TRADUTOR

English French German Spain Italian Dutch
Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
By Ferramentas Blog

sexta-feira, 8 de outubro de 2010

ENCONTROS 2 - A MULHER SAMARITANA

A MULHER SAMARITANA
Jo 4:1-30

A – Era-lhe necessário atravessar a província da Samaria (v.4,9)
O povo samaritano não era bem visto pelos judeus. Um bom judeu não pararia para ajudar ou conversar com um samaritano. Lembram-se da parábola do bom samaritano? Jesus poderia dar a volta como muitos judeus faziam, entretanto ele preferiu passar por dentro de Samaria.
B – Jesus conversa com uma mulher samaritana (v.27)
Os judeus também não paravam para conversar com mulheres. Quem deveria conversar com as mulheres seriam seus pais ou maridos se fossem casadas. Jesus quebra dois princípios de uma só vez. Ele conversa com uma samaritana, isto é, ele quebra o princípio de não se aproximar dos samaritanos e quebra o princípio de não dialogar com pessoa de outro sexo. As mulheres não tinham muito espaço na sociedade judaica nos tempos de Jesus.
C – A mulher veio retirar água do poço ao meio-dia (vv.6-7)
Por que a mulher estava retirando água do poço naquele horário? Ao meio-dia não era o horário de ir ao poço retirar água. Aquela região é uma região de forte calor, possivelmente dentro daquele horário o sol estava beirando uns 45 graus. Ninguém retirava água naquele horário. Esta era a razão dela ir neste horário.
Devemos nos perguntar: Por que ela não queria encontrar com a multidão? Acredito que por causa de sua situação marital. Ela devia ser mal falada na sociedade samaritana, uma vez que já tinha passado por vários casamentos e agora estava juntada com um homem.
Naqueles dias, isto era coisa de meretriz, prostituta. Era inconcebível para aquela sociedade uma mulher viver naquela situação. Ela estava fugindo de todos para que não jogassem em sua cara o tipo de mulher que ela era ou que julgavam que ela fosse. Ela procedia desta forma porque possivelmente tinha vergonha de si mesma.

1 – Jesus usa da necessidade da mulher para lhe oferecer vida eterna (v.7-15)
A mulher tinha sede e por isso ia ao poço buscar água. Jesus puxa conversa com a mulher lhe pedindo água. Possivelmente Jesus realmente estivesse com sede, pois o calor daquela região era intenso. Contudo, entendo que Jesus queria realmente era abrir uma porta para evangelizar aquela mulher. Para anunciar as boas-novas para ela.
Jesus oferece para ela uma água que mataria sua sede para sempre (v.14-15). A mulher gostou da noticia. “Dá-me dessa água para que eu não mais tenha sede, nem precise mais vir ao poço”.
Para ela, vir ao poço era mais trabalhoso do que para os outros. As pessoas normalmente vinham no horário em que o sol ainda não estava forte. Mas aquela mulher por vergonha de si mesmo se sujeitava a carregar o cântaro cheio de água no horário mais quente do dia. Que alivio seria para ela não precisar mais buscar água.
Jesus transformou aquela necessidade inerente de todo ser humano numa ponte para apresentar-lhe as boas-novas.
Jesus não anuncia para ela as quatro leis espirituais. Tem pessoas que quando falamos em evangelizar logo pensam nas quatro leis espirituais: a) Você é pecador; b) Precisa se arrepender; c) Jesus é a única salvação: d) Confesse Jesus como Senhor de sua vida.
Jesus estava evangelizando a mulher samaritana, embora não apresentou a ela as quatro leis de forma tão visível, como nós fazemos em nossa evangelização.
Nosso Senhor começa oferecendo para ela (uma pecadora) a vida eterna (v.14). Embora ela não tenha entendido o que Jesus estava oferecendo para ela, sua vontade foi aguçada. Ela então pediu: “dá-me desta água”. A partir daí Jesus passa para o segundo passo.

