TRADUTOR

English French German Spain Italian Dutch
Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
By Ferramentas Blog

sexta-feira, 2 de setembro de 2011

REINO DE DEUS 2 - UM REINO SEMELHANTE AO FERMENTO

UM REINO SEMELHANTE AO FERMENTO

                                         Mt 13:33

Introdução: Uma cobra venenosa quando pica ou morde uma pessoa ela lança seu veneno sobre esta pessoa e este veneno vai penetrando todo o corpo da pessoa, através da circulação sangüínea.
            A pessoa picada pela cobra precisa tomar um soro, este soro contém anticorpos que começam a destruir o efeito do veneno que foi lançado pela cobra.
            O nosso mundo estava bem, saudável, assim como aquela pessoa se encontrava antes de ser mordida pela cobra. Uma vez que o veneno foi lançado a pessoa começa morrer aos poucos, e conforme a espécie da cobra a pessoa começa arder em febre, passa a ter paralisia dos membros dos músculos, paralisia respiratória; seu corpo esta condenado a morte.
            Quando Satanás levou o homem ao pecado, ele lançou seu veneno sobre o mundo que Deus criará e trouxe para o mundo a morte. O veneno que a serpente lançou sobre a maior criação de Deus, que é o ser humano, levou o homem a perder sua identidade humana, o homem entrou num processo de desumanização que o tem levado a morte.
            Contudo há uma esperança, pois Deus conseguiu colocar neste mundo o seu soro, por meio de Jesus Deus conseguiu introduzir o seu Reino, que é um Reino de vida, um Reino que restaura o homem em toda o seu ser, que recupera o ser humano levando a ser verdadeiramente "humano" como Deus o criou.

Transição: Neste capitulo do evangelho, Mateus, nos narra que Jesus se assentou num barco a beira-mar e começou a contar várias parábolas sobre o Reino dos céus ou Reino de Deus à uma grande multidão que estava em pé na praia para ouvir seus ensinamentos.
            Jesus falava por meio de parábolas que é uma figura de linguagem em que uma verdade moral ou espiritual é ilustrada por uma analogia (comparação) derivada de experiências cotidianas.
            As parábolas deste capitulo apresentam verdades sobre o Reino de Deus em nossa presente era. Tais verdades são chamadas de "mistérios" (v.11), porque não foram reveladas no AT, e Jesus começa a revelar os "mistérios" do Reino de Deus.
            Nós hoje vamos refletir sobre a parábola do fermento.
           Jesus diz que o Reino dos céus é semelhante ao fermento. Semelhante em que?
           Para responder esta pergunta precisamos compreender a ação do fermento.
           Nossa reflexão hoje será sobre o seguinte tema:

