé em relação a tais ataques?
j) O céu é uma cidade permanente = encontramos em Hebreus 13.14 a seguinte declaração:"... porque não temos aqui cidade permanente, mas buscamos a vindoura". Roma, Atenas, Cártago, Esparta, estas cidades da antigüidade têm sido destruídas ou perdido sua glória. É certo que não temos uma cidade permanente. Hoje temos cidades como São Paulo, Nova York, Londres, e outras grandes cidades, mas não há nenhuma cidade permanente sobre a face da terra. Graças sejam dadas a Deus por que a Cidade Santa, a Nova Jerusalém, permanecerá para sempre; é uma cidade permanente. Esta cidade de Deus só existirá dentro do contexto de uma nova ordem. Veja o que diz o texto de Apocalipse 21.1 e responda se ela será construída sobre um novo ambiente físico e se estará apoiada numa nova ordem social. Esta cidade existirá por meio das ações de Deus, e não da humanidade. Por que esta declaração pode ser considerada?(Apocalipse 21.2)
Veja agora algumas características desta cidade de Deus segundo Apocalipse 21:
I - Deus vive entre o seu povo (v.3) = sim amado nela desfrutaremos da convivência do Eterno Deus. Alegre-se irmão estaremos face a face com o Criador, veremos o nosso redentor.
II - Não haverá pranto, dor ou morte(v.4) = sim nesta cidade estaremos livres das limitações humanas.
III - Nela a fome e a sede de relacionamento com Deus será suprida(vv.6,7) = não haverá barreiras, o pecado não fará mais divisão, não precisaremos de sacrifícios, o relacionamento estará sempre disponível.
IV - Nela não haverá lugar para os que desprezaram e rejeitaram a humanidade(v.8) = os grupos humanos marcados pelos procedimentos malévolos e prejudiciais serão banidos para o inferno e a vida será marcada pela bondade e pelo amor.
Nesta cidade a qualidade de vida será abundante e o texto ainda nos aponta outros detalhes, confira comigo estas informações:
I - Uma coisa interessante nesta cidade é pensar no tamanho dela(2.200 Quilômetros) e na altura dos seus muros(61 metros). Isto indica que esta grande cidade será abrangente e os muros baixos apontam para a paz que reinará sobre a cidade. Deus construiu esta cidade para que nela haja um lugar para quantos desejarem nela habitar em paz e segurança.
II - Pense agora na riqueza desta cidade(vv.18-21). Os muros e as portas da cidade são carregados de pedras preciosas. As ruas da cidade são pavimentadas com ouro. Uma sociedade na qual seus habitantes viverão com fartura e segurança. Toda a pobreza desaparecerá, bem assim como toda opressão e exploração advindas da má distribuição de renda.
III - Não se assuste mas nesta cidade não haverá igrejas, nem templos (v.22). A igreja será desnecessária na Nova Jerusalém porque Deus estará diretamente presente com o seu povo. O centro da vida desta cidade é Deus, o centro da atenção do povo é o culto a Deus. A vida da cidade, sua economia, sua ordem política, suas habitações, sua religião, está centrada em Deus, porque esta é a cidade de Deus.
IV - Ali haverá abundância e fartura(22.1-5). A economia trará benefícios a todos os habitantes da cidade. O trabalho e as atividades da cidade serão consagrados a Deus enquanto cada pessoa trabalha pelo bem comum, sei que verei meus avos e meu Pai que  partiu recentemente para este lugar onde  viveremos eternamente  com  Deus em sua cidade santa .
                                                                                                                              Artur Bueno



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Translate

NOTÍCIAS