2 – Jesus muitas vezes vem mexer no ponto mais escuro de nossas vidas (v.16-19)
Ela queria beber da água. Entretanto para que pudesse beber desta água era necessário que ela se entregasse completamente àquele que lhe daria á água.
O interessante desta passagem é que às vezes o nosso lado mais escuro, o mais negro de nossas vidas é o ponto exato que Deus quer usar para começar uma relação profunda conosco.
Jesus estava dando aquela mulher à oportunidade de se abrir, de revelar o lado mais escuro de sua vida.
Não se perturbe pelo que você já fez em sua vida. Aquela coisa que você fez ou viveu e que nunca gosta de falar sobre o assunto, muitas vezes é aí que Jesus quer mostrar para você sua glória, seu poder. Jesus quer te libertar de seus traumas, de suas culpas, mas é preciso que você deixe Ele tocar em suas feridas, no lado sombrio de sua vida.
A mulher ia naquele horário para que ninguém a acusasse, jogasse na sua cara os erros que cometerá em sua vida e a forma como estava vivendo em pecado naquele momento de sua vida. O homem que ela tinha em sua cama não era seu marido.
Jesus vem e fala para ela aquilo que ela não queria ouvir. Jesus apresenta para ela o lado escuro de sua vida.
Às vezes a coisas que você não tem coragem de falar para o seu pastor, para o seu terapeuta; fale a Jesus, não esconda nada Dele e pode ter certeza de uma coisa Ele já sabe. Jesus está esperando você se abrir para Ele.
Jesus não se desviou do caminho, Jesus quebrou todas as regras do bom judeu para poder salvar aquela vida. Jesus estava em Samaria só por causa daquela mulher. Ele está aqui hoje por causa de você. Ele quer te dar da água viva, Ele está aqui oferecendo a você a oportunidade de nascer de novo.
Ele não se importou se aquela mulher era prostituta, se todos a recriminavam, se seus discípulos iriam se escandalizar ao encontrar-se com ela. Jesus não se importa com que os outros pensam, ele se importa com você. Ele quer te dar vida eterna, ele quer te libertar deste lado sombrio de sua vida.
Não faça como a mulher samaritana. A mulher ao ouvir aquelas palavras reconheceu que ele era profeta, contudo quis fugir daquele assunto.

3 – A mulher tenta mudar de assunto (19-20)
A mulher desviou o assunto. Perguntou algo que não tinha nada a ver com o que Jesus estava oferecendo a ela, que não tinha nada a ver com o que Jesus estava propondo para ela. Para fugir da conversa, para não expor seu lado triste da vida, ela quis discutir teologia com Jesus.
Vejo que és profeta, entendido destas coisas de Deus, da Bíblia, então diga para mim, onde devemos adorar, porque eu tenho ouvido uns dizerem que é aqui que se deve adorar e outros dizerem que é em Jerusalém que se deve adorar. Onde devemos adorar?
Muitas vezes somos como essa mulher. Jesus vem até nós e deseja mexer no lado escuro de nossas vidas, em nossas feridas. O que fazemos? Para não mexermos nisso nos escondemos na teologia, nos ministérios, no ativismo.
Fugimos do silencio, porque no silencio ouvimos as vozes do nosso “eu”, do nosso “medo”, das nossas “feridas”; sim a voz da nossa “alma”. No silencio nos conhecemos, por isso não gostamos do silencio. Mas é necessário termos momentos de silencio para ouvirmos nossa alma.
Muitos transformam teologia, ministério, trabalho em escudos de proteção para não se deixarem ser tratados por Deus.

4 – Jesus responde a mulher e volta a anunciar-lhe as boas-novas (21-24)
Jesus diz para a mulher. Você está preocupada com coisas que são inúteis. Não importa o lugar da adoração, não importa se é neste monte ou em outro monte, não importa se você é Calvinista ou Arminista; não importa a placa da Igreja que você serve. A pergunta não é: onde devemos adorar? A pergunta é: como devemos adorar? A quem devemos adorar?
Jesus centraliza sua resposta a esta pergunta. Onde não importa porque um dia adoraremos todos no mesmo lugar. O que importa é como e quem. Devemos adorar em espírito e em verdade. Jesus está dizendo que devemos adorar com todo nosso ser. Com todas as nossas qualidades, com todas as nossas fraquezas. Devemos adorar com tudo o que somos. Adorar em espírito e em verdade significa levar todo nosso homem pecador a adorar a Deus. Em espírito porque essa adoração deve ultrapassar a manifestação exterior; podemos levantar nossas mãos, podemos dançar na presença do Senhor, mas devemos adorar com tudo o que somos. Adoração não é apenas um levantar de mãos é vida, é entrega total a Deus, que deve ser vivida com intensidade às 24 horas do dia.
Jesus diz para a mulher é estes que o Pai busca, é estes que estarão no céu e adoraram para sempre. Você pode estar lá. Não importa sua vida, não importa o que fez. Apenas adore a Deus de hoje em diante com todo o seu ser. E Jesus encerra dizendo a ela que ELE era a pessoa que devia ser adorado (25-26). Jesus é a personificação da verdade, é o Verbo que se fez carne. Jesus deve ser o objeto, a pessoa da nossa adoração.
Eu vim para você, prostituta, mal casada, você que se envergonha de sua vida, para você que se esconde das pessoas, para você que não acredita mais que pode ser feliz. O Pai está te chamando para ser um adorador.

CONCLUSÃO: Jesus está aqui neste lugar hoje, para te curar, para sarar suas feridas. Abra seu coração para Ele. Se você ainda tem um lugar sombrio em sua vida que não abriu para Jesus faça hoje, faça agora. Jesus foi propositadamente a Samaria para levar salvação àquela mulher. Hoje Ele veio aqui para trazer salvação a você. Não importa como está sua vida venha se entregar a Deus e adorá-lo. Deus esta te chamando para ser um adorador.


Pr. Cornélio Póvoa de Oliveira

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Translate

NOTÍCIAS