              UM REINO SEMELHANTE AO FERMENTO

           1º - Um Reino que se inicia de forma imperceptível
O fermento que é colocado na massa é tão pouco em relação aos outros ingredientes que compõem a massa, que se torna imperceptível, invisível. Parece que o fermento é uma substância insignificante para fazer o pão e o bolo. Contudo o fermento é muito importante para a produção do bolo e do pão.
Jesus está dizendo que o Reino de Deus é semelhante ao fermento, porque o Reino de Deus entra, se introduz no reino que Deus criou para o homem de forma imperceptível, através de Jesus o homem que também é Deus. O Reino de Deus se introduz nos sistemas que governam este mundo de uma forma branda e imperceptível.
O reino que Deus criou para o homem governar, está sendo governado  por Satanás, pelo mal, pelo pecado.
Deus disse ao homem: "Sede fecundos, multiplicai-vos, enchei a terra e sujeitai-a; dominai sobre os peixes do mar, sobre as aves dos céus e sobre todo animal que rasteja pela terra.
E disse Deus ainda: Eis que vos tenho dado todas as ervas que dão semente e se acham na superfície de toda a terra, e todas as árvores em que há fruto que dê sementes; isso vos será para mantimento.
E a todos os animais da terra e a todos as aves dos céus a todos os répteis da terra, em que há fôlego de vida, toda erva verde lhes será para mantimento. E assim se fez". (Gn 1:28).
Deus havia dado ao homem toda autoridade sobre todos os seres viventes que habitam a terra, mas quando o homem decidiu desobedecer a Deus, induzido pelas palavras de Satanás, o homem acabou entregando toda a criação sob o domínio do pecado, sob o domínio do mal. Por essa razão que o apóstolo Paulo diz que toda a criação aguarda o momento em que ela será redimida do cativeiro da corrupção, para a liberdade da glória dos filhos de Deus.
O Reino de Deus começa a se materializar dentro do reino dominado pelas trevas, com o nascimento de Jesus.
A partir de Jesus as portas para que o Reino de Deus se torne uma realidade é aberta.
Jesus Cristo quando morreu na cruz, pois fim ao reino do pecado, pois fim ao reino da morte. E por meio de Jesus se inicia o Reino da graça, da vida, do amor, da justiça, pois o Reino de Deus é isto, é vida, justiça, amor, paz, alegria.
 O Reino de Deus começa a penetrar em cada um de nós através da pregação do evangelho. Cada vez que uma pessoa ouve a pregação do evangelho e reconhece a Jesus como seu único Senhor e Salvador, isto é o Reino de Deus que está se expandindo.
E dessa forma imperceptível o Reino de Deus vai crescendo e tomando forma em nosso mundo. Por isso ele é como o fermento, ele não fica restrito somente naquele local onde foi jogado.
Quando a mulher está fazendo o pão ou o bolo, ela coloca o fermento numa determinada parte da massa, mas quando ela começa a mexer na massa o fermento começa a se misturar por toda a massa. Ele não fica restrito somente no local onde foi colocado.
Assim também é o Reino de Deus. Ele se introduziu por meio de Jesus Cristo, mas não ficou restrito somente a Jesus Cristo. A medido que o evangelho vai sendo pregado, o Reino de Deus está se espalhando. Ele não ficou restrito somente ao povo de Israel, mas este Reino está ao alcance de todos os povos, de todas as raças, de todas as nações. Assim como o fermento é colocado de forma imperceptível e se espalha por toda a massa, o Reino de Deus se introduziu de forma imperceptível e se espalha por todo mundo.

A segunda característica da semelhança deste Reino com o fermento é que é:

2º - Um Reino transformador
O fermento penetra a massa e vai transformando a massa toda. O fermento é que transforma, o fermento é o agente influenciador e não a massa.
No contexto desta parábola o fermento é o Reino de Deus e a massa é o mundo em que habitamos, governado por um sistema pecaminoso, por um sistema dominado pelo mal.
Quando o apostolo João escreve para que não amemos o mundo (1 Jo 2:15), ele está se referindo justamente a este sistema que rege o mundo. Vivemos em um mundo capitalista selvagem, onde as pessoas estão travando constantemente lutas. O homem luta para sobreviver no mercado de trabalho, e nesta luta muitas vezes tem que se submeter a salários indignos, onde muitas vezes não consegue dinheiro nem para suprir suas próprias necessidades, quanto mais de uma família. Milhões de pessoas desempregadas, outras tantas morrendo por falta de remédio, por falta de saúde, de segurança, e o "Estado" que é responsável para dar ao povo saúde, casa, proteção, parece não perceber a necessidade do povo. A verdade é que eles não estão dando a mínima para o desempregado, para o aposentado, para o povo, com algumas exceções, pois também é verdade que existem alguns políticos sérios. Mas de uma forma geral os homens que estão assentados no poder só pensam em si mesmos, só conseguem enxergar sua própria barriga e nada mais. Nossos lideres se tornaram pessoas mesquinhas, sem paixão alguma pelo seres humanos. É contra esta estrutura pecaminosa que o apostolo João se refere quando ele diz não amemos o mundo ,e, não há criação como alguns pensam por aí. 
Por isso o apóstolo ainda diz que o mundo jaz no maligno (1 Jo 5:19).
A pregação de Jesus é uma pregação transformadora, a pregação do Reino de Deus é uma pregação que anda na contra mão deste sistema pecaminoso que governa este mundo.
Podemos ver esta realidade no "Sermão do Monte", onde Jesus ensina uma cultura contracultura, isto é, sua pregação no Sermão do Monte, mostra como Deus deseja que o seu povo haja, e que é o oposto de tudo aquilo que o homem faz.
O Reino de Deus é um reino transformador, pois ele vem para transformar este mundo em um novo mundo.
Precisamos criar projetos transformadores que nos leve a um novo mundo, a um novo estilo de vida, projetos que nos de condições de viver num mundo onde reine a justiça, a paz , o amor e a alegria.
Nós a igreja de Jesus Cristo devemos ser os agentes transformadores, para isso precisamos criar escolas, orfanatos, hospitais, escolas profissionalizantes, projetos como a "Fabrica de esperança" do nosso irmão Caio Fábio, projetos de vida, de esperança que dê ao homem condições de sobreviver neste mundo e viver neste mundo sem ser contaminado pelo poder maligno que governa este mundo.
Portanto irmãos temos que ser agentes transformadores, agentes influenciadores; assim como o fermento transforma a massa nós temos que transformar o mundo pelo poder do evangelho.

A terceira característica é que é:

3º - Um Reino Vitorioso
O fermento faz com que toda a massa fique fermentada e não somente o local onde ele foi colocado. O fermento acaba se sobressaindo sobre a massa, pois ele consegue penetrar sobre toda a massa.
Isto significa que o Reino de Deus vai reinar soberano sobre todos os povos e reinos.
O Reino de Deus vai por um fim definitivo nas forças do mal, no domínio que o pecado exerce sobre o homem.
O Reino de Deus é como aquele soro colocado no indivíduo picado pela cobra e vai colocando fim ao efeito do veneno sobre o indivíduo. O Reino de Deus vai destruindo o poder do mal sobre a vida do homem.
A vitória foi conquistada na cruz por Jesus, foi na cruz que Jesus pagou o pecado da humanidade, foi na cruz que Jesus pois fim a maldição da lei que estava sobre o homem, foi na cruz que Jesus satisfez a justiça de Deus, foi na cruz que Jesus despojou o inimigo e o venceu. Foi na cruz e através da cruz que o soro de Deus entrou no reino do homem dominado hoje por Satanás. É o Reino de Deus penetrando no reino do homem.
O fim de Satanás já foi decretado e a sua derrota foi consumada com a ressurreição de Jesus Cristo.
Contudo Deus ainda tem permitido que Satanás continue agindo em nosso mundo, mas vai chegar o momento em que Deus ira por fim definitivo em Satanás e nos seus seguidores (Ap 20:10; 21:1-8).
Ap 21:4 – O Reino de Deus triunfará e Jesus reinará para sempre.
Neste novo reino não haverá mais diferenças entre o rico e o pobre, ninguém será desprezado por causa de sua cor, sexo, não haverá diferença entre homens e mulheres. Deus tem para nós um novo céu e uma nova terra, um novo corpo.
O Reino de Deus é um Reino vitorioso, pois sua vitória já se iniciou na morte e ressurreição do nosso Senhor Jesus Cristo e sua vitória final já esta decretada por Deus.

Conclusão: O Reino de Deus está presente em nossa era. A cada atitude onde o bem é promovido. Sempre que promovemos a justiça, a verdade, a vida, a paz, estamos promovendo o Reino de Deus.
O inimigo quer promover somente a morte, a destruição, a mentira. O inimigo não consegue promover um projeto de vida, pois o mal é sua essência, é próprio dele.
            Você que esta me ouvindo crie projetos de vida, através de sua vida. Promova o bem, a justiça, a paz, a verdade, e você estará promovendo o Reino de Deus. Se cada um de nós abraçarmos o projeto de vida, o projeto do Reino, aí o Reino de Deus se estabelecerá neste mundo.
            O Reino de Deus se manifestará a medida que nós manifestarmos os projetos de Deus.


Pr. Cornélio Póvoa de Oliveira

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Translate

NOTÍCIAS